13/3/2014 às 12h20 - Atualizado em 13/3/2014 às 15h34

Bancos recolhem quase R$ 13 mil em notas falsas nos dois primeiros meses do ano no ES

Folha Vitória
Redação Folha Vitória

ReproduçãoSomente nos dois primeiros meses deste ano, 342 notas falsificadas foram recolhidas no Espírito Santo, segundo informações do Banco Central. Se as notas fossem verdadeiras, o valor apreendido chegaria a R$ 12.990.

De acordo com o levantamento, o Estado ocupa a 12ª posição no ranking de falsificações. As notas com maiores índices de falsificações foram as de R$ 10 e de R$ 100, com 138 e 87 casos, respectivamente. Em todo o Brasil, o número de células recolhidas pelo Banco Central chega a 24.342

Durante todo o ano passado, o total de notas falsas apreendidas no Estado chegou a 5.190. Segundo o Banco Central, as notas mais falsificadas foram as de R$ 50 e as de R$ 20 da segunda família do Real, com 1.525 e 1.068 casos, cada.

No site do BC há orientações sobre como verificar se o dinheiro recebido é falso. Segundo o BC, ninguém é obrigado a receber notas falas. Caso haja desconfiança sobre a cédula é possível recusar o recebimento.

A orientação para quem já recebeu um nota suspeita de ser falsa é entregar o dinheiro em uma agência bancária que vai encaminhar a cédula para a análise do BC. Não há troca por notas verdadeiras, de acordo com o BC.

Também é possível conferir, pela internet, o andamento da análise das cédulas encaminhadas, com o número do CPF e data de nascimento no caso de pessoas físicas ou CNPJ e CPF do responsável para as empresas. (Com informações da Agência Brasil)

Presos por falsificar dinheiro na Serra

Em janeiro deste ano, o Folha Vitória mostrou o caso de dois jovens detidos acusados de falsificar notas de R$ 20 e R$ 52, no município da Serra. Na ocasião, os policiais também apreenderam uma impressora utilizada para falsificar o material.

Também em janeiro, duas pessoas foram apreendidas com quase R$ 3 mil em notas falsas, no município de Linhares, região Norte do Estado.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014