14/4/2011 às 18h52 - Atualizado em 14/4/2011 às 18h52

Padrasto estupra e mata criança de apenas sete meses em Conceição da Barra

Redação Folha Vitória
Redação Folha Vitória

Foto: Bruno Coelho
Moradores do assentamento Paulo Vinhas, em Conceição da Barra, estão revoltados com um crime ocorrido na noite desta quarta-feira (14). Uma menina de apenas sete meses de idade foi espancada e estuprada pelo próprio padrasto e morreu a caminho do hospital. A mãe, que tem 16 anos, e o assassino foram detidos.

Uma denúncia de maus tratos já havia sido feita anteriormente. O bebê foi levado para um abrigo municipal enquanto eram feitas as investigações. No período, os pais demonstraram carinho com a menina, já que todos os dias a mãe saía do assentamento, que fica a 40 km do centro do município, para alimentar o bebê.

Por isso, para não prejudicar a própria criança e por falta de provas, a Justiça determinou, após relatório detalhado do Conselho Tutelar ao Ministério Público Estadual (MPES), a Justiça determinou que ela fosse devolvida à família.

A mãe disse em depoimento, que não denunciou o parceiro porque era ameaçada. Ela revelou também que já ficava com o assassino antes, quando resolveram morar juntos, e que não foi forçada a ficar com ele. O rapaz foi preso e indiciado pelo crime de estupro seguido de morte e pode pegar de 12 a 30 anos de detenção. Já a adolescente foi apreendida e será apresentada ao Ministério Público Estadual.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014