| 14/11/2010 às 18h3 - Atualizado em 17/11/2010 às 18h0

Jovem morta durante corrida de kart na Serra não tinha carteira de motorista

TV Vitória
Redação Folha Vitória

Foto: Reprodução
Familiares e amigos da arquiteta Aline Ramiro ficaram revoltados com a morte da jovem de 25 anos em uma corrida de kart na Serra, na tarde deste sábado (13). No velório, que aconteceu neste domingo (14), todos demonstraram a tristeza por uma morte que poderia ter sido evitada.

“Baseado em fotos, acho que falta um local livre no kartódromo para as pessoas que estão iniciando. Isso poderia ter contribuído para o não acontecimento dessa tragédia”, comentou o primo da arquiteta Leonardo Ramiro.

De acordo com o regulamento nacional de kart, elaborado pela Confederação Brasileira de Automobilismo, os equipamentos de segurança de uso obrigatório para pilotar o veículo são: capacete, luvas, macacão, protetor de costelas, protetor de pescoço, entre outros. Segundo a família, no momento em que pilotava o kart, Aline não usava todos os equipamentos. “Se eu não me engano, ela estava apenas com macacão e capacete”, acrescentou o primo.

Outro agravante é que a arquiteta não tinha carteira de habilitação. “Ela não possui CNH e nem experiência na condução de veículo automotor. Fica o questionamento da família quanto às regras de segurança do kartódromo para liberar um veículo para uma pessoa não habilitada e sem experiência”, disse ainda.

A Cooperativa de Kart decretou luto oficial de três dias. O kartódromo da Serra só vai se pronunciar após o resultado do laudo da perícia da Polícia Civil.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014