Categoria Personagem

Delegação capixaba está no Rio de Janeiro para a 2ª Copa Brasil de Tiro Esportivo Paralimpico

De olhos nos Jogos de Tóquio 2020 o Clube Álvares Cabral implantou um projeto de tiro esportivo. E o Clube já está colhendo resultados, com grandes nomes do tiro esportivo paralímpico, como Eloisa Fernandes e Bruno Stov. E pensando em melhorar os resultados e subir cada vez mais no ranking nacional, a delegação capixaba de tiro esportivo paralímpico está no Rio de Janeiro onde vai disputar até o ... leia mais

Medalhistas Olímpicos: os reis das areias gregas, Ricardo e Emanuel

Emanuel não consegue ouvir o Hino Nacional sem voltar a Atenas, na Grécia. Mais precisamente para o dia 25 de agosto de 2004. Ele está em pé no pódio, ao lado de seu parceiro Ricardo. E o degrau que eles ocupam é mais alto do que aqueles onde estão os outros times posicionados à direita e à esquerda do brasileiros. Ali, Emanuel ainda se enxerga a medalha de ouro dos Jogos Olímpicos no peito, ... leia mais

Tenista capixaba é aposta brasileira no ranking da ATP

O tênis é um esporte de peso em todo mundo, com milhões de praticantes nos quatro cantos do planeta. Ganhar destaque em um ambiente tão disputado, portanto, não é tarefa fácil. No Brasil, o maior nome da modalidade é Gustavo Kuerten, ex número um do mundo. Porém, é nas mãos de um capixaba que está a mais recente aposta do país no ranking internacional. Jordan Correia, natural de São Mateus, tomou para ... leia mais

Personagens Olímpicos: aos 43 anos, Robert Scheidt sonha com o tricampeonato olímpico

Robert Scheidt sentiu o coração disparar, como se fosse saltar pela boca. Tudo havia acontecido rápido demais e quando ele se refez do susto uma dúvida angustiante lhe atravessa o espírito. Ele ainda era um jovem de 23 anos e a bordo de seu barco da classe Laser vivia, naquele 17 de julho de 1996, a expectativa da contagem regressiva para o início das competições de vela dos Jogos de Atlanta. Tudo ... leia mais

Curiosidades Olímpicas: lenda da ginástica completa 41 anos e se prepara para sua sétima olimpíada

O cavaleiro canadense Ian Millar é o atleta que mais participou de edições de Jogos Olímpicos: 10 no total. É um número bastante expressivo sim, mas a modalidade ajuda: o hipismo possui atletas de idades mais avançadas em competições de alto rendimento. Só que um nome já virou lenda dos Jogos e chama a atenção. É a ginasta do Uzbequistão, Oksana Aleksandrovna Chusovitina, que vai para a sua sétima ... leia mais

Trio capixaba do futebol de areia vai jogar a Champions League Feminina

Aos sábados, nas areias do Tancredão, a bola está rolando para o Circuito Feminino de Futebol de Areia. E o beach soccer feminino está rendendo bons frutos para o Estado. Três feras do Geração Sports estão com passagem marcada para a Itália, onde vão disputar a Champions League Feminina. Noele Bastos, Bárbara Colodetti e Letícia Villar vão defender times italianos e levar toda a habilidade do futebol ... leia mais

Superação: paratleta da zona rural de Marechal Floriano encontra no rugby uma chance para recomeçar

O Brasil é uma potência no esporte paralímpico. Prova disso foi a primeira colocação no quadro de medalhas no Parapan de Toronto, Canadá, no ano passado. E o Espírito Santo também possui essas feras. Alguma delas você já conheceu aqui no Louca por Esportes.     E hoje é dia de conhecer a história do Patrick! Perda de peso, melhora da saúde, da respiração e o aumento da sensação de bem-estar. ... leia mais

Eloisa Fernandes e Bruno Stov: as feras do tiro esportivo paralímpico

Eloisa Fernandes  e Bruno Stov são cadeirantes e já nasceram com lesão. Passaram a vida sob cadeira de rodas trilhando metas e lutando pelos seus sonhos.  E há menos de dois anos a dupla descobriu um talento em comum: o tiro esportivo. Hoje as duas feras representam o Espírito Santo lá fora, sendo as maiores promessas da modalidade do nosso Estado. Se a trajetória ainda é curta, os resultados são ... leia mais

Tiozinho dá exemplo de superação na natação e sonha com Paralimpíadas

No Parapan de Torotno, Canadá, realizado em agosto deste ano, o Brasil ficou em primeiro lugar no quadro de medalhas com 257 no total, sendo 109 de ouro, 74 de prata e 74 de bronze. (No Pan ficou em terceiro, com 141 medalhas). O paradesporto no Brasil está ganhando destaque. No Espírito Santo, muitos nomes, como Daniel Mendes e Renata Bazone (paratletismo) colecionam medalhas e, hoje, estão entre os ... leia mais