17 dez 2014

PT pode ganhar mais espaço no próximo Governo

Publicado às 18:23 | Postado por Josué de Oliveira

rodrigoCom a manobra para impedir a votação das contas do governador Renato Casagrande (PSB) na Assembleia Legislativa, com apoio de alguns petistas, aumentam os rumores de que o PT pode ter mais participação no próximo Governo. Nos corredores da Casa, há informações de que o deputado Rodrigo Coelho (PT) pode ser indicado para alguma vaga no primeiro escalão do Palácio Anchieta, em 2015. Com isso, quem assumiria a cadeira dele no plenário seria o deputado Luiz Durão (PDT), que não foi eleito, mas é do partido aliado do governador eleito Paulo Hartung (PMDB).

Mais indicação
Outra que não apareceu para votar as contas de Casagrande, a deputada Lúcia Dornelas (PT) também deve ocupar uma função no Executivo a partir do ano que vem. Só que como não foi reeleita, seu passe está sendo cogitado apenas para o segundo ou terceiro escalão.

No Palácio I
Cotado inicialmente para assumir a Secretaria de Ciência e Tecnologia, o empresário Renzo Colnago deve mesmo ficar responsável pela direção do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito (Prodest). Ele é sobrinho do vice-governador eleito César Colnago (PSDB) e a confirmação deve acontecer nos próximos dias

No Palácio II
O atual secretário de Justiça, Eugênio Coutinho Ricas, deve ser um dos poucos que devem ser reaproveitados na equipe do próximo Governo. O nome dele ganhou força nos bastidores políticos principalmente após o governador eleito Paulo Hartung (PMDB) declarar que pode aproveitar alguns integrantes do atual Governo.

Insatisfação
A Câmara de Vila Velha aprovou projeto do vereador Marcos Rodrigues (PP) que estende o pagamento de gratificação de produtividade para servidores que foram cedidos à prefeitura por outros órgãos. Os funcionários que são contratados e que tiveram o benefício cortado para conter despesas estão na bronca. Sem direito a férias, eles dizem que o salário é baixo e desempenham quase as mesmas funções dos demais servidores.

Enfrentamento
Em Vitória, os vereadores também dão sinais de que a relação com o prefeito Luciano Rezende (PPS) não é das melhores. Em sessão realizada nesta quarta-feira, o plenário derrubou o veto do Executivo a projetos dos parlamentares Serjão (PSB) e Davi Esmael (PSB).

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog De Olho no Poder 300x200px Blog Esplanada

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
16 dez 2014

Deputados quase trocam socos dentro do plenário da Assembleia

Publicado às 16:54 | Postado por Josué de Oliveira

assembleia_legislativa__55fa01a6e1O clima ficou bastante tenso durante a sessão realizada nesta terça-feira (16) para votar as contas do governador Renato Casagrande (PSB). Após a manobra dos deputados para derrubar a sessão, os deputados quase trocaram tapas e socos dentro do plenário. Os seguranças precisaram agir para evitar que os parlamentares Euclério Sampaio (PDT) e Gilsinho Lopes (PR) chegassem às vias de fato. Durante o bate-boca, o republicano afirmou que o colega andava armado e Euclério chegou a levantar a camisa para provar que não possuía nenhuma arma. Quase saiu briga também entre Dr. Hércules (PMDB) e Eustáquio Freias (PSB).

Desobedientes
Na sessão, o deputado Claudio Vereza (PT) afirmou que a manobra era uma “tentativa de chicotear” Casagrande que já estava em final de mandato. Nem mesmo os petistas Rodrigo Coelho e Lúcia Dornelas registraram presença, embora a orientação do partido fosse pela aprovação. Diante do cenário, ele deixou a liderança do PT na Casa. “Ser líder não vale m… nenhuma”. Ferraço chegou a pedir para retirar o termo do registro da taquigrafia.

