| 20/3/2012 às 13h43 - Atualizado em 20/3/2012 às 18h22

Confira a lista dos traficantes e homicidas mais perigosos do município da Serra

TV Vitória
Redação Folha Vitória

Reprodução TV VitóriaImagens de um tiroteio revelam a guerra declarada pelo domínio do tráfico de drogas no município da Serra. As cenas foram registradas pelas câmeras de segurança da cidade e mostram um grupo andando pelas ruas do bairro Jardim Limoeiro à procura de um rival.

Os quatro rapazes andavam tranquilamente quando um homem apareceu rapidamente em um portão. O grupo voltou e começou a atirar contra o rapaz. Segundo a polícia, a vítima não foi atingida. Para os policiais, a cena é mais uma prova de que a disputa pelo tráfico de drogas leva medo e insegurança à região.

Entre os suspeitos de terem efetuado os disparos está Leonardo de Jesus, o Leo, de apenas 18 anos. Ele é considerado um dos criminosos mais procurados pela polícia. Além dele, outros 15 homicidas encabeçam a lista dos criminosos mais perigosos da Serra. Todos estão soltos e, provavelmente, cometendo novos crimes.

“Esses que eu divulguei são os principais que estão soltos atualmente aqui na Serra. Eles continuam envolvidos no tráfico de entorpecentes e homicídios porque a maioria dos assassinatos que acontecem aqui é decorrente de acerto de contas do tráfico”, afirmou o delegado Josafá da Silva.

Na lista dos bandidos mais perigosos do município também estão: Leovergildo Santana Nogueira, o Nenel, de 22 anos, é considerado pelos investigadores o líder do tráfico no bairro Jardim Carapina. Na sequência, Alan Silva Lima, conhecido como Fala Mansa, que chefia o tráfico em André Carloni. Depois vem Narciso Santos e o irmão dele, Antônio Marcos Santos, o Marquinhos. Os dois são apontados pela polícia como os cabeças do bairro Vila Nova de Colares.

De acordo com o delegado, todos esses criminosos pertencem a uma mesma quadrilha, que domina o tráfico nos bairros da região da Grande Carapina, considerada pela polícia como um dos locais mais perigosos do município. Além desses foragidos da justiça, a polícia ainda procura outros homens que trazem riscos à sociedade. A lista é grande. Ao todo são quase mil mandados de prisão em aberto na cidade.

A polícia tem percebido um aumento de homicídios ocorridos em plena luz do dia. Crimes que normalmente eram praticados à noite e durante a madrugada agora colocam ainda mais em risco a população que pode ser vítima, por exemplo, de bala perdida. “Eu tenho observado isso. Muitos homicídios decorrentes de acerto de contas do tráfico de entorpecentes vem acontecendo em plena luz do dia. Isso põe em risco a vida de pessoas que não tem nada a ver com o fato, mas estamos intensificando as investigações para colocar essas pessoas na cadeia e evitar que pessoas inocentes sejam feridas. Com a divulgação das fotos dos homicidas mais procurados da Serra, peço que as pessoas, se souberem o paradeiro deles, que denunciem através do 181 ou do telefone da delegacia que é 3138-8105”, disse o delegado.

Veja a lista dos mais procurados da Serra:

1) Leovergildo Santana Nogueira, o “Nenel
2) Alan Silva Lima, o “Fala Mansa”
3) Narciso Santos
4) Antônio Marcos Santos, o “Marquinhos”
5) Leonardo de Jesus, o Léo
6) Renan Oliveira de Souza, o “Neguinho”
7) Thiago Deodato, o “Petão”
8) Rodrigo Souza – do bairro Taquara
9) Wesley Sales Bastos – conhecido como “Chocolate” e “Índio”
10) Lucas Alves Gonçalves – do bairro Barcelona
11) Carlos Diego da Silva – do bairro Central Carapina
12) Leandro Santos Matos - da Serra-Sede
13) Jonathan Silva Simões
14) Fábio Marcelino
15) Marlon Gabriel do Rosário - de Bairro de Fátima

A Policia Militar informa que o policiamento na região da Grande Carapina é realizado com viaturas, motos, bicicletas e policiais militares a pé que atuam no período de 24 horas por dia pela 1ª Companhia do 6º Batalhão da Polícia Militar.

A PM diz que está realizando um trabalho de inteligência no local em conjunto com a Polícia Civil e alertou que, em relação ao primeiro trimestre de 2011 com o de 2012, houve uma redução de 10% no número de homicídios praticados na região.

        

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014