9/10/2009 às 21h6 - Atualizado em 9/10/2009 às 21h12

Meninas de 9 e 12 anos são encontradas só de calcinha na casa de aposentado

Folha Vitória
Redação Folha Vitória

Foto: Reprodução TV Vitória
Foram achados filmes pornográficos, roupas íntimas, preservativos e bala
Um aposentado de 57 anos foi preso depois que a polícia flagrou meninas de 9 e 12 anos vestidas apenas com roupas íntimas dentro da sua casa, localizada no bairro Caratoíra, em Vitória. Também foram encontrados no local filmes pornográficos, roupas íntimas, preservativos e balas. No celular do aposentado estavam fotos de crianças em poses sensuais.

“Elas chegaram na minha casa para pedir um negócio e eu abri a porta. Elas entraram e já foram embora quando eles chegaram. Elas não nada minhas. Material pornográfico já existia na minha casa desde que eu era casado”, comentou o acusado, Rachid Abdala.

Segundos moradores, o aposentado é bastante conhecido na região. Há cerca de um mês ele recebia visitas constantes de meninas e meninos. Além disso, duas adolescentes usuárias de drogas moravam com o acusado. Ele pagava de R$ 10 a R$ 15 para manter relações sexuais com as garotas.

“Ele trazia as convidadas dele, algumas meninas de São Pedro, até que eu acho que alguém telefonou e denunciou. Ele levava meninas pequenininhas. Eu acho que isso é crime contra a lei divina”, lamentou a vizinha do acusado, Irene Ferraz.  

Foto: Reprodução TV Vitória
O acusado Rachid Abdala disse que as meninas tinham ido pegar um 'negócio'
O aposentado foi encaminhado para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Vitória na tarde desta sexta-feira (09). O flagrante foi feito pela Polícia Militar, que há 15 dias recebeu denúncias anônimas. “Uma das menores relatou que recebia R$ 10 para manter relações com ele. Quando foi verificado o celular dele, encontramos fotos de menores despidas, não só meninas mas também meninos com uniforme escolar. A todo momento ele tentava justificar a ação. Mas, de acordo com relatos de denúncias, essa situação ocorre há muito tempo”, destacou o cabo Cleber do Nascimento, da Polícia Militar.

As vítimas estiveram na delegacia com os responsáveis para prestar depoimentos. “Havia relacionamento sexual deste homem com várias adolescentes de 12,13 e 14 anos, que eram cooptadas por ele. Eram usuárias de crack, maconha e cocaína e ficavam com um homem de mais idade para sustentar o vício”, completou o delegado Marcelo Nolasco, da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA). 

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014