Mais de 100 mil moradores de São Mateus sofrem com excesso de sal nas águas

O prefeito do município destacou que a crise hídrica agravou ainda mais o problema da população. A construção de uma barragem em Pedro Canário também foi discutida

 Versão para impressão  

Cerca de 130 mil moradores de São Mateus estão sendo afetadas com o excesso de sal nas águas. De acordo com o prefeito da cidade, Daniel da Açaí, a crise hídrica também é outro fator que agravou ainda mais o problema.

“Com a crise [hídrica] o mar invade a cidade. Uma das ideias é modificar a captação rio-acima, botar 15 quilômetros acima e colocar um ressalto para poder não salinizar”, ressaltou o prefeito.

O excesso de sal nas águas prejudica os moradores do município Foto: Divulgação/Prefeitura

Sobre o problema com as águas e a construção de uma barragem para armazenar água em Pedro Canário, os prefeitos dos dois municípios e o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, se reuniram, junto com a senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), na noite da última terça-feira (14). 

A senadora destacou que o apoio do Ministério será fundamental para salvar a saúde da população da cidade. “Não podemos aceitar que as pessoas continuem vivendo nessa condição, que afeta diretamente a saúde de todos, das mais diversas formas. Temos de correr para garantir a qualidade no abastecimento de água”, afirmou.

O ministro, por sua vez, explicou que para receber os investimentos a prefeitura precisará decretar estado de emergência, encaminhar o decreto para ser homologado pelo ministério e apresentar um plano de trabalho para depois licitar as obras. “Desta forma, poderemos atender a essa demanda importante para a cidade de São Mateus”, pontuou.

TAGs

  • água
  • moradores
  • sal
  • são mateus
 Versão para impressão  

MAIS LIDAS

Jornal Folha Vitória
Todos os direitos reservados © 2007-2016