2/1/2014 às 19h1 - Atualizado em 2/1/2014 às 20h27

Dinheiro e casas para vítimas da chuva no Espírito Santo

Aline Dias
Redação Folha Vitória

Divulgação/PrefeituraMais de 60 mil pessoas perderam suas casas durante as fortes chuvas de dezembro no Espírito Santo. Para ajudar essas pessoas, o governo anunciou nesta quinta-feira (2), a construção de 1.500 residências e a disponibilização de verba para ajudar a recuperar móveis e eletrodomésticos perdidos nas enchentes.

A iniciativa faz parte do Plano de reconstrução do Espírito Santo, no qual será investido R$ 540 milhões nos municípios afetados. O plano é dividido em três frentes: infraestrutura, setor produtivo e assistência social. 

Quem tem renda familiar de até três salários mínimos e está inscrito no Cadastro Único terá direito ao Cartão Reconstrução ES, que vai ser emitido pelo Banestes. A família ganhará R$ 2.500 para aquisição de móveis, eletrodomésticos ou material de construção. Para essas famílias, o governo estima um valor de R$ 15 milhões em assistência.

Para quem tem renda familiar de três a seis salários haverá uma linha de crédito de até R$ 5 mil para financiamento de bens como eletrodomésticos. A taxa de juros será de 5% ao ano porque o governo está utilizando recursos do Tesouro Estadual para a equalização. O prazo para pagar é de 48 meses.

A intenção é de que os desabrigados e desalojados das chuvas tenham acesso a estes recursos dentro de um mês, mas o governo depende de levantamento dos municípios para esta disponibilização.

Caberá aos municípios levantarem quem são as famílias atingidas e quais se enquadram nos critérios para receber estes benefícios. O levantamento deverá ser enviado à Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos do Governo.

No mesmo levantamento, o governo vai ficar sabendo quais famílias têm direito a uma das 1.500 unidades de habitação que serão construídas. Para estas casas, a verba estimada é de R$ 72 milhões. 

Depois de falar sobre o plano, Casagrande fez questão de lembrar que ainda há regiões alagadas mesmo com o fim das chuvas nas cidades de Aracruz, Vila Velha, Serra e Linhares. “As pessoas que não foram atingidas não vão lembrar mais, mas tem muita gente sofrendo ainda”, disse.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014