Adiada
Antes de a confusão começar, o deputado Theodorico Ferraço (DEM) suspendeu a sessão com base no artigo 23 do Regimento Interno que diz que cabe ao presidente cancelar os trabalhos quando não puder manter a ordem no plenário. Realmente estava difícil mesmo controlar os ânimos dos deputados.

Alfinetada
Apesar de estar no plenário, Dr. Hércules (PMDB) não registrou presença no painel. Foi advertido pelo deputado Freitas (PSB) que o alfinetou ao dizer o que a população de Vila Velha ia pensar ao ver o deputado no plenário e mesmo assim constando como ausente. Logo o peemedebista que faz discurso de que nunca faltou sequer uma sessão.

Covardia
A troca de ofensas continuou com o deputado Roberto Carlos (PT). Disse que os colegas não foram “homens suficientes” e “fugiram para não tomar posição”. Garantiu que recebeu telefonemas para participar da manobra, mas que não atendeu nenhum deles porque iria votar de acordo com sua consciência.

Filme se repete
A apreciação das contas do Governo ficou para esta quarta-feira, mas nos corredores da Casa o que circula é que a manobra voltará a se repetir. Com isso, a votação deve ficar para janeiro, já que há indícios de que a Assembleia fará convocações extraordinárias durante o recesso parlamentar em janeiro.

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog De Olho no Poder 300x200px Blog Esplanada

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
15 dez 2014

Assembleia enfrenta Casagrande e derruba veto do Governo

Publicado às 19:26 | Postado por Josué de Oliveira

rodrigoE a Assembleia Legislativa deu mais uma demonstração que não segue mais o mesmo discurso do governador Renato Casagrande (PSB). O plenário derrubou, durante sessão desta segunda-feira, o veto do socialista ao projeto do deputado Rodrigo Coelho (PT) que altera distribuição dos recursos aos municípios capixabas sobre as operações de petróleo e gás natural. Casagrande alertou que a matéria traria prejuízos à sociedade, mas mesmo assim não convenceu os parlamentares. O deputado Rodrigo Coelho, autor da matéria, comemorou a derrubada do veto e alfinetou os prefeitos de Marataízes e Itapemirim, contrários à mudança. Esses municípios deram abono de R$ 2,5 mil para servidores. “Se tivessem em crise não dariam um valor desse tamanho”. Verdade…

Despedida
O deputado Atayde Armani (DEM) recebeu uma homenagem nesta segunda-feira ao se despedir da Comissão de Finanças. Há quem aposte que ele vai assumir um cargo no próximo governo, mas quando é questionado ele não diz que sim e nem que não. Dá apenas uma risada misteriosa.

Troca-troca
Depois de declarar insatisfação com o DEM, o deputado Theodorico Ferraço já começou a ser assediado por outras legendas. O colega, Dr. Hércules Silveira, presidente do PMDB canela-verde, já fez o convite. Disse até que se Ferraço quiser ser candidato a prefeito de Vila Velha terá apoio da legenda.

Nova direção
A Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) vai ter novo diretor a partir do próximo Governo. Quem deve assumir o posto é Paulo Pelissari, filho do ex-prefeito de Vitória, Setembrino Pelissari. O nome deve ser confirmado nos próximos dias, de acordo com rumores que circulam nos corredores da Fames.

Liderança
O coordenador da Rede Sustentabilidade no Espírito Santo, Gustavo de Biase, foi escalado para cargo na executiva nacional da sigla. Ele assume a pasta de Movimentos Sociais e terá a missão de articulação com os demais estados, principalmente no trabalho de coleta e organização do partido.

Briga interna
Conforme a Coluna divulgou no último sábado, o clima dentro do PSD capixaba não é dos melhores. Lideranças ameaçam deixar a sigla caso o vereador Max da Mata (PSD) continue na presidência. Carlos Von é um dos insatisfeitos. Garante que se Max não sair ele vai procurar outro partido para se candidatar a prefeito de Guarapari, em 2016. Climão!

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog De Olho no Poder 300x200px Blog Esplanada

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
14 dez 2014

Casagrande terá muito trabalho pela frente na Assembleia

Publicado às 18:00 | Postado por Josué de Oliveira

governador_renato_casagrande__9dfd9bd53aÀs vésperas de entregar as chaves do Palácio Anchieta para seu sucessor, Renato Casagrande terá a tarefa desgastante de convencer os parlamentares a aprovar suas contas no plenário, depois do golpe sofrido durante a semana, quando a comissão de finanças da Ales, desconsiderou o parecer técnico favorável do Tribunal de Contas e reprovou as contas do governo.

O presidente da Mesa, Theodorico Ferraço (DEM), já disse que o socialista poderá se defender antes do parecer da comissão de finanças ser votado no plenário.
O dilema agora é deixar para o ano que vem ou acabar de vez com esse sofrimento. Se optar pela primeira opção, com a Casa já em total sintonia com o novo Governo, pode ser mais difícil escapar do que já considerou “jogo sujo”.

A melhor alternativa, na avaliação do meio político, seria enfrentar logo o problema enquanto ainda se pode contar com alguns aliados. As peças do tabuleiro de Casagrande precisam se movimentar antes que ele leve mais um xeque-mate.

A questão é em quem confiar… Em política, todos sabem que aliado vira inimigo e vice-versa do dia para a noite, ainda mais com um novo Governo batendo à porta. Embora ainda não tenha assumido de fato o Palácio Anchieta, o que se comenta no mundo político é que o governador Paulo Hartung (PMDB) vai voltar a ditar as regras na Casa de Leis, assim como fez durante seus oito anos de mandato. A reprovação das contas de Casagrande teria sido um exemplo claro de que o peemedebista vem recrutando seus súditos para aniquilar de vez com seu principal adversário na última eleição.

Embora ainda tenha aliados na Casa, Casagrande pode sofrer outro golpe. Até porque não dá para confiar na base que o sustenta na Assembleia. Vale lembrar que seu próprio líder, o deputado Vandinho Leite (PSB), recentemente fez duras críticas e o acusou de prestar um desserviço ao Estado ao sancionar a Lei que permite a venda de bebida alcoólica nos estádios capixabas.

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog De Olho no Poder 300x200px Blog Esplanada

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
13 dez 2014

PSD enfrenta crise e militantes querem saída de Max da presidência

Publicado às 18:00 | Postado por Josué de Oliveira

max_da_mata__048c47e85fInsatisfeitos com a forma que o vereador Max da Mata (PSD) vem conduzindo a presidência do partido, membros do PSD capixaba estão se movimentando para tirá-lo do posto e já cogitam até a possibilidade do retorno do ex-presidente Enivaldo dos Anjos. O grupo dos rebelados alega que Max vem tomando decisões autoritárias para atender interesses pessoais e sem ouvir a militância. Dizem ainda que até hoje o PSD está perdido, sem saber se fará oposição ou estará na base aliada do futuro Governo.

Sem condições
Max é aliado do prefeito Luciano Rezende e do governador Renato Casagrande (PSB) e agora, depois de ser derrotado na disputa pela vaga na Assembleia, não teria mais condições políticas de conduzir a legenda, diz uma importante liderança da sigla. A mesma fonte diz também que ficou comprovado o enfraquecimento do seu projeto e que é preciso mudança.

Intervenção
Diante do cenário, os rebeldes já acionaram a Executiva nacional. Uma reunião com o presidente Gilberto Kassab já foi solicitada, que por sua vez já fez uma convocação para por fim ao impasse. Na contabilidade interna do grupo, o apoio a Max vem minguando a cada dia, principalmente por conta do comportamento, segundo eles, autoritário do vereador.

Sem diálogo
Presidentes de diretórios municipais também integram o movimento contra Max. Entre eles, estão Adilson Avelina, em Cariacica, e Wanderson Pires, em Vila Velha. Todos defendem mudança urgente no comando da sigla no Espírito Santo. Procurado, Max não foi localizado para comentar o assunto.

Oposição
Além da possibilidade de queda nas receitas para o terceiro ano de mandato, o prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS), vai ter mais uma dor de cabeça na Câmara. Nos bastidores, há um movimento que aponta uma manobra para aumentar a oposição ao prefeito. Vereadores que estão em cima do muro estariam sendo assediado, inclusive, com ofertas de cargos políticos.

Esclarecimento
O deputado Euclério Sampaio (PDT) entrou em contato com a Coluna para esclarecer a nota sobre a presidência do partido em Vila Velha. Ele explicou que todo deputado é indicado para a direção municipal e ele é o único que não tinha. Negou que a decisão tenha qualquer relação com seu parecer pela rejeição das contas do governador Renato Casagrande.

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog De Olho no Poder 300x200px Blog Esplanada

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
12 dez 2014

Manobra pode render a Euclério presidência do PDT de Vila Velha

Publicado às 18:00 | Postado por Josué de Oliveira

euclerioDepois de surpreender o meio político liderando o movimento que rejeitou as contas do governador Renato Casagrande (PSB) na Comissão de Finanças da Assembleia, o deputado estadual Euclério Sampaio (PDT) pode assumir a presidência do seu partido em Vila Velha. Informação que circula internamente entre os pedetistas é de esse foi o preço para ele emitir o parecer contrário ao Governo. O PDT está na base do governador eleito Paulo Hartung (PMDB) e os rumores só reforçam as especulações de que a decisão da comissão teve, de fato, as digitais do peemedebista. A legenda ainda deve ter mais espaço no Palácio com a indicação de uma secretaria, cotada para a deputada Sueli Vidigal.

Intrigas
Falando nisso, o clima dentro do PDT não é dos melhores. É que muitos alegam que o deputado Da Vitória estaria tentando influenciar os demais colegas contra a indicação de Sueli Vidigal para o próximo Governo. O acusam até de ingratidão, já que a deputada sempre prestigiou seus eventos políticos.

Mais mudanças
Conhecido pela liderança entre os jovens, o presidente da juventude do PDT, Weverson Meireles, já vem sendo sondado por outros partidos do Estado. Com o assédio, ele está estudando algumas propostas, mas no final deve mesmo decidir ficar onde está com a promessa de ganhar mais espaço na legenda.

Currículo
Meireles transita bem entre as mais divergentes lideranças do partido. Já foi chefe de gabinete do ex-prefeito Sérgio Vidigal na Secretaria de Políticas Públicas do Ministério do Trabalho e recentemente coordenou a campanha do deputado estadual Da Vitória, reeleito para mais um mandato na Assembleia.

Troca-troca
O presidente da Câmara da Serra, Guto Lorenzoni (PP), pode virar secretário do prefeito Audifax Barcelos (PSB). Ele tenta se emplacar na pasta do Trabalho, Emprego e Renda. Aliado de primeira linha do prefeito, a estratégia seria evitar um possível isolamento dele na Câmara, já que a nova Mesa promete fazer oposição a Audifax.

Indefinição
O deputado federal Jorge Silva (PROS) deve passar o final de semana pensando se aceita ou não a vaga de secretário no próximo Governo. É preciso pensar bastante mesmo, já que caso abra mão do mandato, a ex-prefeita de Itapemirim Norma Ayub (DEM) é quem fica com a cadeira.

