| 14/5/2012 às 12h4 - Atualizado em 14/5/2012 às 19h23

Cobilândia, Aribiri, Nova América, Itapoã, Paul e São Torquato são os bairros mais alagados em VV

Folha Vitória
Redação Folha Vitória

Reprodução TV VitóriaOs principais pontos de alagamentos no município de Vila Velha estão localizados nos bairros da Grande Cobilândia, Aribiri, Nova América, Vila Batista, Itapoã, Paul e São Torquato, de acordo com informações da Defesa Civil da cidade.

Como medida preventiva, a Unidade Municipal de Ensino Findamental - Umef - João Calmon, em Parque das Gaivotas, já está preparada para acolher as famílias que estão desabrigadas, de forma provisória. Até o momento, há registro de oito pessoas desalojadas, sendo transportadas para casas de familiares, e três desabrigados, já encaminhados à escola.

Ônibus e caminhonetes com equipes formadas por cerca de 50 profissionais, entre técnicos da defesa civil, guarda-vidas e assistentes sociais, percorrem as regiões mais afetadas. 

Além disso, segunda a Defesa Civil de VV, a Guarda Municipal de Trânsito está em operação especial nas ruas para ajudar a população. Vistorias técnicas estão sendo realizadas nas áreas com risco de deslizamento como o bairros Alecrim.

Na região de Itapuã, as ruas Jair de Andrade e Francelina Setubal apresentam pontos de alagamento em conseqüência das obras do Canal da Costa, mas a empresa responsável já foi acionada, desobstruiu o canal e o nível de água já está baixando.

Alagamentos em São Torquato

No bairro São Torquato, o trânsito parou e várias ruas ficaram alagadas. As pessoas tentavam se refugiar em comércios e igrejas. Alguns moradores chegaram a ficar ilhados na praça do bairro porque não tinham como passar.

Com as próprias mãos, um homem tentava desobstruir um bueiro para facilitar o escoamento da água. Uma comerciante se emocionou ao pensar no prejuízo e disse que os alagamentos acontecem com frequência. “Minha loja está toda alagada. Sempre quando chove muito entra água na loja”, disse Maria José Ribeiro.

Em frente ao Terminal de São Torquato, a rua também ficou inundada. Mas, após a estiagem da chuva, a água baixou e carros e ônibus do Sistema Transcol puderam passar com pouca dificuldade.

Na estrada Jerônimo Monteiro, que também foi tomada pela água, muito lixo foi arrastado. Em uma garagem de uma empresa, funcionários chegaram a encontrar lixo hospitalar.

Em caso de desalojamento, risco ou ocorrência de deslizamento, a população deve acionar a Defesa Civil, pelos telefones: 199 / 3388-4346 / 0800 2839059

    

    

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014