Como ficou seu corpo após a gestação?

Lorena rosto

Por Lorena Perdigão



Sempre sonhei em ser mãe.

Desde a adolescência já sabia que seria mãe de dois filhos, pois esse era um desejo, um projeto de vida. E aconteceu! Tenho dois menininhos lindos e passei por duas gestações completamente diferentes, embora os questionamentos tenham sido semelhantes. As dúvidas básicas de como será daqui para frente; como será o parto, o puerpério; como ficará a relação com marido, com o trabalho, a família e os amigos?

Pensamentos que permeavam aqueles momentos sublimes (ao menos para mim, que amo ficar grávida!) e me envolviam em sentimentos muito ambíguos e confusos. Acredito que isso aconteça com a maioria das mulheres, em intensidades e formas diferentes e muito deve-se à bagunça hormonal que ocorre no organismo feminino nesse período. Uma das coisas que martelava a minha cabeça durante as duas gestações era: e o meu corpo, o que será dele agora?

Durante as minhas duas gestações me perguntei por muitas e muitas vezes como ficaria meu corpo após passar por aquilo tudo e quando eu conseguiria, efetivamente, retornar à minha rotina de exercícios físicos, já que isso sempre fez parte do meu cotidiano. Quando digo sempre entenda por toda minha vida, desde que me conheço por gente.

Sim, era uma preocupação com a estética, mas também com algumas consequências que gestação e parto poderiam me gerar, como diástase abdominal (grande separação dos feixes do músculo reto abdominal), má postura, fraqueza da musculatura do assoalho pélvico (períneo)… enfim, eu tinha uma lista de possíveis ‘sequelas’.

“Devido à rotina de trabalho e cuidado com os dois pequenos, não consegui retomar as atividades na intensidade e frequência que estava acostumada, (…) assim, sinto que meu corpo se modificou radicalmente!”

A mídia mostra muitas gestantes saradas, puérperas recém-paridas, que já surgem lindas nas revistas com o corpo como antes da gravidez. De alguma forma, toda mulher espera que um milagre desses aconteça consigo, mas a realidade é outra. A maioria das mulheres fica com o corpo diferente: um pouco mais flácido, com menos tônus muscular e isso é totalmente compreensível e normal.

Uma enxurrada de um hormônio, a relaxina, é liberada no nosso organismo durante a gestação e sua função é de afrouxar nossas articulações para que o quadril possa se abrir para o encaixe e passagem do bebê, pois o corpo precisa se preparar para que um bebê passe pelo canal de parto (a vagina). Ainda que você não queira de forma alguma um parto normal a liberação desse hormônio é fisiológica e inevitável! Ocorre que a relaxina acaba afrouxando também outros tecidos, como músculos e pele e é aí que as coisas se complicam e as dificuldades aparecem, já que as mudanças permanecem por um bom tempo.

Vejam o meu caso:

                 

Acervo Pessoal

                             

Essa aí da foto sou eu 1 ano depois da minha primeira gestação. Estava, então, com 67 quilos e meu corpo voltou a ser parecido com o que sempre foi, embora com 3 quilos extras e um pouco mais flácido. Fiz musculação, pilates e dança flamenca até a 36º semana e ganhei 14 quilos durante toda a gestação. Não consegui amamentar (…) e só consegui recuperar meu peso anterior, 64 quilos, 1 ano e 10 meses depois. O retorno à minha rotina de atividades foi 45 dias após minha cesárea. Senti muita diferença na força e resistência muscular do meu abdômen.

                           

Acervo Pessoal

Acervo Pessoal

      

Essa da foto de cima sou eu de novo!!!! Agora 1 ano depois da segunda gestação. Ganhei apenas 8 quilos e os perdi nos primeiros 10 dias pós-parto – meu tão sonhado parto natural. Amamentei por 6 meses e meu bebê resolveu desmamar depois desse período. Logo em seguida, ganhei 5 quilos extras e agora estou com 72 quilos. Acredito que tive uma pequena, mas incômoda, diástase abdominal. Devido à rotina de trabalho e cuidado com os dois pequenos, não consegui retomar as atividades na intensidade e frequência que estava acostumada, mesmo passando muitas horas dentro de uma sala de pilates (onde sou proprietária e professora), assim, sinto que meu corpo se modificou radicalmente!

Hoje, tenho outro peso, outra textura da pele, mas posso afirmar uma coisa: FELICIDADE DOBRADA com meus menininhos!! Isso tem que ser o mais importante! Você precisa se sentir bem com seu próprio corpo, mas também com sua maternidade e entender que as mudanças aconteceram por um bem maior, a chegada de uma nova vida. E quer saber? Tudo pode voltar a ser como antes, basta querer!


Eu já abri meu baú e o coração. E você? Conte pra gente como ficou seu corpo após a gestação!

                    Lorena

Priscila Moura

(311Publicações)

Priscila Moura é mãe de um casal e tenta equilibrar as aventuras da maternidade, vida pessoal e carreira. Atualmente, é sócia em uma empresa focada no público mãe e coordena a FanPage Francisquice.

Comentários (3)

  1. Giselle Madeira

    Eu nao consigo relaxar e me sentir ” de boa” com meu corpo pós gestação. Primeira vez que pari, tinha 23 anos e ano passado com 29 tive outro baby…não tenho uma gene tica milagrosa e malho desde quando a médica liberou, mas não vejo melhora… penso sempre que vou ter que recorrer a cirurgia plastica para ter minha auto estima de volta. Nao tá facil.

    Responder
    1. Lorena Perdigão

      Oi, Giselle!! Preciso te dizer uma coisa: a Giselle que vc foi antes de ser mãe não existe mais, aquele corpo de antes não existe… parece triste, né? Mas não é!! Vc é outra mulher agora! Vc é mãe e de 2!! Vc é tão poderosa e especial que seu corpo foi capaz de gestar e parir 2 novas vidas! Seu corpo é perfeito! Mas se mesmo eu te dizendo isso vc ainda achar que o melhor a fazer é uma cirurgia plástica, vá em frente! Retome as rédeas da sua auto-estima e faça o que puder para ficar feliz consigo mesma, o importante é o amor próprio. Ah! Não se exija tanto, não seja tão dura com vc, seu corpo tem que ser bonito única e exclusivamente pra vc! Monte de beijos!!

      Responder

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *