Seu cachorro come muito rápido? Atenção!

A hora de comer é um dos momentos de maior alegria para os cães. Mas toda essa felicidade não pode se transformar em euforia: há muitos casos de cachorros que ficam excessivamente agitados e acabam se alimentando rápido demais, ingerindo grandes quantidades em um espaço muito pequeno de tempo. O tutor precisa saber que tal comportamento não deve ser considerado normal e a correção é necessária, visando principalmente a saúde dos pets.

Há alguns motivos que justificam o “desespero” do animal no momento de se alimentar, como esclarece a médica veterinária Ana Paula Có Lisboa, da Nutriave Alimentos. Segundo ela, o motivo mais comum está relacionado à ansiedade, que desencadeia uma aceleração na hora de realizar as atividades. Além disso, um próprio instinto pode fazer com que ele queira comer rápido com medo de perder o alimento para outro animal, o que não é raro principalmente em casos de cães resgatados ou que compartilham o lar com outros animais.

Mas por que desencorajar o comportamento? “A ingestão de grande quantidade de alimento de uma vez faz com que o cachorro aumente de forma abrupta o volume do estômago, sem que a liberação de enzimas digestivas ocorra regularmente para a absorção dos nutrientes. Isso afeta a digestão e pode causar até quadros de torção estomacal, além de ganho de peso irregular (o cão come tão rápido que não se sente saciado) ou até mesmo aerofagia (quando o animal engole ar), gerando desconforto abdominal e gases”, explica Ana Paula.

Para reverter o costume, deve-se, primeiramente, reduzir o nível de estresse a que o pet pode estar sendo submetido, principalmente no que diz respeito ao momento da alimentação – é preciso observar se há competição com outros animais, se o alimento está sendo fornecido em quantidades e porções ideais durante o dia, se o local para sua alimentação não é agitado, se os comportamentos ansiosos estão sendo “recompensados” de alguma forma etc. Há também no mercado alguns tipos de “comedouros lentos”, que permitem que o pet se acostume a ingerir a comida com calma, treinando-o. Faça-o perceber que o momento de comer não precisa ser uma corrida! A saúde do seu aumigo agradecerá.

Equipe Petblog

(127Publicações)

Comentários (1)

  1. Pingback: 6 invenções incríveis para facilitar a vida com os pets - Petblog

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *