22/1/2013 às 8h19 - Atualizado em 22/1/2013 às 15h34

Qualidade de vida: Menos da metade da população de Vila Velha conta com redes de coleta de esgoto

Camila Miranda
Redação Folha Vitória

ReproduçãoA partir desta terça-feira (22), o Folha Vitória dá início a série “Qualidade de Vida”, que vai abordar o saneamento básico nos municípios que compõe a Grande Vitória. Cidade maior e mais antiga do Estado, Vila Velha será a primeira a ser analisada.
 
A cidade

Atualmente, Vila Velha tem cerca de 415 mil habitantes, que se distribuem em 91 bairros. Em todas as localidades urbanas da cidade há abastecimento de água tratada, de acordo com a Cesan. No entanto, 52% dos moradores – aproximadamente 192 mil – não contam com redes de coleta e tratamento de esgoto nas casas. E mesmo os que têm acesso ao sistema de coleta, muitas vezes, não fazem a ligação. Esse é o caso da aposentada Maria Lúcia da Silva, do Bairro Ulisses Guimarães. “Sustento dois netos, não tenho condições de pagar a taxa mensal do serviço”, afirma.

Por meio de nota a Cesan informou que a tarifa de esgoto da Grande Vitória é uma das mais baratas do país e varia de acordo com o consumo de água de cada residência. Para ter direito a implantação gratuita, os moradores devem ser cadastrados no bolsa família ou Benefício de Prestação Continuada. 

Segundo a Cesan, a falta de adesão às redes de coleta agrava a degradação dos recursos hídricos. O resultado é percebido nas águas negras e com forte odor, presentes em vários canais da cidade. Atualmente, 13.966 residências contam com o sistema de coleta instalado e outras 21.404 já têm a caixa coletora na calçada, mas precisam fazer a ligação da rede. Para isso, os moradores devem arcar com os custos de instalação, o que inclui a quebra e reconstrução do piso e pagamento de um profissional – que pode ser um pedreiro.

Ainda de acordo com a Cesan, a meta é atingir 100% de esgoto tratado em todos os 52 municípios do Estado onde o órgão atua até 2025. Questionada sobre os investimentos relacionados ao tema em Vila Velha, a prefeitura preferiu não se posicionar e encaminhou a demanda à Cesan.

Falta de planejamento

A falta de planejamento dos órgãos responsáveis pela administração, muitas vezes, faz com que, mesmo em localidades onde existe a adesão ao sistema coletor, os moradores convivam com esgoto a céu aberto.

A vendedora Alyni Campos sabe bem o que é isso. Ela mora no residencial Jabaeté, em Vila Velha, há seis meses – quatro dos quais tem que conviver com o esgoto a céu aberto na frente de casa. Segundo a moradora, nesse período, ela já fez mais de três reclamações na Cesan. “E nada do problema ser resolvido. Eles sempre me pedem um prazo de dez dias, mas que mais parecem 10 anos. A minha rua está um caos”, reclama.

O drama da vendedora vai além do mau cheiro sentido na hora das refeições. Alyni é mãe de um menino, de 6 anos, que tem dificuldades para andar. Ela tem que carregá-lo no colo, diante da rua alagada por esgoto. Segundo ela, a situação começou quando foi implantado asfalto no local.

A equipe do jornal online Folha Vitória tentou contato com a Prefeitura de Vila Velha, mas até o fechamento da reportagem, não obteve retorno sobre o que teria ocasionado o vazamento no Residencial Jabaeté. Já a Cesan informou que uma equipe vai vistoriar o local.

Projetos

Para ampliar a cobertura do sistema de esgotamento, a Cesan e o Governo do Estado estão executando o Plano Estadual de Saneamento, que prevê investimentos de R$ 1 bilhão em obras até 2014 em todo o Espírito Santo.  Em Vila Velha, as obras começaram na última sexta-feira (18), com a assinatura da ordem de serviço para implantação do sistema de esgotamento sanitário que vai atender a região que se estende da Barra do Jucu a Ponta da Fruta.

O valor do investimento é de R$ 36,5 milhões e as obras devem ser concluídas até janeiro de 2015. Serão implantados 76,8 quilômetros de redes de esgoto, 8,6 quilômetros de emissário de esgoto bruto, 3.580 ligações de esgoto e 18 elevatórias de esgoto bruto. Todos os resíduos serão tratados na Estação de Tratamento de Esgoto Grande Terra Vermelha, que ainda será construída.
 

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014