Bancada capixaba dividida sobre urgência do projeto da Reforma Trabalhista

A Câmara dos Deputados aprovou o regime de urgência para o projeto da Reforma Trabalhista, nessa quarta-feira (19). Foram 287 votos favoráveis e 144 contrários. Entre os dez deputados capixabas, oito votaram. Carlos Manato (SD), Dr. Jorge Silva (PHS), Evair de Melo (PV) e Sergio Vidigal (PDT) foram contrários à urgência. Lelo Coimbra (PMDB), Marcus Vicente (PP), Norma Ayub (DEM) e Paulo Foletto (PSB) votaram sim. A Coluna fez contato com os deputados petistas Givaldo Vieira e Helder Salomão, que nas redes sociais, criticaram o resultado da votação, mas, não constam da lista de votantes. Givaldo informou que se ausentou por motivo de saúde. Helder ainda não respondeu nosso questionamento.

Sem mais
Os parlamentares, que geralmente se manifestam sobre as matérias em tramitação no Congresso Nacional, não se posicionaram sobre seus votos na sessão que aprovou o regime de urgência do projeto da Reforma Trabalhista.

Reunião vazia
O presidente da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), Luis Cláudio Montenegro esteve em Brasília, nessa quarta (19). Ele foi apresentar à bancada federal capixaba, o projeto de ampliação do Porto Barra do Riacho, em Aracruz. O problema é que a Coluna identificou a participação de apenas cinco dos 13 parlamentares. É certo que a quarta-feira à tarde não é bom momento para juntar deputados e senadores em reuniões, uma vez que eles devem estar nas sessões plenárias. A agenda deveria ter sido melhor programada ou os parlamentares confirmaram presença e deixaram a reunião vazia.

Fim da novela
Chegou ao fim a novela da CPI da Cesan. Não adiantou reclamar. Com a retirada das assinaturas Padre Honório (PT), José Esmeraldo (PMDB) e Gilsinho Lopes (PR), nessa quarta (19), a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa indeferiu o pedido de criação da Comissão. A iniciativa dos deputados pedetistas Euclerio Sampaio e Josias Da Vitória tinha o objetivo de investigar denúncias contra a Cesan, como a prática de “taxas abusivas”.

Deputado declara guerra
Sem possibilidade de criação de CPI para investigar a Cesan, o deputado Euclerio Sampaio prometeu apresentar projeto revogando a Lei Estadual que confirma a Companhia como concessionária exclusiva dos serviços públicos de saneamento básico no âmbito da Região Metropolitana da Grande Vitória, pelo prazo de 50 anos. Vem mais guerra por aí.

Recurso
A chapa “Pra voltar a sonhar”, comandada pelo deputado Givaldo Vieira, vai entrar com recurso na Executiva Nacional do PT, pedindo a anulação da invalidação de 298 votos dos delegados da chapa, que venceu a primeira etapa das eleições internas do partido, no último dia 09. Givaldo informou que as irregularidades citadas pela comissão eleitoral do PT não são justificativa para anular votos. Militantes seguem acreditando que houve manobra da cúpula estadual da sigla, que está sob o comando do grupo de João Coser há mais de uma década. Esse grupo não quer a saída do partido da base do governo do estado.

Ferração em Brasília
O deputado Theodorico Ferraço (DEM) voou para Brasília na tarde dessa quarta (19). Ele participou de uma reunião exclusiva com o ministro da Educação José Mendonça Bezerra Filho. A audiência foi viabilizada pela esposa de Ferração, a deputada federal Norma Ayub. Na ocasião, Theodorico pediu ao ministro que construa uma APAE em Vila Velha, para atender uma demanda do prefeito Max Filho e dos deputados Dr. Hercules Silveira e do próprio Ferraço. Segundo Norma, “a APAE do município funciona em prédio alugado e cerca de 150 pessoas deixam de ser atendidas por falta de espaço físico”.

Ministro de Temer no ES
O ministro do Turismo Marx Beltrão vai desembarcar no Espírito Santo ainda neste semestre. Representante capixaba na Comissão do Turismo, o deputado Federal Evair de Melo (PV) convidou Beltrão para identificar in loco as ações e propostas do “Brasil Mais Turismo”, pacote para fortalecer o setor no país, que prevê dentre outras coisas, o repasse ao MTur das áreas sob controle da Secretaria de Patrimônio da União (SPU) que tenham potencial de exploração, como a faixa litorânea de quase 400 quilômetros que recebe tantas críticas de falta de infraestrutura e abandono; o melhor aproveitamento do Parque Nacional do Caparaó; o repasse de recursos e a desburocratização para estruturação de regiões turísticas e agroturísticas. 

Malta defende nova CPI
Diante da rapidez com que se espalha a onda de crimes praticados por causa do jogo online “Baleia Azul”, durante pronunciamento nessa quarta-feira (19), o senador Magno Malta pediu urgência para a leitura do requerimento de instalação da CPI dos Maus Tratos Infantis. O presidente do Senado prometeu instalar a CPI.

(143Publicações)

A jornalista Andréia Soares é editora de política da TV Vitória desde 2013 e acompanha o dia a dia dos agentes dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, no Espírito Santo e pelo Brasil. Responsabilidade na apuração dos fatos que movimentam a vida política.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>