Resolvendo problemas pelo Método PDCA – Rotinas e Melhorias

A busca por novas soluções começa com o propósito de resolver problemas. Os problemas podem ser classificados a princípio em Problemas Negativos e Problemas Positivos. Os negativos estão ligados a necessidade de resolução de problemas geralmente ligados a um baixo desempenho, nível de defeitos apresentados e ou falhas diversas em determinados processos.  A ideia é que uma atuação organizada (método) possa cumprir a tarefa de eliminá-los (correção) e ao mesmo tempo padronizar um novo processo mais eficiente (prevenção) evitando-se que novas falhas ou perdas venham a se repetir.

E os Problemas ditos Positivos? Definimos como aqueles que vão além dos desempenhos estabelecidos onde figuram exemplos de Melhorias Contínuas – Kaizen e aqueles mais expressivos, os do tipo Kairyô (Fumio Mashiyama), ou inovações em processos e produtos. Costuma-se definir que as melhorias do tipo Kaizen, são aquelas de investimento mínimo ou nenhum aporte de recursos. O Kairyô ou também o Kaikaku (Sistema Toyota de Produção),  representa melhorias radicais com investimentos significativos.

Resolvendo problemas usando método PDCA no contexto da rotina dos processos. Veja o quadro a seguir:

O quadro acima nos mostra o roteiro (fluxo de processo) aplicável a grande maioria dos problemas na organização, esta abordagem nos leva ao gerenciamento da rotina onde busca-se estabilidade dos processos para em seguida promover as melhorias contínuas.

Treinamento, disciplina, trabalho em equipe e liderança pela gerencia são fundamentais para a consolidação do método nas organizações. Criado o ambiente motivador e focado na eficiência e eficácia dos processos, teremos alcançado o momento ideal para o pensamento e exercício das mudanças inovadoras dentro do espírito das transformações radicais.

(1705Publicações)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *