30 mar 2011

Encontro técnico com pescadores será realizado em Marataízes

Publicado às 10:33 | Postado por Folha Vitória

Um encontro que tem o objetivo de orientar e discutir políticas públicas com pescadores do litoral sul capixaba será realizado nesta quarta-feira (30), no auditório da Prefeitura de Marataízes, às 12 horas.

De acordo com o secretário municipal de Pesca de Marataízes, Bruno Machado, trata-se de um encontro técnico no qual o poder público municipal e estadual, em conjunto com as lideranças do setor, notadamente dirigentes de associações de pesca, colônias e demais categorias envolvidas com a pesca, vai analisar e discutir uma agenda de trabalho comum a partir das políticas públicas já existentes para o setor da pesca.

Da parte do poder público, além dos técnicos da prefeitura de Marataízes, deverão estar presentes representantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), do Instituto Capixaba de Pesca e do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). O primeiro encontro será voltado para seis municípios da região: Presidente Kennedy, Itapemirim, Marataízes, Piúma, Anchieta e Guarapari, que representam 55% dos pescadores do Estado.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
23 mar 2011

Artesãs de Anchieta fazem curso e vendem seus produtos

Publicado às 11:19 | Postado por Folha Vitória

Cerca de dez mulheres que fazem parte do grupo de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e executam atividades manuais como bordados, vagonite e atividades com garrafas peti, foram convidadas a colocar seus produtos à venda na loja da Associação Anchietense de Artesanato (Assanat), situada na Praça dos Imigrantes.

Essa nova turma do projeto de Trabalhos Manuais, que também tem como parceiro a Associação da Unidade Primária de Materiais Recicláveis da Comunidade de Nova Esperança (Unipran), foi iniciado em fevereiro, tem duração de quatro meses e é coordenado por Maria Antonieta Marchezi.Para a coordenadora do CRAS, Sandra Carriço, “esta é uma porta de entrada para que essas dez mulheres possam ter autonomia para fabricarem e venderem seus produtos, tendo o CRAS como um articulador e intermediário para que essa parceria fosse feita. Dessa forma, é possível que seja despertado a idéia de cooperativismo entre elas e que outras parcerias se firmem”.

O CRAS, em parceria com o Sebrae/ES, vai promover o curso Negócio Certo para todos os assistidos pelo Centro de Referência e para a Assanat, com as seguintes temáticas: Gerando Idéias de Negócio, Verificando a Viabilidade do Negócio, Formalizando Negócio, Organizando e Administrando Negócio e Relacionando o Mercado com o Negócio.

Com informações do correspondente da Rede Vitória no Sul do Estado, Ramon Barros.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
23 mar 2011

Anchieta promove Curso Internacional em parceria com Governo Federal

Publicado às 11:13 | Postado por Folha Vitória

A Prefeitura de Anchieta, por meio da Secretaria de Integração Econômica e Regional e em parceria com o Ministério da Integração Nacional, vai promover o Curso Internacional de Planejamento Estratégico do Desenvolvimento Regional e Local, que será realizado dia 28 de Março, às 08h30, no Auditório do Hotel Aquário, em Ubú, Anchieta.

São parceiros do evento o Ministério da Integração Nacional, o Governo do Estado do Espírito Santo, o Instituto Latino Americano e do Caribe de Planejamento Econômico e Social (ILPES) e o Consórcio Público de Desenvolvimento Regional Sul (Condesul).

Dentre os palestrantes do primeiro dia (28/03), estão confirmados o Presidente do Condesul e Prefeito de Anchieta, Edival Petri; o Secretário de Estado de Economia e Planejamento; o representante da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial; o Secretário de Política Nacional de Desenvolvimento Regional do Ministério de Integração, e os representantes das empresas Petrobrás, CSU/VALE e Samarco.

Para a solenidade de abertura, o convite é aberto a todos os interessados. Para o curso, que será realizado entre os dias 28 de Março e 15 de Abril, o público-alvo são lideranças regionais, empresários, entidades e gestores públicos que estão inscritos e preencheram as 45 vagas disponíveis.

Segundo o secretário de Integração Econômica e Regional, Marcus Zanotti, o Curso Internacional tem por objetivo capacitar agentes públicos e privados para a elaboração e gestão de planos estratégicos de desenvolvimento local e regional, abrangendo aspectos econômicos, sociais, ambientais e políticos.

Com informações do correspondente da Rede Vitória no Sul do Estado, Ramon Barros.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
15 mar 2011

Cachoeiro de Itapemirim fomenta criação de polo de acerola

Publicado às 13:03 | Postado por Folha Vitória

O município de Cachoeiro de Itapemirim deverá abrigar um novo polo de fruticultura. A prefeitura está empenhando esforços para incentivar o cultivo da acerola em áreas rurais do município, com a intenção de criar novas oportunidades de emprego e renda para o homem do campo.

No final de fevereiro as secretarias municipais de Trabalho e Habitação (Semutha), Agricultura e Abastecimento (Semag) e o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) se reuniram no auditório do Sindicato Rural.

Na ocasião foi discutido o potencial da agricultura familiar no município, as condições políticas favoráveis ao desenvolvimento da atividade, a possibilidade de apoio material do município para a implementação de atividades e a atuação em parceria dos futuros produtores locais com a Coopervidas – uma cooperativa de agricultores com sede em Piúma.

A intenção, agora, é dar andamento às discussões, envolvendo, também, os produtores rurais. Em abril, a prefeitura pretende desenvolver um Seminário Municipal sobre Fruticultura em parceria com o Incaper e o OCB/SESCOOP/ES.

Polo deve abrir novas oportunidades para o produtor

Para o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, José Arcanjo, a instalação do pólo vai significar diversificação agrícola, em áreas próprias para o cultivo da acerola, com solos ricos e água abundante para a irrigação.

“A fruticultura é bastante rentável, principalmente o cultivo de acerola. Há uma demanda crescente para o consumo de frutas no mundo inteiro. Além do mercado comum, também é possível participar de licitações já que alguns municípios têm comprado o produto para a alimentação escolar”, disse o secretário.

Com informações do correspondente da Rede Vitória no Sul do Estado, Ramon Barros.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
15 mar 2011

Cachoeiro celebra o Dia do Consumidor com palestras para alunos

Publicado às 12:58 | Postado por Folha Vitória

Para lembrar o Dia Internacional do Consumidor, 15 de março, o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Cachoeiro de Itapemirim (Procon) vem realizando desde o começo do mês atividades voltadas à educação para o consumo. Desde o dia 1° de março estão sendo ministradas palestras nas escolas públicas municipais, para os alunos do 8° e 9° anos, servidores das escolas e pais convidados.

As palestras são ministradas pelos próprios auditores fiscais do Procon. Eles utilizam slides e transmitem dicas relacionadas aos Direitos do Consumidor. Também distribuem material de orientação alertando sobre os principais problemas enfrentados pelos consumidores.

O objetivo é difundir a cultura do cidadão consumidor, consciente de seus direitos e obrigações. “Escolhemos os alunos do 8º e 9º anos porque esta é uma fase mais madura, em que o adolescente consegue assimilar as informações, recebendo e transmitindo melhor a mensagem que lhe é passada”, ressalta o coordenador do Procon, Rogério Athayde.

Duas escolas já receberam as palestras. São elas a EMEB Galdino Theodoro da Silva e a EMEB Deusdedit Baptista. De acordo com o cronograma do  Procon, mais seis escolas vão receber a programação: Jenny Guárdia, Monteiro Lobato, Maria das Dores Pinheiro Amaral, Anísio Ramos, Julieta Deps Talon e Professor Pedro Estellita Herkenhoff.

Ação especial no dia do consumidor
Nesta terça-feira (15), Dia do Consumidor, o Procon vai fazer uma ação especial. Todos os atendimetos realizados na sede do órgão  estarão disponiveis em uma tenda montada na praça Jerônimo Monteiro, Centro .

“É uma forma de divulgar o nosso trabalho e aproximar o Procon da população, destaca o coordenador do órgão, Rogério Athayde.

Além dos fiscais, atendentes e funcionários do setor jurídico que estarão disponíveis, das 7h às 17h, para o atendimento de reclamações, dúvidas e orientação, a equipe também vai fazer a distribuição de material informativo.

Mais de 8,6 mil atendimentos em 2010
Em 2010 o Procon Municipal de Cachoeiro realizou 8.645 atendimentos. Desse total, em  4.207 não houve a necessidade de formalização de processo. O balanço também  registra 640 audiências conciliatórias.

Ampliação de horário

Desde fevereiro os consumidores passaram a contar com duas horas a mais de atendimento no Procon. Agora são dez horas de atendimento ininterrupto, de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. Antes o funcionamento para o público era de 7h às 15h. Além disso, das 17h às 18h fiscais ficam de plantão, caso algum consumidor precise tirar dúvidas via telefone.
 
Saiba mais

O Procon de Cachoeiro funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, na avenida Monte Castelo, 28, bairro Independência, próximo ao Colégio Jesus Cristo Rei. O telefone é 3155-5262.

Com informações do correspondente da Rede Vitória no Sul do Estado, Ramon Barros.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
4 mar 2011

Famílias carentes de Cachoeiro de Itapemirim terão desconto em energia elétrica

Publicado às 12:46 | Postado por Folha Vitória

Famílias carentes de Cachoeiro de Itapemirim agora contam com mais um benefício: a Tarifa Social de Energia Elétrica. O desconto será dado às famílias que possuem renda per capita de até meio salário mínimo e estejam inscritas no Cadastro Único dos programas sociais do governo federal, o CadÚnico.

O benefício é concedido para os primeiros 220 kW/h consumidos. Para quem consome até 30 kW/h mensalmente, o desconto é de 65%. Entre 31 e 100 kW/h, 40% de desconto, e entre 101 e 220 kW/h, 10%.

Para se inscrever, os interessados devem comparecer à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), com os documentos necessários para cadastro no sistema. “O Cadastro Único é a base dos programas sociais. Temos quase 13 mil famílias inscritas e a estimativa da EDP Escelsa é de que, dessas, mais de 10 mil possam ser beneficiadas”, explica a secretária de Desenvolvimento Social, Nilcéia Pizza. O cadastramento é levado também às comunidades durante as edições do programa Cachoeiro Família Cidadã.

As inscrições podem ser feitas nas unidades do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) dos bairros Alto União, Jardim Itapemirim e Village da Luz e do distrito de Burarama e no Bolsa Família, na Ilha da Luz. As unidades do Cras atendem de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h. No Bolsa Família, o atendimento é de segunda a quinta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 16h, no local e pelo telefone 3518-7348.

Após a inscrição no CadÚnico, a pessoa deve procurar a EDP Escelsa para requerer o beneficio. A agência está localizada na rua Costa Pereira, 2/4, Centro. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira das 8h às 16h30.

Mais informações no telefone: 0800-721-3321 .

Documentos necessários para o cadastramento:
Para criar o cadastro no CadÚnico, são necessários os seguintes documentos originais: carteira de identidade, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho, comprovantes de matrícula escolar (até 17 anos) e residencial (conta de água ou energia) e cartão de vacina, no caso de menores de sete anos e contracheque de todos que trabalham na residência.

Endereços das unidades do Cras:
Alto União – Rua José Olímpio Gomes, s/n°. Tel.:3155-5413
Burarama – Rodovia João Zago, s/n°.
Jardim Itapemirim – Rua Aryo Sandemberg, s/n°. Tel.: 3155-5329
Village da Luz – Alto Village. Rua Pedro Viera, s/n°. Tel.: 3155-5259

Saiba como ter o desconto na conta de energia
A Tarifa Social de Energia Elétrica é um desconto na conta de energia concedido para os primeiros 220 kW/h consumidos mensalmente por clientes residenciais, classificados na subclasse baixa renda. Para obter o benefício, a família deve estar inscrita no Cadastro Único dos Programas Sociais do governo federal (CadÚnico) e procurar a EDP Escelsa portando:

-Nome do beneficiário;
-Número de Identificação Social NIS (CadÚnico – obtido na prefeitura);
-CPF (Cadastro de Pessoa Física);
-Carteira de Identidade (ou outro documento de identificação social com foto);
-Informar se a família é indígena ou quilombola, ou se há integrante na família que receba o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BCP). Nesse caso, é preciso informar Número do Benefício (NB) ou o Número de Identificação do Trabalhador (NIT).

Com informações do correspondente da Rede Vitória no Sul do Estado, Ramon Barros.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
1 mar 2011

Câmara Municipal de Anchieta propõe Programa de Estágio

Publicado às 10:46 | Postado por Folha Vitória

Tramita na Câmara Municipal de Anchieta o Projeto de Resolução nº 04/2011, que institui Programa de Estágio para Estudantes de Ensino Médio, Técnico e Superior. A proposta é de autoria da Mesa Diretora.

O texto prevê que fica autorizada a contratação por tempo determinado, por meio de convênios com agentes de integração, estagiários de ensino médio, para atuarem nos diversos setores da Câmara Anchietense.

Para habilitar-se ao estágio, o estudante deverá estar frequentando regularmente o ano letivo, comprovando com certificação do estabelecimento de ensino e preencher os seguintes requisitos: estar obrigatoriamente cursando o ensino médio ou ensino superior; possuir idade mínima de 16 anos de idade e ser residente do Município de Anchieta.

Com informações do correspondente da Rede Vitória no Sul do Estado, Ramon Barros.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
24 fev 2011

OAB do Estado acompanha desenvolvi​mento do litoral sul

Publicado às 12:05 | Postado por Folha Vitória

A OAB-ES se uniu a Associação de Pescadores de Ubu na busca por maior transparência nas informações e também por um maior engajamento populacional nos grandes temas regionais. Segundo a presidente da Comissão, Stella Emery, o entendimento é que a Ordem deve participar dessa discussão assim como as demais organizações da sociedade civil.

“A discussão é de grande relevância, pois amplia o debate jurídico ambiental, envolvendo advogados, instituições e sociedade civil, com ênfase na missão de ampliar a discussão sobre os impactos ambientais da instalação da usina na região de Anchieta”, afirmou. A Câmara Municipal de Anchieta está localizada na rua Nanci Ramos Rosa, nº 87, Potal de Anchieta.

Mais no extremo sul, especificamente em Presidente Kennedy, Marataízes e Itapemirim, a discussão passa agora pelo licenciamento ambiental do mineroduto daempresa Ferrous, uma vez que a implantação do empreendimento foi, à época, bastante discutido pela sociedade.

Com informações do correspondente da Rede Vitória no Sul do Estado, Ramon Barros.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
19 fev 2011

Cafeiculto​res tem grande prejuízo com estiagem em Marechal Floriano

Publicado às 11:58 | Postado por Folha Vitória

Cafeicultores da região de montanhas do Estado já estão contabilizando os prejuízos causados pela estiagem deste início de ano, período em que os cafezais necessitam de água para a formação dos grãos. A previsão, em algumas regiões, é de uma perda de 10% do total da produção de café arábica.

Em Marechal Floriano, alguns produtores acreditam que os prejuízos podem chegar a 30% em determinadas lavouras. É o caso do produtor rural Cleber Antonio Schneider, 36 anos, da localidade de Boa Esperança, em Marechal. Segundo ele, a cada dia a situação se agrava.

“Cada dia que passa as lavouras ficam ainda mais amareladas e uma maior quantidade de grãos ficam queimados pelo sol ou amadurecem sem terem finalizado o processo de formação. É muito triste vermos nossas lavouras sofrendo por falta de chuva”, disse.

