Amor paterno

Amor, um dos sentimentos essenciais para o ser humano, principalmente na infância. Dar atenção para as crianças faz com que elas se sintam importantes, contribuindo para o seu crescimento e auto-estima. Infelizmente atribulados com suas atividades de trabalho cada vez maior, os pais acabam tendo um convívio mínimo com seus filhos.

Outro ponto que interfere no desenvolvimento infantil é a separação não amigável entre os pais, pois as discussões com ofensas verbais e brigas, causam à criança  cicatrizes emocionais, e como se já não fosse suficiente na maioria dos casos há a ausência do pai, despertando um sentimento de abandono.

Para a criança alguns momentos são importantes ter a presença do pai, como: aprender andar de bicicleta, ser auxiliados no deveres de casa, jogar bola e outros, e quando perdem não conseguem mais recuperá-los, pois são únicos. Alguns pais ainda pensam que o auxilio financeiro é suficiente para o desenvolvimento de seu filho, estes estão totalmente equivocados, pois posso afirmar que dinheiro algum substituirá a convivência entre pai e filho.

A justiça obriga o auxílio financeiro, o que muitas vezes não são fornecidos para a criança, já a convivência não é algo “obrigatório”, mas depois de um tempo entenderam que o abandono pode provocar marcas na vida da criança.

O Dr. André Gianinni, advogado do direito de família, diz:  “Inicialmente, era entendimento do judiciário que a escolha do pai participar ou não da vida das crianças tratava-se de uma questão particular entre os familiares, não sendo papel do Estado interferir nessas relações. No entanto o resultado da ausência do genitor traz – muitas vezes – reflexos emocionais importantes, frequentemente graves, prejudicando esse grupo vulnerável e que recebe proteção especial de nosso ordenamento jurídico.”

Quando falamos da fase infantil temos que tomar cuidado com os atos e a presença na vida dos pequenos, pois isso pode interferir para sempre em suas vidas.

Brinque e aproveito o tempo com o seu filho, esta fase passa rápido e em um piscar de olhos você pode ter perdido o melhor momento de sua vida!

Rafaela Daima Lima

(19 Posts)

Olá, me chamo Rafaela e sou uma carioca quase capixaba com 18 anos e carinha de 15, que ama escrever e ser criativa. Sempre estou escutando música, pois assim o meu mundo fica mais colorido e alegre. Estudo jornalismo e gosto de fazer matérias diferentes e desafiadoras para mim. Ler e ver filmes antigos são um dos meus passatempos favoritos principalmente pelas roupas e pelo vocabulário distinto do mundo atual.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *