Swing na relação

Mais uma da série tabu! Hoje venho falar do swing. Se olharmos no dicionário, encontraremos o termo definido como “a prática sexual que consiste na troca de parceiros entre dois ou mais casais”. Longe da enciclopédia, os termos suruba, orgia e sexo grupal também podem estar relacionados a este primeiro termo. Esses dias, inclusive, uma cantora famosa gravou um videoclipe em uma casa de swing, o que gerou certo burburinho, por isso, nada mais justo do que falar sobre o assunto.

São vários os fatores que levam um casal a praticar o swing. Apimentar a relação, descobrir novos prazeres ou mesmo para sair da rotina. Em todo o caso, a busca pelo prazer é o que move essa curiosidade. O que muitos não sabem é que há todo um processo para se chegar ao ato, principalmente em casas de swing. Não vá pensando que é simplesmente chegar e já ir tirando a roupa. Esse lugares possuem algumas regras que devem ser respeitadas pelos frequentadores.

Mas, antes de incrementar o swing na relação, é bom desenvolver a ideia com o parceiro. Embora a prática envolva apenas o prazer sexual, alguns parceiros podem não se sentir a vontade para aderir o swing.É preciso muito diálogo e mente aberta para que o prazer não acabe se tornando um problema no relacionamento. O casal precisa estar em sintonia para que a experiência seja agradável para ambos, de modo que fortaleça a relação. Para isso, deve haver confiança e maturidade suficiente entre o casal.

Passando essa fase, é hora decidir como realizar a fantasia. Chamar um casal de amigos? Ir a uma casa de swing? Se a escolha for a segunda opção, é preciso ficar atento! Casas de swing possuem regras e ao adentra-las, alguns cuidados devem ser tomados. Ao se interessar por um outro casal, o ideal é se aproximar e sutilmente colocar as mão sobre as costas da pessoa. Se houver reciprocidade, os casais podem ir em direção aos quartos e consumar a experiência. É preciso ter em mente que o local é um ambiente de trocas sadias, sendo assim, somente poderão ir aos “finalmentes” com cuidado e muito respeito.

Para aqueles que resolverem chamar um casal de amigos, novamente, é preciso estar seguro da decisão. O ideal é chamar casais desconhecidos. E para isso, alguns aplicativos podem ajudar. De qualquer forma, a decisão deve estar de acordos com ambos. No mais, aproveite a experiência e não se esqueça de se proteger!

(538Publicações)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *