8/2/2013 às 14h48 - Atualizado em 8/2/2013 às 14h48

Curta muito o Carnaval. Mas cuidado com a Doença do Beijo

Folha Vitória
Redação Folha Vitória

Durante os dias de folia, uma das doenças mais comuns é a chamada Doença do Beijo, um mal que pode causar até hepatite B

O clima de “alalaô” já tomou conta do País! “Metade mais um” da população está com malas prontas para colocar o pé na estrada nas próximas horas e curtir até não poder mais o feriadão prolongado. O clima é de alegria e também de azaração – para os solteiros! Mas o que pouca gente sabe é que os dias de folia trazem consigo uma doença bastante comum chamada justamente de Doença do Beijo.

Divulgação

Causada por um vírus, o Epstein-Barr, o mal origina mononucleose infecciosa, e precisa apenas do contato direto da mucosa com a saliva contaminada para ser transmitido. “E esse beijo contaminado pode também causar herpes de lábio, hepatite A e infecção de garganta”, explica a dentista Tereza Scardua.

A doença é caracterizada por mal-estar, febre, dor de cabeça e de garganta, aumento de gânglios, ínguas no pescoço e inflamação leve e transitória do fígado (hepatite). Para evitar esses problemas, uma vida sem excessos é o melhor caminho.  

 Divulgação

“A melhor maneira de evitar a doença é, sem dúvida, através da manutenção de bons cuidados bucais diários, evitando falhas na higiene bucal, observando a pré-existência de traumas ou feridas internas na boca, ao redor dos dentes ou no contorno dos lábios”, dá a dica a especialista.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014