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog De Olho no Poder 300x200px Blog Esplanada

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
11 dez 2014

Casagrande desabafa um dia após sofrer “golpe” na Assembleia

Publicado às 19:33 | Postado por Josué de Oliveira

SEJUS - Prêmio Humaniza 2014 - Foto Thiago Guimarães 101214 05Um dia após ter as contas rejeitadas pela Comissão de Finanças, o governador Renato Casagrande (PSB) voltou a criticar o governador eleito Paulo Hartung (PMDB). O socialista se mostrou surpreso com a não aprovação das suas contas, já que a prestação recebeu o aval do Tribunal de Contas do Espírito Santo. Sem citar nomes, Casagrande disse durante a entrega do Prêmio Ecologia que “ficou claro o jogo sujo” e que “tem gente que faz política sem critérios, faz uma política suja baseada na mentira”, disse diante do salão repleto de convidados.

Casa arrumada
Ainda no seu discurso, Casagrande garantiu que sai do Governo deixando o Estado organizado. Antes de encerrar, lamentou que “exista essa política a qualquer custo”. Para o governador, a estratégia usada para rejeitar suas contas foi usada pelo futuro governo para “assumir sem cobranças e responsabilidades”.

Roteiro
A sessão que reprovou as contas parecia seguir um roteiro. O líder do Governo, Vandinho Leite (PSB), só apareceu justamente no momento em que sua presença era cobrada pelo colega José Esmeraldo (PMDB). Na hora que Vandinho surgiu ninguém segurou o riso e o peemedebista ficou com cara de paisagem.

Tudo dominado
E o prefeito de Linhares, Nozinho Correa (PDT), conseguiu nova vitória na Câmara de Linhares. O vereador e atual presidente da Mesa, Miltinho Colega (PSDB), foi reeleito para mais um mandato de presidente. Além do tucano, o primeiro e segundo secretários da Mesa, Estéfano Silote (PDT) e Edmar Vitorazzi (PTN), respectivamente, também são aliados da linha de frente do prefeito.

Os do contra
A eleição da nova composição da Mesa contou com nove votos favoráveis. Os vereadores José Zitenfeld Cardia (PSD), que é oposição política declarada contra Nozinho, e Fabrício Lopes (PMDB) se abstiveram. Já Pedro Joel Celestrini (PRB), ex-secretário de Serviços Urbanos do ex-prefeito Guerino Zanon, votou contra. O vereador Amantino Pereira Paiva, braço direito de Guerino na Câmara, foi embora durante a votação.

Esclarecimento
O deputado Hércules Silveira (PMDB) entrou em contato com a Coluna para esclarecer a nota divulgada sobre a mudança no horário das sessões de segunda-feira das 15 para às 19 horas. O peemedebista contestou a informação de que a troca representaria mais gastos para o Legislativo. Segundo ele, o consumo de energia que já se gasta durante a tarde será o mesmo da noite. E o servidores entrariam no trabalho mais tarde com o expediente alterado. Está feito o esclarecimento.

Encontro casual 

Lula

Em recente encontro em São Paulo, os diretores do BNDES Guilherme Lacerda e Maurício Borges aproveitaram a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para colocar o papo em dia. Na conversa, não pode faltar, claro, a atual conjuntura econômica nacional e seus reflexos no Espírito Santo.

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog De Olho no Poder 300x200px Blog Esplanada

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
10 dez 2014

“Passaram uma draga na comissão”, diz deputado sobre contas de Casagrande

Publicado às 18:29 | Postado por Josué de Oliveira

AtaydeArmani_27052014_baixa_RCA decisão da Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa em rejeitar as contas do governador Renato Casagrande (PSB) causou grande polêmica na Assembleia. Nos bastidores, há quem considere a manobra uma tentativa de golpe contra o socialista. Para o deputado Atayde Armani (DEM), que era o relator do processo, “passaram uma draga” na comissão, já que o documento tinha sido aprovado pelo Tribunal de Contas. Há rumores nos corredores da Casa, confirmados pelo próprio Casagrande, que tudo foi orquestrado pelo futuro Governo na tentativa de enfraquecê-lo politicamente. O clima durante a sessão foi bastante acalorado, teve bate-boca, troca de acusações e dedo em riste.

Coincidências
Há quase 30 anos as contas de Governo não eram rejeitadas pela comissão de finanças com parecer favorável do Tribunal de Contas. A última aconteceu em 1987 com o então governador José Moraes. Naquela ocasião, o relator da comissão era, coincidentemente, o então deputado Paulo Hartung.

Governista
Dia desses, o senador Ricardo Ferraço (PMDB) foi abordado por um tucano de bico largo e muito íntimo do senador Aécio Neves (PSDB). Quis saber o motivo de ele ter votado a favor do projeto que autoriza a alteração do cálculo da meta de superávit, matéria que ficou conhecida como “calote fiscal”. Ele retrucou: “Com todo respeito, agora sou governo”.

Nova especulação
Desde que anunciou que assumiria uma secretaria de Governo, o nome do vice-governador eleito, César Colnago (PSDB), já foi especulado em várias pastas. Desde a Agricultura até a de Saúde. A mais recente agora é que ele será confirmado na Casa Civil.

Vacas magras
Teve convidado que participou da solenidade de entrega de títulos e comendas na Assembleia, na última segunda-feira, e saiu reclamando do cerimonial da Casa. É que não foi servida sequer uma torradinha com patê. E a previsão é que daqui para frente os coquetéis na Casa sejam cada vez mais restritos.

Tumulto
Seguranças da Assembleia se envolveram em um princípio de tumulto com um jornalista. O repórter tentou entrar nas dependências de plenário com uma camisa amarrada na cintura. Os seguranças barraram e pediram o registro profissional do rapaz, sendo que a exigência nunca foi feita para os demais colegas da imprensa. Houve bate-boca, a assessoria da Casa entrou em ação e o problema foi resolvido.

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog De Olho no Poder 300x200px Blog Esplanada

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
9 dez 2014

Líder do Governo diz que Casagrande faz desserviço ao futebol capixaba

Publicado às 17:26 | Postado por Josué de Oliveira

vandinhoCausou estranheza no meio político o líder do Governo na Assembleia, o deputado Vandinho Leite (PSB), declarar que o governador Renato Casagrande (PSB) prestou um desserviço ao futebol capixaba ao sancionar a lei que permite o uso e consumo de bebida alcoólica nos estádios capixabas. O projeto da deputada Lúcia Dornelas (PT) recebeu aval do Palácio Anchieta nesta terça-feira. Os colegas de plenário também ficaram perplexos. Sandro Locutor (PPS) considerou a declaração infeliz. Janete de Sá (PMN) disse que com um líder desses, o governador não precisa de inimigos. Parece que Vandinho e o Governo não estão falando a mesma língua.

Na Justiça
Vandinho, que já foi secretário de Esportes, disse ainda que vai entrar com uma ação de inconstitucionalidade na Procuradoria Geral da República para tentar barrar a medida. Segundo o parlamentar, a bebida liberada nos estádios não vai fazer melhorar a qualidade do futebol capixaba.

Insatisfação
Diante da declaração de Vandinho, o buchicho que circulou nos corredores da Assembleia foi de que o deputado e o Governo não estão se entendendo desde o período da campanha eleitoral. Há rumores de que o parlamentar estaria insatisfeito porque o governador teria priorizado a reeleição do deputado Paulo Foletto (PSB).

Que fase
A situação dos servidores que atuam na limpeza da Assembleia não está nada fácil. Muitos estão com salários os atrasados. A Mesa Diretora disse que o dinheiro está em caixa, só não pode repassar porque a empresa terceirizada que presta o serviço está com débito com o INSS. Mas a direção da Casa disse que o pagamento será regularizado antes do Natal.

