| 12/5/2010 às 16h57 - Atualizado em 13/5/2010 às 11h52

Preso traficante suspeito de executar 20 pessoas na Serra

Redação Folha Vitória
Redação Folha Vitória

Foto: Divulgação/PC
Claudencio saía de um supermercado quando foi preso
Está na cadeia o traficante e homicida Claudencio Pereira dos Santos, de 33 anos, apontado pela polícia como suspeito de executar 20 pessoas no município da Serra. O acusado teria como principal comparsa o próprio irmão, identificado por Claudiano Pereira dos Santos, de 34 anos, e que ainda está foragido. Juntos, eles formavam uma temida e violenta dupla, conhecida pela população como os “Irmãos Paraíba”.

A detenção de Claudencio aconteceu na tarde desta terça-feira (11) durante operação policial desencadeada no bairro Feu Rosa. O bandido saía tranquilamente de um supermercado quando foi abordado por investigadores da Delegacia de Crimes Contra à Vida (DCCV), e acabou preso.

As buscas que tinham como objetivo localizar os irmãos, entretanto, se arrastavam há vários anos. Segundo informações do delegado Josafá da Silva, os delinquentes estariam envolvidos em assassinatos há pelo menos 10 anos. Nesse período, eles até chegaram a ser presos algumas vezes, mas sempre eram postos em liberdade graças a alvarás de soltura que conseguiam.

Os “Paraíbas”, considerados de alta periculosidade, agiam nos bairros Feu Rosa, e Vila Nova de Colares. Nessas localidades, moradores tinham medo de denunciá-los às autoridades, temendo possíveis represálias.

De acordo com a polícia, o último mandado de prisão contra os irmãos foi emitido pela Justiça no mês de março, mas sem informações sobre onde poderiam estar, a polícia pouco pôde fazer. Inicialmente, a DCCV havia sido informada de que a dupla estaria escondida no Estado de Minas Gerais.

Foto: Divulgação/PC
Claudiano continua sendo procurado
Nesta terça-feira (11), no entanto, as investigações conduziram a polícia ao local onde pelo menos um dos irmãos estaria. E foi na saída de um supermercado que Claudencio foi preso. Negando qualquer acusação, ele disse ser inocente e afirmou não ter envolvimento com o tráfico de entorpecentes ou mesmo homicídios.

Claudiano continua foragido. Ambos têm uma extensa ficha criminal, que inclui passagens pela polícia, exatamente, por envolvimento em execuções e com o comércio de entorpecentes.

Segundo as apurações da DCCV, conforme reforça o delegado Josafá da Silva, os “Irmãos Paraíba” ainda são apontados como principais fornecedores de entorpecentes a traficantes de Feu Rosa e Vila Nova de Colares, e investigados em pelo menos 20 assassinatos nessas regiões.

Alguns primos e tios deles também seriam bandidos, e aumentam a lista de criminosos da família “Paraíba”. Agora, a polícia pede a ajuda da população para localizar e prender Claudiano, que ainda está foragido.

Informações sobre o bandido podem ser passadas no anonimato pelo telefone do Disque-Denúncia 181, ou pelo telefone da DCCV-Serra, pelo número 3138-8105.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014