Assessor Especial da Casa Civil confirma exoneração por causa de denúncia

Foi exonerado do cargo de assessor especial da Casa Civil, nessa terça-feira (15), o presidente do partido embrionário UDN (União Democrática Nacional), Marcus Alves. Marcus é acusado de participar de um esquema de “rachid” e ainda, de ameaçar de morte um ex-servidor da Assembleia Legislativa (Ales). Alves confirmou que foi exonerado por causa da denúncia do ex-servidor, mas, disse que não deve nada e vai provar. Marcus Alves foi presidente do PRP, partido que elegeu três deputados estaduais nas eleições de 2014.

Comissão pela BR 101, mas, e o dinheiro?
A senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) foi indicada para presidir a Comissão Mista que vai analisar e emitir parecer sobre a Medida Provisória (MP) que autoriza a desapropriação de imóveis em um total de 7,5 quilômetros da BR 101, na cidade de João Neiva, região Norte do Estado, para obras de duplicação do subtrecho C da rodovia. A medida não terá custos para a União porque as obras e as desapropriações deverão ser financiadas com recursos próprios da concessionária Eco 101. A pergunta que fica é se a Eco 101 vai mesmo bancar essas obras, uma vez que vem bradando aos quatro ventos que não tem dinheiro para as obras.

Juiz do ES na CNJ
O Juiz Sérgio Ricardo de Souza, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública Especializada em Execuções Fiscais Estaduais de Vitória, atuará como juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça, em Brasília. O magistrado, juntamente com mais sete juízes, auxiliará o Corregedor Nacional de Justiça, Ministro João Otávio de Noronha. De acordo com a Constituição Federal, o Ministro pode requisitar juízes e desembargadores dos tribunais de 1ª e 2ª instância para atuarem na Corregedoria Nacional de Justiça.

Viagem desnecessária
O presidente e o relator da CPI da Sonegação de Tributos na (Ales) decidiram que vão, pessoalmente, a Brasília levar ao ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), a convocação para o depoimento de Cláudio Melo Filho, ex-executivo da Odebrecht. Acho a iniciativa de ouvir o delator aqui no ES importante, mas, o momento de crise econômica e ética vivido no país, pede um pouco de ponderação por parte das lideranças políticas que adoram fazer uma visitinha à Capital Federal. Algumas passagens chegam a custar quase R$ 2 mil. Então, fica a dica: Mandem um Sedex, e-mail, mensagem via aplicativo de celular… Tá todo mundo usando isso.

Fim do Fundap
A CPI da Sonegação de Tributos ainda não definiu data para o comparecimento, sob escolta, de Cláudio Melo Filho para depor. Os deputados capixabas querem saber de Cláudio Melo Filho mais detalhes sobre o pagamento dessa propina. De acordo com a delação premiada de Cláudio Melo, o presidente da empresa, Marcelo Odebrecht, operou, pessoalmente, o pagamento de propina, que teria tido como principal intermediário o senador Romero Jucá (PMDB), autor do Projeto de Resolução que acabou com os incentivos do Fundap.
Vice-governador é operado
O vice-governador César Colnago (PSDB) passou por cirurgia no início da noite dessa terça (15). Segundo a assessoria da vice-governadoria, Colnago sentiu dores abdominais e foi encaminhado a um hospital particular, em Vitória, onde passou por exames e logo foi operado. Até o fechamento dessa edição de Bastidores, o quadro do vice-governador era estável.
Aflito, mas, nem tanto
O presidente estadual do Solidariedade (SD), deputado federal Carlos Manato parece estar tranquilo quanto à permanência do deputado estadual Amaro Neto na sigla. Mas, ainda demonstra certa aflição ao publicar nas redes sociais, notícias de que o parlamentar não tem motivos para abandonar o ninho.

Pelo Rio Doce
O deputado Foletto tem demonstrado uma preocupação especial com a recuperação do meio ambiente. O parlamentar tem feito de tudo para manter a Comissão Externa instituída na Câmara dos Deputados, com o intuito de continuar com as cobranças pela recuperação do Rio Doce, atingido em cheio pelo rompimento da barragem de Mariana (MG). Nessa terça (15), no plenário da Câmara, Foletto destacou sua preocupação com os sinais provocados pelas mudanças climáticas e que tem comprometido com o meio ambiente.

(477Publicações)

A jornalista Andréia Soares é editora de política da TV Vitória desde 2013 e acompanha o dia a dia dos agentes dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, no Espírito Santo e pelo Brasil. Responsabilidade na apuração dos fatos que movimentam a vida política.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *