4/5/2010 às 7h35 - Atualizado em 4/5/2010 às 7h35

Novela Caminho das Índias é a grande vencedora do 12º Prêmio Contigo! de TV

R7
Redação Folha Vitória

Foto: Divulgação
Com cinco troféus, a novela Caminho das Índias foi a grande vencedora da 12ª edição do Prêmio Contigo! de TV, que aconteceu nesta segunda-feira (3) à noite, no hotel Copacabana Palace, na zona sul do Rio. A trama de Glória Perez levou a melhor nas categorias novela, autor, ator coadjuvante para Bruno Gagliasso, atriz coadjuvante para Dira Paes e ator infantil, vencido por Cadu Paschoal pelo papel do dalit Hari. O momento emoção da noite comandada por Luiz Fernando Guimarães e Fernanda Torres ficou com a homenagem a Tony Ramos, que fez os convidados irem às lágrimas ao dedicar o prêmio pelos 46 anos de carreira artística à mulher, Lidiane.
 
- É com você, minha companheira de tantos anos, que eu divido este prêmio. Sei que você vai dizer que sou eu falando mais uma vez de você, mas eu estou numa idade que eu não estou nem aí.
 
A novela Viver a Vida, que está em suas últimas semanas, não fez feio e abocanhou quatro prêmios, dos 13 no total em jogo: melhor ator (Mateus Solano pelos gêmeso Jorge e Miguel), atriz para Alinne Moraes, revelação para Adriana Birolli - a malévola Isabel - e atriz infantil para Klara Castanho, a Rafaela. A menina de 9 anos, aliás, protagonizou o momento fofo da noite em seu discurso de agradecimento.
 
- Quero agradecer ao Manoel Carlos e a todos da novela. Estou muito feliz.
 
Gravando a reta final da novela, Mateus e Alinne não foram receber seus troféus. A atriz Lília Cabral, num desabafo emocionado, recebeu o prêmio "por sua filha".
 
- A minha filha não pôde vir hoje. Ela se casou ontem e está em lua-de-mel. Pediu, então, que eu recebesse o prêmio por ela. Eu só estou aqui agora por ela. A Alinne fez um trabalho espetacular. Tenho muita honra de ter trabalhado com você, Alinne, nessa novela.
 
Indicada em seis categorias (jornalista esportivo com Mylena Ciribelli, atriz infantil com Júlia Magessi por Promessas de Amor, atriz coadjuvante com Bárbara Borges - a Elvira de Bela, a Feia -, ator coadjuvante com Petrônio Gontijo, ator com Gabriel Braga Nunes e diretor com Ignácio Coqueiro, todos por Poder Paralelo), a Record não foi premiada. Band, Rede TV!, SBT, CNT e Gazeta não tinham finalistas na premiação. A MTV concorreu com Paulo Bonfá na categoria especial jornalista esportivo, vencida por Tadeu Schmidt, do Fantástico. Em conversa com o R7, Mylena viu na indicação um reconhecimento ao seu trabalho.
 
- Fiquei feliz só de ter sido indicada ao prêmio ao lado de feras do jornalismo esportivo. É um reconhecimento. Mostra que muitos estão ligados no meu trabalho.
 
Completando a lista dos vencedores da noite, Maysa - Quando Fala o Coração foi escolhida por um júri especializado em TV a melhor minissérie; Jayme Monjardim o melhor diretor, também por Maysa; e o ator revelação ficou com Fiuk, o Bernardo de Malhação. No palco, o filho de Fábio Jr. dedicou o troféu ao pai.
 
- Não estava esperando esse prêmio. Ainda estou engatinhando. É meu primeiro trabalho na TV. Vai para o meu mestre, que é o meu pai. Sem ele eu não estaria aqui. Mateus Solano (que também concorria na categoria revelação por 'Maysa') sou seu fã, velho!
 
Os seis finalistas de cada categoria foram eleitos pelos leitores da revista, com 260 mil votos pela internet. A noite de gala da TV brasileira teve como tema a Copa do Mundo, que começa mês que vem na África do Sul.

Durante a apresentação, Nanda Costa - a Soraia de Viver a Vida, e a apresentadora Fernanda Torres se estranharam. Ela subiu ao palco para anunciar os vencedores nas categorias ator e atriz infantil, ao lado de Caio Castro. Fernanda a chamou de Amanda, e a atriz não gostou nadinha, afirmando, em tom de deboche.
 
- É Nanda, mas podem me chamar de Soraia, de Amanda, não tem problema não.
 
Fernanda Torres devolveu assim que a moça deixou o palco, puxando um coro.
 
- Nanda! Nanda! Nanda!
 
Na frente do Copacabana Palace, uma centena de fãs se acotovelava para ver seu ídolo de perto na entrada. O tapete vermelho ficou pequeno para tantas estrelas, mas teve as que fugiram do carpete. Susana Vieira e Cauã Reymond preferiram uma entrada lateral, sem enfrentar os flashes dos fotógrafos nem o batalhão de jornalistas.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014