Cuidado! Frutas podem manchar a pele em contato com o sol

Os dias de verão ainda seguem perfeitos para curtir o sol e o calor, conhecer novas praias e ainda degustar de frutas e bebidas maravilhosas e refrescantes. Porém, apesar de todo o cenário parecer tão atrativo, é preciso ter alguns cuidados no manuseio desses alimentos, pois existem frutas que podem manchar a pele em contato com o sol.

Além da atenção redobrada com a fruta in natura, não custa lembrar que sorvetes naturais e bebidas preparadas com o suco delas, como caipirinhas e limonadas, também podem provocar esses danos. A nutricionista esportiva e estética Gabriela Pereira Sampaio, pós-graduanda em Fitoterapia, explica a causa dessas manchas na pele.

Gabriela Pereira Sampaio: Além de evitar manipular algumas frutas antes de se expor ao sol, depois de manuseá-los é preciso lavar imediatamente as mãos

“Essas manchas são chamadas tecnicamente de fitofotodermatite e são provocadas pela presença de uma substância fotossensibilizante no alimento seguida pela exposição à radiação ultravioleta. Uma delas é o psoralenos, encontrado naturalmente em alguns tipos de plantas, e em frutas cítricas – principalmente o limão –, na tangerina, figo, assim como em alimentos como o aipo, angélica, arruda, bergamota, cenoura e salsa”.

Então, fica a dica: evita manipular esses alimentos caso vá se expor ao sol! E tem mais! “Depois de manuseá-los, lave imediatamente as mãos, boca ou qualquer outra área que tenha entrado em contato com a fruta antes da exposição solar. Para amenizar o risco, uma opção é utilizar luvas descartáveis. Caso a mancha apareça, é fundamental proteger o local com protetor solar”.

Alguns relatos apontam que a área mais comum de ocorrência desse tipo de dermatite é o dorso da mão. Gabriela ressalta ainda que a utilização de perfumes ou colônias que contêm óleo de bergamota em sua composição também podem provocar a dermatite em berloque, com hiperpigmentação frequentemente na área do pescoço.

“Vale ressaltar que algumas plantas com substâncias bioativas, como os flavonoides e compostos antioxidantes, podem auxiliar no processo contrário: clareamento da pele em manchas ocasionadas também pela exposição solar. Dentre eles podemos citar a Camellia sinensis (chá verde) e a Punica granatum (extrato de romã). O consumo delas, entretanto, deve ser específico e orientado por um nutricionista ou médico”, conclui a nutricionista.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *