5 dicas para realizar reformas rápidas

Atenção com o pedreiro, materiais e espaços são pontos críticos na hora de reformar.

 Versão para impressão  

Reformar um ambiente não é uma tarefa muito simples. Para algumas pessoas é sinônimo de poeira, desorganização e acaba atrapalhando a rotina diária dos moradores. Sem falar na sujeira e o barulho irritante que só fazem aumentar o estresse. César Dutra, gerente de vendas e marketing da Elit, lista 5 dicas que vão ajudar as pessoas fazerem uma reforma rápida e eficiente.

1 – Atenção ao contratar o pedreiro
Caso o profissional que ficará responsável por sua reforma seja alguém indicado, você já tem pontos a seu favor. Caso o morador não conheça nenhum pedreiro, pesquise e busque indicações. É importante analisar obras anteriores feitas pelo profissional para avaliar o acabamento da pintura e dos revestimentos. Estipular um prazo para o fim da obra junto com pedreiro também é fundamental.

2 – Escolha de materiais
A dica é pesquisar sempre. Existe uma grande variedade de preços e materiais no mercado. É importante aliar o custo-benefício. Nem sempre o mais barato é o mais conveniente. Deixe para comprar cimentos e argamassas na hora quando a data da reforma estiver estabelecida. Esses materiais tem data de validade curta e precisam ser usados logo após a compra. Já para tintas, é importante escolher um produto de boa qualidade, com bom rendimento e de fácil aplicação. Se uma residência possui criança, por exemplo, optar por uma tinta lavável é boa saída. E, por último, lembrando sempre que existem tintas para áreas internas e externas.

3 – Pequenos espaços
Para ambiente com tamanhos reduzidos, prefira tintas com cores claras, que aumentam visualmente os espaços e proporcionam uma sensação de bem-estar. Em alguns casos, uma parede com um tom mais escuro ajuda a dar profundidade no ambiente.

4 – Sem quebra-quebra
Se o morador não quiser trocar o piso e evitar aquele quebra-quebra, existem argamassas especiais próprias para colocar um revestimento sobre o outro. O serviço é simples e o tempo de uma área interditada é menor. É importante ficar atento que cada tipo de revestimento existe uma argamassa adequada.

5 – Reforma terminada
Agora começa o trabalho do morador. É hora de limpar toda a sujeira que ficou, com uma palha de aço tente remover cimento e argamassa, mas sempre com cuidado para não riscar o revestimento. Esse também é o momento ideal para limpar os pingos de tinta que caíram no piso ou nos móveis. Um pano macio molhado com removedor vai ajudar nessa tarefa. O quanto antes você tentar remover, mais fácil será.

 Versão para impressão  
Jornal Folha Vitória
Todos os direitos reservados © 2007-2016