Com time completo no Japão, Brasil inicia preparação para playoffs da Copa Davis

 Versão para impressão  

Osaka, Japão - O Brasil iniciou nesta segunda-feira, com seu time completo em Osaka, no Japão, a preparação para enfrentar o Japão pelos playoffs do Grupo Mundial da Copa Davis. Neste final de semana, de sexta a domingo, os brasileiros tentarão voltar à elite da competição mais importante entre países no tênis. Os jogos serão no Utsubo Tennis Center, ao ar livre e em quadras rápidas.

O capitão brasileiro João Zwetsch se surpreendeu com a quadra que será utilizada e acredita que o confronto será difícil, mas o Brasil pode surpreender. "A quadra está mais lenta do que esperávamos e também gostamos da bola que será usada nos jogos. A expectativa do confronto é de partidas longas, pela característica dos jogadores de simples deles e nossos. A disputa será dura e aberta, creio que as possibilidades estão meio a meio para cada lado", afirmou.

O técnico brasileiro acredita que mesmo com o fuso horário a equipe estará bem adaptada até o início do confronto. "Todos estão treinando bem, se adaptando ao fuso horário, que não é uma coisa fácil e até sexta-feira (noite de quinta no Brasil), todos estarão prontos. O mais importante é a dosagem na preparação, o pessoal chega de uma viagem longa e é bem delicado nos primeiros dias mas, passando os dois primeiros dias, tudo fica normal", concluiu João Zwetsch.

A equipe brasileira em Osaka é formada pelos tenistas Thiago Monteiro e Guilherme Clezar, que jogarão as partidas de simples, e os duplistas Marcelo Melo e Bruno Soares, além do reserva Marcelo Zormann e do juvenil Thiago Wild. A comissão técnica tem o capitão João Zwetsch, o técnico Daniel Melo e o preparador físico Eduardo Faria. Também integra a delegação o ex-tenista profissional Thomaz Koch, a convite da CBT.

"Meu foco agora está todo voltado para a Davis. Vamos aproveitar os dias que antecedem o confronto para adaptação ao fuso e treinar, nessa preparação para ajudar o Brasil a conquistar a vaga no Grupo Mundial", afirmou Marcelo Melo, que passou uma semana em Belo Horizonte depois da participação no US Open, em Nova York, nos Estados Unidos.

 Versão para impressão  
Jornal Folha Vitória
Todos os direitos reservados © 2007-2016