O extensionista do escritório do Incaper de Marechal Floriano, Ubaldino Saraiva, confirmou que em média, entre 5% a 10% da produção cafeeira de Marechal já está comprometida. Ele destacou que em algumas lavouras, como é o caso de Schneider, a perda já é maior.

“Em janeiro de 2009 choveu 392 milímetros na região de Marechal Floriano. No ano passado, quando os cafeicultores também sofreram com a seca, a quantidade de chuva foi de apenas 10,8 milímetros em janeiro. Este ano foram 85 milímetros. Já o mês de fevereiro, até hoje (ontem) tivemos a menor quantidade de chuva se comparado aos dois anos anteriores”, informou Saraiva.

Segundo ele, a falta de chuva também prejudicou a adubação das lavouras. “A maior parte dos cafeicultores fez apenas uma adubação. Isso é um fator preocupante, pois os pés de café precisam de boa nutrição nesse período, que é quando os grãos estão em fase final de maturação”, destacou.

Em Brejetuba, município que é o maior produtor de café arábica do Estado, a estiagem também está trazendo preocupação e prejuízos aos cafeicultores. Segundo a engenheira agrônoma da prefeitura, Clarinda Morgan, no último ano o prejuízo médio com a seca chegou a 40% da produção total.

Com informações do correspondente da Rede Vitória no Sul do Estado, Ramon Barros

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
16 fev 2011

Cafeicultores participam de reciclagem em Alfredo Chaves

Publicado às 11:05 | Postado por Folha Vitória

Mais de 55 produtores de café de Marechal Floriano e Alfredo Chaves, que utilizam do método de beneficiamento do produto, participaram de um dia de campo sobre o uso da palha como combustível no secador de café de fogo indireto, realizado pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

A capacitação foi divida em duas etapas, sendo a primeira em Marechal Floriano, no distrito de Santa Maria de Marechal, na propriedade da Cafeeira Krohling, e a segunda, no distrito de São Martin, em Alfredo Chaves, na propriedade do senhor Sebastião Pinon.

Segundo o extensionista do Incaper, Ubaldino Saraiva, o objetivo da ação é, além de orientar, o curso vai conceder licença ambiental, por meio do Idaf, aos produtores que utilizam o beneficiamento de café nos municípios de Marechal Floriano e Alfredo Chaves, ambos localizados na região serrana capixaba, enquanto o Incaper auxiliará os novos hábitos ambientalmente corretos.

“O dia de campo teve resposta positiva, pois o produtor viu como funciona essas técnicas para não degradar o meio ambiente, e isso vai transformar o dia a dia deles. Abordamos as instruções de uso da palha de café e a destinação da água utilizada no despoupamento do produto, que é contaminada e acaba indo para o leito dos rios e até para o lençól freático”, complementa o extensionista.

Normas

A realização desse dia de campo aconteceu a partir da necessidade de os produtores de café se adequarem às normas ambientais em vigor no Estado. Aqueles que beneficiam o produto e realizam descarte de forma incorreta, receberão uma licença para produzir a partir das regras apesentadas no treinamento.

O dia de campo faz parte da segunda etapa do projeto de regularização ambiental dos dois municípios. A primeira fase – de um total de três – foi o recolhimento da documentação necessária para o licenciamento ambiental, feito pela Aprosmar.

A segunda etapa foi o dia de campo, coordenado pelo Idaf, e a terceira, é a assistência técnica prestada pelo Incaper aos produtores já licenciados e habilitados para fazer o uso da palha como combustível no secador de café, além de poupar recursos naturais, como a água, da contaminação dos insumos e produtos utilizados no beneficiamento do café.

Com informações do correspondente da Rede Vitória no Sul do Estado, Ramon Barros.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:

4Ps Agência Digital agência digital 2007 - FOLHA VITÓRIA - Todos os direitos reservados - Anuncie - Expediente - Cadastro - Fale Conosco - Política de Privacidade - RSS