13/6/2010 às 12h29 - Atualizado em 13/6/2010 às 15h7

Idoso de 80 anos morre atropelado por Corolla na BR- 262, em Venda Nova do Imigrante

Roberly Pereira
Redação Folha Vitória

Foto: Roberly Pereira
A bicicleta de Sebastião ficou retorcida
Venda Nova do Imigrante – O aposentado Sebastião José Nogueira, de 80 anos, que seguia pela BR-262, procedente de uma comunidade rural em direção à capela católica de São João de Viçosa, morreu atropelado na manhã deste domingo (13). A vítima, que participaria da missa dominical, pedalava a sua antiga bicicleta Monark quando morreu.

O acidente aconteceu por volta das 7h50m, no quilômetro 110, distante oito quilômetros do centro de Venda Nova. O idoso fazia o mesmo trajeto todas as manhãs de domingo para chegar à Igreja.

Conhecido em toda a comunidade local, Sebastião foi atingido pelo automóvel Corolla MQS-0684, de Ibatiba, conduzido pelo comerciante José Henrique Domingos, de 47 anos.  O motorista contou aos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que seguia de Ibatiba em direção à região de Venda Nova quando se deparou com a vítima atravessando a pista.

José Henrique freou o Corolla, deixando uma marca de pneus na pista com cerca de 30 metros, indo para a faixa da esquerda, onde parou no acostamento. As marcas da violência provocadas pelo forte impacto eram visíveis na cabeça e tórax da vítima. Sebastião Nogueira teve morte instantânea.

A frente do carro ficou danificada pelo forte impacto do atropelamento. A bicicleta que a vítima pedalava ficou despedaçada. Por segurança, a equipe da PRF retirou o condutor do veículo do local do acidente. 

Diversos amigos da família da vítima foram para a BR onde aconteceu o desastre. Motoristas que passavam pelo trecho eram obrigados a reduzir a velocidade deixando o tráfego de veículos muito lento nas proximidades do acidente. 

Foto: Roberly Pereira
A parte da frente do Corolla ficou danificada com o impacto do atropelamento
Um dos filhos do aposentado, Sebastião Nogueira Júnior, de 30 anos, disse que o pai era acostumado a passar pelo trecho. “Não sabemos se ele atravessou a pista. O que temos certeza é que a velocidade desenvolvida pelo Corola era acima do permitido. Basta observar a marca da freada”, justificou.

O vereador da cidade, Marcos Grillo, amigo dos familiares de Sebastião, disse que centenas de pessoas atravessam a pista diariamente em São João de Viçosa, onde já ocorreram tragédias. “É preciso que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) tome uma providência com os trechos perigosos. A velocidade da BR-262 precisa ser reduzida”.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Departamento Médico Legal (DML) de Vitória após a perícia técnica realizada pela Polícia Civil.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014