Comemoração
Depois de passar alguns dias de descanso e ver a PEC da reeleição aprovada na Assembleia, o deputado estadual Theodorico Ferraço (DEM) teve mais um motivo para ficar feliz. Servidores fizeram uma vaquinha (está na moda agora) para comemorar seu aniversário de 77 anos. O deputado Élcio Álvares (DEM) fez um discurso e brincou ao dizer que os dois juntos tinham mais de 150 de vida… pública, claro. Já de idade…

Viana tem pressa
Após o feriado de Nossa Senhora da Conceição, o prefeito de Viana, Gilson Daniel (PV), acordou cedo nesta terça-feira e foi o primeiro a chegar para trabalhar. O verde já está se movimentando para colocar em execução investimentos de R$ 100 milhões em convênios feitos para o município. A cidade, que antes vivia no isolamento, agora começa a se destacar como um importante pólo da Grande Vitória.

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog De Olho no Poder 300x200px Blog Esplanada

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
8 dez 2014

Vereza diz que forças ocultas impedem votação na Assembleia

Publicado às 18:41 | Postado por Josué de Oliveira

verezaMais uma vez os deputados estaduais fizeram uma manobra para derrubar a sessão da Assembleia Legislativa e não votar projeto de origem do atual Governo que garantia gratuidade para usuários de ônibus acima de 65 anos de idade, menores de cinco anos e deficientes físicos. O deputado Claudio Vereza (PT) denunciou que existem forças ocultas e estranhas estão impedindo os trabalhos na Casa. Curiosamente, antes os mesmos parlamentares votaram projeto que permite a reeleição para presidente da Casa. Logo após o plenário foi esvaziado. Foram buscar do lado de fora os deputados Paulo Roberto (PT) e Luzia Toledo (PMDB), mas nenhum deles apareceu.

Tentativa
Antes de votar o projeto, o deputado Luiz Durão (PDT) que presidia a sessão, até tentou em vão esperar a boa vontade dos parlamentares. Talvez apressado para derrubar logo a sessão, o deputado Marcelo Santos (PMDB) chegou a questionar quanto tempo seria necessário esperar até que uma decisão fosse tomada. “O tempo que eu achar razoável”, rebateu Durão.

Mudança
Tramita no plenário projeto do deputado Hércules Silveira (PMDB) que altera o horário da sessão de segunda-feira de 15 para às 19 horas. O peemedebista justifica a mudança alegando que a população terá mais tempo para acompanhar os trabalhos. Se está difícil ter quórum à tarde, imagina à noite. Sem contar mais despesas, já que o expediente só será encerrado às 22 horas.

Sem quórum
Vereadores de Vitória resolveram boicotar a inauguração da ciclovia que liga a Praça dos Namorados à orla de Camburi no último domingo. Apenas três estiveram presentes: Vinícius Simões (PPS), Fabrício Gandini (PPS) e Max da Mata (PSD). Em tempo, a relação do prefeito Luciano Rezende (PPS) e os demais parlamentares não é a das melhores.

Cerimonial
Após retornar da viagem aos Estados Unidos, o presidente da Assembleia, Theodorico Ferraço (DEM) anunciou que a posse do governador eleito Paulo Hartung (PMDB) será realizada no dia 1º de janeiro, às 15 horas. Já deu ordens para que o cerimonial comece a se preparar para o evento. Pelo menos vai dar tempo dos convidados se recuperarem da ressaca da festa do réveillon.

Luto
Os auditores do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCE-ES), que fazem parte da Associação dos Auditores de Controle Externo do Estado do Espírito Santo (Ascontrol/ES), irão trabalhar de preto nesta terça-feira (9), dia internacional de combate a corrupção.  A Ascontrol entende que é uma excelente oportunidade para que a população debata o tema e fiscalize o poder público.

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog De Olho no Poder 300x200px Blog Esplanada

Compartilhe com seus amigos: Permalink:

4Ps Agência Digital agência digital 2007 - FOLHA VITÓRIA - Todos os direitos reservados - Anuncie - Expediente - Cadastro - Fale Conosco - Política de Privacidade - RSS