Mulher vai correr maratona de costas para bater recorde do Guinness Book

Um desafio que surgiu após um simples passeio com seu cão de estimação pode levar o nome da corredora canadense Kat Clewley para o Guinness Book, o Livro dos Recordes. Em uma bela manhã de verão, a ex-jogadora de futebol profissional corria segurando a coleira de Vanilla, um cão da raça Schanauzer gigante, e preocupada com o desempenho do bichinho se virou para ver como ele estava. E assim continuou correndo (de costas), de frente para o animal, por 10 minutos.

Agora, a corredora que tem no currículo algumas maratonas, provas de 100 milhas, corridas de obstáculos e até um Ironman, quer encarar os 42km em marcha reversa com o tempo de 4h30. E o desafio já tem data marcada: será no dia 1º de novembro, durante a Hamilton Marathon Road2Hope, no Canadá.

Kat Clewley 2

Kat Clewley, ao lado de Vanilla, o cão que inspirou o desafio do Guinness Book

Kat Clewley será a primeira mulher a conquistar, oficialmente, esse tipo de recorde no Guinness Book. Há indícios de que uma corredora chamada Kerstin Metzler-Mennenga teria obtido a conquista em 2008, com o tempo de 4h42min38seg, no entanto, não há documentação comprovando o recorde feminino na maratona em marcha reversa. Já o recorde masculino foi estabelecido pelo chinês Xu Zhenjun, ao completar os 42km correndo de costas com o tempo de 3h43min39seg, em Pequim, no ano de 2004.

De acordo com Kat, o principal objetivo dela ao entrar no livro dos recordes é ajudar outras pessoas. “Meu foco principal e meu objetivo é inspirar os outros, para incentivar outras pessoas a tentar a sua primeira corrida, que pode ser de 5k”.

Sobre a dificuldade em andar “olhando para trás”, a corredora explica: “Se eu já conheço o meu percurso, eu não necessariamente tenho que olhar o tempo todo e nem forçar muito o pescoço. Posso apenas olhar para trás com o canto do olho”.

De acordo com a maratonista, ela ainda não tomou nenhum tombo. “Eu estou até surpresa comigo mesma”. Para Kat, a facilidade de correr “ao contrário” provavelmente foi desenvolvida pela sua experiência nos campos de futebol.

E no dia da tentativa do recorde mundial, Kat nem pensa em parar nos pontos de hidratação da maratona. Ela vai correr com uma mochila de hidratação.

Como ela treina? Faz três corridas de uma hora durante a semana, sendo 30 minutos de frente e 30 minutos de costas. Nos finais de semanas, como é de costume de todo corredor, ela faz os chamados “longões”.

E aí, quem encara uns 5km de costas, só pra começar? Risos

As informações são da revista Runners World. 
Fotos: Facebook Kat Clewley

Daniela Künsch

(1555Publicações)

Daniela Künsch é jornalista desde 2002, editora chefe do jornal Folha Vitória e corredora amadora. Depois de chegar aos 133 quilos, perdeu 65, e encontrou na corrida força e inspiração para não voltar à obesidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *