Projeto “Todos pelo verde”

pos-27-09-11-img-01

Movido pela preocupação com o atual panorama de insustentabilidade ecológica da região noroeste do ES, caracterizado pelo baixo índice pluviométrico, alto nível de assoreamento dos cursos d’água e a ausência quase completa da cobertura vegetal nativa, levando a um processo gradativo de escassez hídrica, o Colégio Marista, por meio do GRAMA – Grupo de Ambientalistas Marista, assumiu o compromisso de integrar a sociedade, as empresas e órgãos governamentais num projeto que fomente o reflorestamento de áreas públicas urbanas, como forma de sensibilizar e envolver a comunidade no enfrentamento à eminente desertificação.

Dentre os diversos projetos desenvolvidos pelo GRAMA, destaca-se o Projeto Todos pelo Verde, que tem como objetivo principal sensibilizar e articular as instituições públicas e entidades da sociedade num projeto integrado e contínuo pela preservação dos espaços legalmente destinados à conservação de áreas verdes nos bairros urbanos da cidade.

Esse projeto se desenvolve em duas etapas: oficina de produção de mudas de árvores com a comunidade Marista e constituição de parcerias para o reflorestamento de áreas verdes urbanas.

O primeiro plantio aconteceu em setembro de 2011, tendo envolvido vários parceiros da iniciativa privada, órgãos públicos, ONGs e moradores do entorno.

Em 2012, todas as ações foram voltadas à manutenção da área.

A partir de 2013, com a parceria com a TV Gazeta Noroeste, o projeto Todos pelo Verde ganhou força na divulgação de suas intenções e objetivos, facilitando a adesão das comunidades e a articulação de parceiros junto à iniciativa privada. A parceria possibilitou mais agilidade na identificação das áreas a serem plantadas, bem como a aquisição de recursos para estruturação das ações.

Em setembro de 2015, a ação de reflorestamento da área verde ocorreu no Residencial Cidade Jardim (Colatina), onde foram plantadas 300 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica.

No ano de 2016 o leque de parcerias foi significativamente ampliado, bem como a participação dos segmentos educacionais do Colégio Marista e da sociedade colatinense. A ação pública de plantio das árvores aconteceu no mesmo bairro do ano anterior – Residencial Cidade Jardim – dando continuidade ao processo de reflorestamento do corredor verde instituído no local.

Em 2017, a ação pública de plantio das árvores aconteceu no mesmo bairro dos últimos dois anos, concluindo o processo de reflorestamento do corredor verde, numa área de cerca de 2 (dois) hectares.

 
O projeto continua avançando na meta de promover a sensibilização de mais pessoas e instituições no desafio de reverter o processo de desertificação que assola a região noroeste capixaba, onde se encontra a cidade de Colatina.

Atividades educativas e práticas foram desenvolvidas, durante o ano, no sentido de incentivar o contato e uma relação mais próxima das pessoas para com as árvores, seres fundamentais ao equilíbrio ecológico e hídrico da Terra.

Alunos dos segmentos Educação Infantil, Ensino Fundamental I e Ensino Fundamental II foram envolvidos em oficinas de produção de mudas, tendo sido estimulados a protagonizar todo o processo, desde a coleta das sementes até a manutenção das mudas nos recipientes de espera pré-plantio. Pais de alunos também participaram das oficinas de produção de mudas e, sobretudo, no acompanhamento dos filhos no plantio das mudas produzidas.

Com o envolvimento de mais parceiros, foi possível ampliar a participação da sociedade na ação de plantio, no dia 23 de setembro de 2017, onde foram plantadas 1000 árvores, todas de espécies nativas da Mata Atlântica. Das árvores plantadas, 40% foram doadas pelo Instituto Terra, parceiro do projeto desde o início, em 2012. O restante veio da produção dos alunos do Colégio Marista, nos anos 2016 e 2017, além de doações da Prefeitura Municipal de Colatina, IFES Campus Colatina e da ONG GAMBA – Grupo Ambientalista Bio Atlântica, sediada em Colatina.

Além dos parceiros das edições anteriores (Gazeta, Grupo Nicchio, UNIMED, Viação Joana Darc, Grupo Escoteiro de Colatina e Empresa de Luz e Força Santa Maria), neste ano, o mutirão de plantio contou com a participação direta de outras instituições, tais como: ACADAMA – Associação Capixaba em Defesa das águas e da Mata Atlântica, IFES Campus Itapina, GAMBA – Grupo Ambientalista Bio Atlântica, ACODE – Associação Colatinense de Defesa Ecológica, Rádio Clube do Rock, ACICO – Associação dos Ciclistas de Colatina, ACACO – Associação dos Canoístas de Colatina, ACADAMA e moradores de Colatina. Participaram da ação cerca de 340 pessoas entre organizadores, parceiros e cidadãos em geral.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *