15/2/2010 às 16h3 - Atualizado em 15/2/2010 às 16h3

Fundação vai ajudar pomeranos a desenvolver projetos sociais

Folha Vitória
Redação Folha Vitória

Os municípios capixabas de influência germânica já podem viabilizar e propor a construção de projetos nas áreas de meio ambiente, desenvolvimento, educação e cultura através da recém-criada Fundação Germânica Capixaba Anna Duus.

A Fundação surgiu depois de um mapeamento de ativos e desafios das comunidades de Domingos Martins e Santa Maria de Jetibá, coordenado pelo cônsul honorário da Alemanha no Espírito Santo, Joern Duus.

Atualmente, desenvolve um banco de resíduos, em Santa Maria de Jetibá, e um projeto em Itueta, próximo a Baixo Guandu, para o desenvolvimento da região, em parceria com a Vale e a Cemig.

“Entendemos a importância do apoio e da participação do Consulado nas comunidades, por isso criamos uma fundação, com mais força para viabilizar e propor projetos”, explica o cônsul Joern Duus, presidente da Fundação Germânica Anna Duus.

Segundo o cônsul, a Fundação tem como objetivo estimular projetos sociais e ambientais nas regiões de descendência alemã e pomerana do Espírito Santo e está aberta para consolidar novas parcerias com os municípios.

Qualquer pessoa pode propor um projeto, desde que beneficie a comunidade germânica capixaba. O foco principal são as áreas de educação, cultura, meio-ambiente e desenvolvimento (trabalho e renda). A Fundação vai montar o projeto, fazer o orçamento e buscar parceiros e recursos, gerenciando todas as etapas.

Os interessados podem enviar um e-mail para pro.consulado@ymail.com ou entrar em contato com a Fundação no telefone 3325-3107.

Recentemente, a Fundação assinou um termo de cooperação mútua com o Ministério Público Estadual para a execução de projetos na área ambiental.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014