25/10/2011 às 15h1 - Atualizado em 25/10/2011 às 15h1

Como funcionam os sistemas de mistura de tintas?

Folha Vitória
Redação Folha Vitória

Foto: Divulgação
A maior parte dos fabricantes de tintas possui catálogos-padrão de cores que contêm, em geral, tonalidades mais básicas que podem ser aplicadas diretamente nas superfícies ou misturadas pelo pintor. Por muito tempo, os pintores combinavam essas cores prontas para obter tons diversos. Com o avanço da tecnologia na decoração, as empresas da área desenvolveram máquinas que misturam as cores automaticamente a partir de fórmulas específicas, obtendo milhares de colorações diferentes.

Mas como funciona esse processo de mistura de tintas? O sistema consiste na mistura de bases e concentrados para obter a tinta na tonalidade desejada (a máquina agita a combinação de tintas por tempo determinado até conseguir uma cor homogênea). Cada fabricante tem catálogos com diferentes tipos de cores separadas por códigos. Ao escolher um, a máquina produz a cor almejada.

Com isso, o cliente passa a ter infinitas possibilidades para decorar seus ambientes. E essa é a proposta do Life Color, sistema tintométrico da Argalit. O Life Color reúne tecnologia em dois modelos de equipamentos tintométricos (automático e manual). É um sistema que trabalha com tintas acrílicas, esmaltes sintéticos e base d’água e texturas.

Por meio da combinação de bases especiais com os 12 pigmentos disponíveis, essas fórmulas se transformam em cores que revestem ambientes internos e externos. O sistema dá a chance de manipular cores personalizadas, com a liberdade de escolha que todo cliente quer. Da empresa, as tintas Elit Super, Mais Rendimento e Vinil Acrílica já podem ser produzidas na hora com a cor desejada. 

No Espírito Santo, a Argalit montou um show room na sua fábrica, em Viana, e está recebendo clientes interessados em adquirir o Life Color para conhecer os equipamentos, qualidade e variedade de cores das tintas. Basta agendar uma visita.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014