VIANA – Cultura e História Vivas!

O tour em Viana foi surpreendente. Cidade tão próxima, pertencente à Grande Vitória, que guarda características do interior e tem, como grande patrimônio, a cultura e a história que o município mantém VIVAS. Essa história não é apenas a história da cidade, mas parte da história do Espírito Santo e de sua ocupação. A própria sede guarda grandes símbolos como a Estação Ferroviária, de onde sai a passeio Trem das Montanhas Capixabas, e a Igreja Nossa Senhora da Conceição, de 1817. Biblioteca ativa, Teatro, Casa Da Cultura que abriga uma exposição (VIANA & Heribaldo Balestrero) que retrata a história do município através de painéis, fotografias, reprodução de textos e mapas, composta através da história de vida de um vianense especial – Heribaldo Balestrero – que muito contribuiu para esta cidade.

Turismo histórico de alta qualidade, preservação de tradições e um clima de interior…

Conheça Viana aqui no É LOGO ALI!

Igreja Nossa Senhora da Ajuda


Tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN), a construção jesuítica é do século XVIII. Está localizada no tradicional distrito quilombola – não reconhecido – de Araçatiba. A história da Igreja se confunde com a fazenda em que está construída e que destinava-se à produção de açúcar (engenho). Vários historiadores atestam que era a maior fazenda da costa brasileira, dispondo de 800 serviçais designados para as diversas tarefas. No video, Sônia Zorzal e Rodrigo Poltronieri contam um pouco da riqueza desta história.

A Igreja tem a nave única com três altas janelas de cada lado com sacadas de balaústres, sem púlpito. Por cima da porta principal está o coro e um arco cruzeiro pesado que dá acesso à capela-mor, mais estreita e mais baixa que a nave. De cada lado da capela-mor há um grande vão com tribuna. A chave da Igreja ainda preserva história. Trata-se de uma peça rara, muito grande, lembrando a chave de uma senzala.

[VIDEO]http://www.youtube.com/watch?v=be3fbb00r0k,center[/VIDEO]

Ruínas de Belém


Possui arquitetura típica das igrejas das fazendas do ciclo da cana de açúcar, sabe-se que começou a ser construída em outubro de 1780 e se encontra em ruínas por conta de um incêndio em 1880 que destruiu parte da Igreja.

Fica a 4 Km do trevo da BR 262/BR101, no alto de um monte, próximo à entrada do Bairro Jucu.

SEDE DO MUNICÍPIO DE VIANA

Casa da Cultura


[VIDEO]http://www.youtube.com/watch?v=fp1Vgj4K5QE,center[/VIDEO]

Igreja N. Srª da Conceição – Sede


Um dos principais monumentos históricos de Viana, a Igreja está situada na Sede do Município, com arquitetura barroca, construída no período compreendido entre 1815 a 1817 pelos colonos açorianos. A primeira missa foi celebrada em 24 de junho de 1816 e a inauguração solene foi em 1817. A imagem de N. Srª da conceição chegou ao local em 1846 e se encontra ainda hoje  na igreja, tendo resistido a um incêndio ocorrido em 1848. A Igreja foi tombada em março de 1983, pelo Conselho Estadual de Cultura.

Festa do Divino


O evento é uma das poucas manifestações culturais açorianas restantes no município. A festa do divino foi a primeira realizada na igreja Nossa Senhora da Conceição. O ano era 1817, o mês julho no dia 7. De lá para cá o costume é o de sortear um casal de moradores para organizar a festa do ano seguinte. A mulher vira “imperatriz” e o homem se torna “imperador”. A véspera da festa (sábado) é dedicada à imperatriz, que deixa a casa levando uma coroa enfeitada com rosas e segue em procissão até a igreja, onde participa da celebração.

No domingo é a vez do imperador entrar em cena. Os fiéis saem da igreja e vão buscá-lo em casa e retornam em procissão pelas principais ruas da cidade. O imperador é o responsável para conduzir o cedro enfeitado com fitas coloridas e a pomba, que simboliza o Espírito Santo. A imperatriz o acompanha com a coroa e os dois seguem à frente da procissão.

Galeria de Arte Casarão


Programa de Residência Artística

O Programa foi constituído por quatro projetos que resultaram em quatro exposições com o tema central “Mas, Que Arte Cabe Numa Cidade”.

O conceito de Residência Artística é uma das formas mais características de apoio e incentivo ao desenvolvimento das artes. A partir dos anos 80 consolidou-se em várias cidades da Europa, Estados Unidos, Canadá e Japão. É uma visão contemporânea das antigas bolsas de viagens. São projetos que têm como objetivo principal servir de residência temporária para artistas locais, nacionais e estrangeiros.

Neste intuito, a SEMCET implantou no Anexo da Galeria de Arte Casarão o espaço destinado a este público, para que possam desenvolver projetos artísticos e trocas de experiências e conhecimentos com a comunidade, os artistas, a escola e também com alunos e de cursos acadêmicos ligados à arte.

Estação Ferroviária de Viana e o Passeio ‘Trem das Montanhas Capixabas’


[VIDEO]http://www.youtube.com/watch?v=VjNxsO4Ib1Y,center[/VIDEO]

Trem das Montanhas Capixabas: http://serraverdeexpress.com.br/montanhas/destinos

Patrimônio Natural – Rampa do Urubu


Com cerca de 260 metros de altura, a Rampa do Urubu é utilizada não apenas por praticantes de vôo livre como também por apreciadores da natureza em geral, uma vez que o atrativo possibilita interação total com os elementos naturais associados a vista panorâmica da região. A entrada é pelo Bairro Universal seguindo sentido Ipanema.

[VIDEO]http://www.youtube.com/watch?v=hIt_pZ-ifhM,center[/VIDEO]

Artesanato de Viana

www.facebook.com/artemao.deviana

Aproveite um fim de semana ou um almoço de domingo na cidade.

Os restaurantes rurais fazem parte da oferta turística do município:

http://www.viana.es.gov.br/VerNoticia.aspx?no=3178&nv=Prefeitura

Fonte: Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo de Viana.

elogoali

(845Publicações)

Leticia Vieira é jornalista, radialista, formada também em marketing e Pós Graduada em Gestão em Assessoria de Comunicação. No mercado há mais de 10 anos, está na Rede Vitória desde 2013.

Comentários (1)

  1. JUnior Pulcheri

    Parabens Luiza a nossa Bandeirante Capixaba. Olha eu
    estou muito feliz em poder estar conhececendo nosso estado
    com o seu projeto. A cada show voce demonstra muitos
    fatos e historias da nossa querida terra Capixaba. Sinto muito
    orgulhoso de ter nascido nessa linda terra. Obrigado Luiza.
    O seu projeto tem que ser preservado e levado as nossas
    escolas para que os nossos jovens conhecao melhor a nossa
    cultura Capixaba. Parabens a sua dedicacao e carinho para
    o nosso querido povo Capixaba.

    Responder

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *