Corredor morre após ser atacado por urso em prova de montanha no Alasca

Um corredor de 16 anos morreu após ter sido atacado por um urso enquanto participava de uma corrida de montanha no último final de semana, no Alasca. Patrick Cooper atravessava terrenos selvagens quando se perdeu e encontrou o animal. O atleta chegou a enviar uma mensagem via celular para um familiar dizendo que estava sendo perseguido por um urso com mais de 100 quilos.

O organizador da prova afirmou que Patrick tinha corrido montanha acima e estava voltando em um terreno muito inclinado e com vegetação densa quando ocorreu o ataque.

Vários corredores e equipes de resgate se apressaram para chegar ao local, mas não conseguiram se aproximar porque o animal ainda estava no local guardando o corpo da vítima.

Um guarda efetuou um disparo que feriu o urso, mas o animal conseguiu escapar. O corpo de Cooper foi encontrado a 450 metros da pista em uma região com muitas árvores.

De acordo com informações da imprensa local, o último ataque de ursos com vítimas ocorreu em 2013, quando um homem foi morto por um urso negro. Na região de Anchorage, não havia mortes desse tipo desde 1995, quando dois homens foram atacados por um urso pardo.

Com informações da AFP e AP.
Foto destaque: Reprodução KTLA 5 News

Daniela Künsch

(1324Publicações)

Daniela Künsch é jornalista desde 2002, editora chefe do jornal Folha Vitória e corredora amadora. Depois de chegar aos 133 quilos, perdeu 65, e encontrou na corrida força e inspiração para não voltar à obesidade.