30 jul 2014

TV Vitória mantém tradição e é finalista do Prêmio CNI de Jornalismo

Publicado às 16:20 | Postado por Folha Vitória

integracao-logisticaMais uma vez, a TV Vitória foi finalista de um prêmio nacional de jornalismo. Desta vez foi do Prêmio CNI de Jornalismo 2014, promovido pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI), com a série Logística é a Solução.

Para o coordenador do Núcleo de Projetos Especiais da TV Vitória, Alex Cavalcanti, o fato de a série ser finalista mostra a qualidade das reportagens da TV. “Acredito que a série foi finalista por dois principais motivos. O primeiro é a qualidade da produção, edição, redação e apuração precisa de toda a equipe de projetos especiais. O outro motivo é a importância do tema que foi abordado, afinal, mostramos os gargalos e o lado bom da infraestrutura do Espírito Santo”, afirma Cavalcanti.

A série de reportagens foi indicada na categoria Destaque Regional Sudeste. “Nós concorremos com grandes veículos de imprensa e o fato de ser finalista mostrou que a TV Vitória está equiparada a esses veículos nacionais. Mostra a força do jornalismo regional”, completa.

Para o gerente de jornalismo da Rede Vitória, Alexandre Carvalho, concorrer ao prêmio é o reflexo do compromisso da TV Vitória com o jornalismo de qualidade. “Estar entre os finalistas em um prêmio desta categoria corrobora o compromisso da TV Vitória em produzir um jornalismo de qualidade que atenda as demandas da população capixaba”, diz.

A série “Logística: os Caminhos do Brasil e do Mundo passam pelo Espírito Santo” foi exibida em junho de 2013, no jornal da TV Vitória, e abordou diversos temas, como a medida provisória, que muda a forma de operação dos portos brasileiros, a necessidade de duplicação das rodovias federais que cortam o Estado, os portos secos, e as obras do Aeroporto de Vitória.

Confira algumas reportagens da edição 2013:

Medida Provisória dos Portos é celebrada por políticos e empresários capixabas
Duplicação da BR 101 é esperança para alavancar o desenvolvimento da economia do ES
Grande projeto de melhoria promete transformar BR 262 em um dos principais corredores de exportação do Brasil
Portos Secos impulsionam a atividade econômica do Espírito Santo

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
29 jul 2014

Série Logística da TV Vitória é finalista em prêmio da CNI. Resultado será divulgado nesta terça-feira

Publicado às 9:52 | Postado por Folha Vitória

portoConcorrendo com os principais veículos de comunicação do país, a Série Logística é Solução (edição 2013), da TV Vitória/Record, foi classificada entre os finalistas do Prêmio CNI de Jornalismo 2014, promovido pela Conferência Nacional da Indústria (CNI), na categoria regional Sudeste.

A série foi produzida pelo jornalista e coordenador do Núcleo de Projetos Especiais da TV Vitória, Alex Cavalcanti, e o resultado final será apresentado nesta terça-feira (29), em Brasília.

A série “Logística: os Caminhos do Brasil e do Mundo passam pelo Espírito Santo” foi exibida em junho de 2013, no jornal da TV Vitória, e abordou diversos temas como a medida provisória, que muda a forma de operação dos portos brasileiros, a necessidade de duplicação das rodovias federais que cortam o Estado, os portos secos, e as obras do Aeroporto de Vitória.

Confira algumas reportagens da edição 2013:

Medida Provisória dos Portos é celebrada por políticos e empresários capixabas
Duplicação da BR 101 é esperança para alavancar o desenvolvimento da economia do ES
Grande projeto de melhoria promete transformar BR 262 em um dos principais corredores de exportação do Brasil
Portos Secos impulsionam a atividade econômica do Espírito Santo

Edição 2014

Em maio deste ano, a TV Vitória exibiu mais uma edição da Série Logística, também sob coordenação do jornalista Alex Cavalcanti. Ao todo, 10 reportagens mostraram os avanços e desafios do Espírito Santo no setor logístico.

Entre o assuntos abordados estão os atrativos do interior do Estado para investidores internacionais, tanto do setor portuário, quando da cadeia de petróleo e gás, além dos projetos que estão sendo realizados na Grande Vitória para a melhoria da infraestrutura viária, como é o caso do Programa de Mobilidade Metropolitana.

Fechando a série de reportagens, a Rede Vitória realizou, no dia 10 junho, o III Seminário Logística é Solução, que reuniu diversas autoridades nacionais e do Estado.

As reportagens completas estão disponíveis no blog “Logística é Solução”. Clique aqui.

O prêmio

Depois de quase um mês de análise, a Comissão de Seleção definiu os finalistas do Prêmio CNI de Jornalismo 2014. Para cada uma das 12 categorias, foram selecionados três trabalhos, que passam a ser avaliados pela Comissão Julgadora. Dentre os 36 finalistas, quatro reportagens já foram pré-indicadas pelos selecionadores ao Grande Prêmio José Alencar de Jornalismo. A lista final da principal premiação será definida pelo colegiado de julgadores no fim do mês.

A Comissão de Seleção do Prêmio CNI de Jornalismo 2014 foi formada pelos jornalistas Francisco Leali (O Globo), Ribamar Oliveira (Valor Econômico), Conceição Freitas (Correio Braziliense), Roseann Kennedy (Rádio CBN), Danielle Rafare (TV Globo Brasília), Ayr Aliski (Agência Estado) e Luciano Pires (FSB Comunicações).

Em sua terceira edição, o concurso distribui neste ano R$ 310 mil em valores brutos. Serão premiadas com R$ 25 mil as melhores reportagens de TV, rádio, revista, jornal e internet (sites e blogs). Os ganhadores nas categorias regionais (Sul, Norte, Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste) receberão R$ 15 mil cada um. Há também dois prêmios especiais, em que os vencedores receberão R$ 30 mil: Educação e Inovação. Por último, o Grande Prêmio José Alencar de Jornalismo e mais R$ 50 mil, que serão entregues ao melhor entre todos os trabalhos inscritos.

Os vencedores nas categorias especiais Educação e Inovação e do Grande Prêmio José Alencar de Jornalismo receberão uma bolsa de estudos para o curso Gestão Estratégica para Dirigentes Empresariais. O curso é ministrado em Fontainebleau, na França, pela escola de negócios Insead, em parceria com o Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
8 jul 2014

Série da TV Vitória é finalista em prêmio de jornalismo da CNI

Publicado às 13:52 | Postado por Folha Vitória

integracao-logisticaA Série Logística é Solução (edição 2013) da TV Vitória é finalista do Prêmio CNI de Jornalismo 2014, promovida pela Conferência Nacional da Indústria (CNI), na categoria regional Sudeste. A série foi produzida pelo jornalista e coordenador do Núcleo de Projetos Especiais da TV Vitória, Alex Cavalcanti.

A série disputou com os principais veículos de comunicação do país. O resultado final será anunciado no dia 29 de julho, em Brasília.

A série “Logística: os Caminhos do Brasil e do Mundo passam pelo Espírito Santo” foi exibida em junho de 2013,  no jornal da TV Vitória, e abordou diversos temas como a medida provisória, que muda a forma de operação dos portos brasileiros, a necessidade de duplicação das rodovias federais que cortam o Estado, os portos secos, e as obras do Aeroporto de Vitória.

Confira algumas reportagens da edição 2013:

Medida Provisória dos Portos é celebrada por políticos e empresários capixabas

Duplicação da BR 101 é esperança para alavancar o desenvolvimento da economia do ES

Grande projeto de melhoria promete transformar BR 262 em um dos principais corredores de exportação do Brasil

Portos Secos impulsionam a atividade econômica do Espírito Santo

Edição 2014

Em maio deste ano, a TV Vitória exibiu mais uma edição da Série Logística, também sob coordenação do jornalista Alex Cavalcanti. Ao todo, 10 reportagens mostraram os avanços e desafios do Espírito Santo no setor logístico.

Entre o assuntos abordados estão os atrativos do interior do Estado para investidores internacionais, tanto do setor portuário, quando da cadeia de petróleo e gás, além dos projetos que estão sendo realizados na Grande Vitória para a melhoria da infraestrutura viária, como é o caso do Programa de Mobilidade Metropolitana.

Fechando a série de reportagens, a Rede Vitória realizou, no dia 10 junho, o III Seminário Logística é Solução, que reuniu diversas autoridades nacionais e do Estado.

As reportagens completas estão disponíveis no blog “Logística é Solução”. Clique aqui.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
16 jun 2014

Portos privados: governo precisa garantir estabilidade para investidores, defende professor do ES

Publicado às 10:11 | Postado por Folha Vitória

portoA criação de um Porto de Águas Profundas pela iniciativa privada pode ser uma das alternativas para o Espírito Santo, enquanto as autoridades locais e federais não resolvem este impasse. Isso é o que defende o diretor da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), Fernando Fonseca.

Para ele, a desburocratização de processos para a criação de portos pela iniciativa privada está entre os principais benefícios da Lei 12.815/13. Com os investimentos privados, o Estado ficaria livre da dependência de repasses do governo federal.

“Aqui no Estado, acredito que uma das alternativas seria a concessão licitatória. É preciso aumentar a infraestrutura, e a iniciativa privada pode contribuir até mesmo com investimentos mais rápidos”, comentou.

No entanto, para o economista e diretor-presidente da Fucape, Arilton Teixeira, tanto o governo estadual, quanto o governo federal precisariam oferecer garantias aos investidores, que ficam submetidos à legislação nacional.

“A legislação traz um grande avanço, de fato. Aqui no Estado, por exemplo, já tivemos protestos que resultaram na suspensão de contratos de concessão. Quem garante que o mesmo não poderá ocorrer com quem investir nos portos? Temos que garantir a estabilidade?”, expõe o professor.

De acordo com o professor, o posicionamento do próprio governo federal quanto à privatização dos aeroportos nacionais pode desestimular os investidores estrangeiros. “Depois de privatizar os cinco maiores aeroportos do país, o governo federal simplesmente mudou a legislação. Os investimentos em portos são muito complicados, e os empresários ficam receosos. Quem garante que após as empresas privadas construírem um novo porto, o governo não vai querer construir outro por iniciativa própria?” questiona.

Atualmente, a criação de um Porto de Águas Profundas é disputada entre os municípios de Serra e Vila Velha. Conforme mostrou a série especial da TV Vitória, um estudo realizado pela Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), que administra o Porto de Vitória, aponta que a cidade canela verde leva vantagem.

A Lei dos Portos foi sancionada pela presidente Dilma Roussef em junho do ano passado. A lei estabelece um novo marco regulatório para o setor, abrindo espaço para concorrência entre portos públicos e privados.

Os desafios do setor portuário capixaba foram discutidos no III Seminário Logística é Solução, realizado pela Rede Vitória, no último dia 10.

Clique aqui, e veja a galeria de fotos do evento.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
12 jun 2014

Estado aposta na integração de projetos para solucionar gargalos logísticos

Publicado às 11:12 | Postado por Folha Vitória

integracao logisticaA ausência de estrutura eficiente para transporte e escoamento de cargas sempre foi apontada com um dos principais entraves para o dinamismo da economia capixaba. No entanto, investimentos que deverão ser realizados a longo prazo prometem resolver parte deste problema.

Desde o ano passado, o governo do Estado desenvolve ações voltadas para a Integração Logística por meio do Proedes. O propósito é criar no Estado um ambiente de alto padrão no setor e promover o desenvolvimento igualitário em todas as regiões capixabas.

As principais ações deste projeto foram apresentados pelo governador Renato Casagrande, e pelo secretário estadual de Transportes e Obras Públicas, Fábio Damasceno, durante o III Seminário Logística é Solução, realizado pela Rede Vitória, na última terça-feira (10).

Confira a galeria de fotos do evento!

Dentro da Integração Logística será colocado em prática um conjunto de projetos para unir os modais de transporte, dentre eles o rodoviário, aeroportuário, ferroviário e portuário criando uma ligação do Espírito Santo com o Brasil e o mundo, tornando o Estado competitivo, eficiente e rentável. O valor estimado do investimento do Governo do Estado é de mais de R$ 2,4 bilhões.

Modal Rodoviário

Estão previstas melhorias nas condições de rodovias estaduais e federais tendo como meta a conexão com Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia. O objetivo é otimizar o transporte de cargas, maior segurança, menor valor de frete e acesso qualificado aos portos. O contato constante com o governo federal tem viabilizado a duplicação e melhoria das vias federais com o foco na integração regional. Cortando o território capixaba, 69% das rodovias são estaduais e 31%, federais. Com base neste cenário, o Estado fará investimento da ordem de R$ 2,2 bilhões, que representa intervenções em 39 vias.

Na Grande Vitória também estão sendo desenvolvidas ações dentro do Programa de Mobilidade Metropolitana, que facilitará os acessos às regiões Norte e Sul da Grande Vitória, além de beneficiar o acesso de caminhões ao Porto de Vitória, com a criação do Portal Sul.

Durante o evento, o secretário Fábio Damasceno destacou a importância dos investimentos. “Com a pavimentação de rodovias no interior, vamos criar novos acessos aos estados vizinhos. Com isso, as cargas poderão ser transportadas com mais rapidez e eficiência, sem depender das BR´s. É claro que algumas obras poderão serão executadas ao longo dos próximos anos, são projetos de longo prazo. Mas já iniciamos os investimentos, e muitos resultados já podem ser visualizados”, explicou.

Modal Portuário

No modal portuário foram destacados os grandes investimentos que já estão sem do realizados, e os protocolos de intenção já firmados, como o Porto Norte Capixaba (Manabi), Terminal Industrial Imetame, Estaleiro Jurong, Porto de Vitória (melhorias), C-Port Brasil Logística Offshore, Itaoca Terminal Marítimo e Porto Central.

Eixo Aeroportuário

No eixo aeroportuário estão os investimentos e projetos para criação de uma rede de aeroportos regionais localizados em quatro municípios sendo eles: Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, Colatina e São Mateus. A expectativa é de que as
obras do aeroporto de Linhares sejam desenvolvidas nos próximos meses, com execução da pista do aeroporto e, em seguida, deverá ser lançado o edital para a contratação das obras do terminal de passageiros.

Em relação aos aeroportos regionais de Cachoeiro de Itapemirim, Colatina e São Mateus, Damasceno explicou que os projetos de reforma e ampliação já foram encaminhados ao governo federal, e estão sob análise.

O governador destacou que o projeto de integração logística faz parte do planejamento de longo prazo – ES 2030, que pretende unir o país ao nosso Estado ampliando a competitividade, levando cada vez mais o desenvolvimento para cidades do interior capixaba.

“Poder público brasileiro não age com eficiência”, diz professora

Para a economista e professora da Fucape, Arilda Teixeira, os investimentos em projetos integrados são, de fato, importantes para o desenvolvimento do Estado e todo o país, ainda que sejam realizados a longo prazo. No entanto, na visão da especialista, as obras precisam estar coordenadas para que sejam alcançados os resultados esperados.

“São obras de longo prazo porque são obras sofisticadas. Mas exigem técnica e eficiência na sua condução. Se esses fatores não estiverem aliados, corremos o risco de perder todos os investimentos’, afirma.

No entanto, segundo a professora, as dificuldades de integração logística não é um problema exclusivo do Estado. Ela diz ainda que são reflexos de antigas administrações. “Não vejo como responsabilidade exclusiva do governo atual. É uma deficiência que está arraigada nas entranhas do poder público brasileiro, que não age com eficiência. É um problema de gestão pública. Os gestores brasileiros precisam ter consciência de que os investimentos, seja na esfera pública ou privada, precisam ser executados com eficiência, a alocação de recursos demanda tecnicidade para que se cumpra seu papel”, enfatiza.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:

4Ps Agência Digital agência digital 2007 - FOLHA VITÓRIA - Todos os direitos reservados - Anuncie - Expediente - Cadastro - Fale Conosco - Política de Privacidade - RSS