Pais e professores, cuidado com crianças “dedo-duro”

Olá!

Uma cilada comum em que os adultos caem com frequência é aquela em que uma criança “dedura” outra com a intenção de ver a outra levar uma bronca e ela leva!! Quem nunca viu outra criança se divertindo enquanto levava uma bronca ou apanhava? É um ciclo vicioso: uma criança faz algo indesejado, a outra dedura, a primeira recebe atenção negativa (que ainda é atenção e pode reforçar o comportamento) e a criança que dedurou sente prazer com o outro se dando mal! Por necessidade de atenção, o ciclo pode se repetir indefinidamente.

Como quebrar este ciclo?

O adulto não cair na delação da criança.

Por exemplo:
– A Ana tá subindo no sofá… (diz Pedro querendo ver Ana levar uma bronca.)

Adulto para Pedro:
– Eu vi… e você, o que está fazendo de bom? (Sem ironia. Com interesse genuíno.) Ah… legal… (Isso leva Pedro a olhar mais para si mesmo e sua produtividade que para o outro e seu equívoco.)
Minutos depois, se a Ana não parou o comportamento, o adulto pode dizer:

– Ana, pode vir aqui me ajudar com as cenouras? (Isso tira o foco de Ana do comportamento indesejado e a coloca com foco em uma atividade produtiva sem humilhação.) Se a situação indesejada voltar a acontecer, enquanto ralam as cenouras podem conversar sobre as regras da casa, os combinados, os porquês de subir no sofá e etc.

Somos nós os adultos.

Somos nós que não devemos entrar nas ciladas culturais em que estamos vivendo.

Estude para ser pai e mãe!

Compartilhe e marque os amigos!

Siga no YouTube: link na bio ou aqui www.youtube.com/isaminatel?sub_confirmation
Siga no Insta: @isa.minatel e @canalmundoemcores

(474Publicações)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *