28/10/2013 às 9h51 - Atualizado em 28/10/2013 às 9h51

Acidente perto da Praça da Paz Celestial deixa três mortos

Estadão Conteúdo
Redação Folha Vitória

Pequim - Um veículo de passageiros bateu contra uma multidão de turistas e pegou fogo nas proximidades da Praça da Paz Celestial, conhecida em chinês como Tiananmen, matando pelo menos três pessoas, informaram autoridades. O incidente levou a polícia a isolar as principais vias ao redor dos escritórios de graduados líderes do país

Um cidadão filipino foi morto no incidente, segundo um funcionário da embaixada das Filipinas em Pequim, que citou informações recebidas de autoridades locais. Não estava claro se esta vítima é um dos três mortos divulgados pelos meios de comunicação. Um porta-voz da embaixada japonesa disse de um de seus cidadãos ficou ferido.

A polícia de Pequim disse que o incidente ocorreu por volta do meio-dia desta segunda-feira, depois que um veículo passou por uma multidão de pedestres e bateu contra a cerca do lado de fora da Cidade Proibida, um das atrações turísticas mais famosas da China, que atrai milhares de visitantes por dia.

Em comunicado postado em sua conta no microblog oficial Sina Weibo, a polícia de Pequim disse que três pessoas que estavam no interior do veículo morreram, dentre elas o motorista. A mensagem diz que uma série de turistas e policiais que estavam trabalhando ficaram feridos após o acidente e que foram levados rapidamente para hospitais locais. O comunicado diz que o fogo foi extinto, mas não traz mais detalhes.

No final da tarde, a área já havia sido liberada e os turistas haviam retornado ao local. A região da capital é extremamente sensível do ponto de vista político, tendo em vista que foi o local do levante estudantil pela democracia realizado em 1989, esmagado pelo Exército.

A Praça da Paz Celestial e suas cercanias são fortemente policiadas e abrigam o Grande Salão do Povo e a Zhongnanhai, o complexo que abriga o escritório central do Partido Comunista e a sede oficial do governo.

Embora detalhes sobre o incidente continuem imprecisos, fotografias postadas em redes sociais chinesas mostram uma enorme quantidade de policiais e veículos blindados no local. Elas também mostram o que parece ser um veículo utilitário esportivo em meio a chamas em frente à principal entrada da Cidade Proibida, onde está uma enorme fotografia de Mao Tsé-tung.

A polícia de Pequim não havia respondido os pedidos de mais informação sobre o caso. A empresa estatal que opera o sistema de metrô da capital chinesa disse em comunicado que a estação localizada a leste da praça havia sido fechada em razão do incidente. Fonte: Dow Jones Newswires.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014