| 15/7/2011 às 9h12 - Atualizado em 15/7/2011 às 18h50

Chacina em local conhecido como "inferninho" deixa quatro mortos na Serra

TV Vitória
Redação Folha Vitória

Foto: Reprodução TV Vitória
Uma chacina no bairro José de Anchieta II, na Serra, deixou quatro pessoas mortas e chocou a população na noite desta quinta-feira (14). As vítimas foram executadas no local conhecido como "inferninho" com tiros de revólver calibre 38. A maioria dos disparos atingiu a cabeça dos jovens.

Rafael Soares Pimentel, de 21 anos, Celso Rafael Muniz, de 17 anos, e um rapaz identificado como Douglas foram surpreendidos pelos assassinos em um beco. O homem identificado como Claudio Adão tentou fugir, invandiu uma casa, mas foi perseguido e morto dentro da residência. No momento do crime havia um idoso no imóvel, mas ele não foi ferido. De acordo com moradores, pelo menos 20 tiros foram disparados contra Claudio Adão.

Segundo os policiais, as quatro vítimas foram atraídas para uma emboscada e três homens armados estavam aguardando por eles. Uma quarta pessoa estaria de carro no meio da rua para ajudar os bandidos na fuga. De acordo com os militares, o crime pode ter sido motivado por um acerto de contas entre traficantes.

Foto: Reprodução TV Vitória
Ao lado dos corpos foi encontrada uma bucha de maconha e dinheiro. Os soldados da Polícia Militar encontraram mais drogas no mesmo local. Claudio Adão, uma das vítimas, havia sido preso no último domingo com o padrasto e a irmã.

A chacina deixou os moradores apavorados e os familiares que chegavam ao local se desesperavam ao ver os corpos. Depois do crime, o secretário de Defesa Social da Serra foi ao bairro José de Anchieta II e disse que falta incentivo dos Governos Federal e Estadual para combater a violência no município.

"Até quando nós vamos ver jovens perdendo a vida sem que o poder estatal faça alguma coisa? Nós cobramos do Governo do Estado e também do Governo Federal medidas drásticas para conter a criminalidade no município da Serra", afirmou Dirceu Antonio Leme de Melo.

De acordo com o secretário, quase 10 bairros da Serra vivem um conflito entre traficantes que disputam o controle de pontos de venda de drogas. Em menos de 48 horas sete mortes foram registradas no município. Momentos depois da chacina a polícia ocupou José de Anchieta II e diversas pessoas foram revistadas. Nenhum suspeito de participar do crime foi identificado.

Há uma semana outra chacina assustou moradores na zona rural de Cariacica. Quatro jovens foram amarrados com pedaços de arame e assassinados com tiros na cabeça. Uma das vítimas estava com uma identidade no bolso com o nome de Wagner Duarte da Silva, de 28 anos, que já tem várias passagens pela justiça.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014