Você sabe escolher o vinho certo para o verão?

vinhosOs vinhos são, muitas vezes, associados às estações frias pelas características mais encorpadas e o teor alcoólico mais alto, o que deixa a bebida um pouco mais pesada. Sendo assim é comum, no verão, ter dúvidas sobre quais são as melhores opções de vinhos que possam ser refrescantes e bem apreciados.

Buscando dar sempre as melhores orientações aos amantes dessa bebida, a Jô Barros, sommelière do Sonoma, principal site de curadoria e gastronomia do país, separou algumas dicas. Confira:

No verão, por ser quente, o mais comum é focar em vinhos brancos e espumantes, que são menos alcoólicos (o álcool dá a sensação de esquentar) e podem ser servidos em temperaturas mais baixas, em torno dos 14ºC. Os espumantes são naturalmente refrescantes, graças à alta acidez, e sua borbulha ainda auxilia na digestão.

No entanto, os mais saudáveis ainda são os tintos, pois possuem taninos e resveratrol – substância antioxidante que atua na diminuição do colesterol, fortalece o coração, entre outros benefícios. O problema é que os tintos leves – para a estação – possuem poucos taninos, ou seja, menos resveratrol. Boas saídas seriam os tintos de Bordeaux, ou os Merlots brasileiros. Neles predomina a uva Merlot, que tem taninos mais macios do que a maioria, deixando uma sensação mais leve e agradável no verão.

Outra opção são os vinhos da região italiana de Valpolicella, naturalmente leves, mas com tatinos de níveis médios ou até altos, evitando, claro, os potentes Amarones, Ripassos e afins.

Sempre vale a pena ressaltar e prestar atenção no álcool presente na bebida. Quanto menor o teor, mais saudável, leve e refrescante será o vinho.

O residual de açúcar é outra peça fundamental. Vinho doce engorda, aumenta a sensação do álcool e, ao invés de trazer benefícios à saúde, faz mal. A melhor opção é sempre o vinho seco.

Por fim, os vinhos orgânicos, naturais e biodinâmicos têm sido bem cotados no quesito saúde. Por terem pouca ou nenhuma intervenção (de químicos, por exemplo), estão livres da maioria das substâncias prejudiciais ao organismo como o sulfito e outros conservadores. Além disso, evitam a ressaca.

(2429Publicações)

Comentários (1)

  1. ANTONIO CARLOS

    Gostei muito da indicação, pois aprecio muito o vinho, normalmente gosto do chilenos, e argentinos (Carbenet), Mas gostaria de uma indicação do vinho e com qual tipo de carnes combinam.
    desde já obrigado.

    Responder

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *