Governador reúne secretariado para falar sobre cuidados em ano eleitoral

Foto: Leonardo Duarte/Secom-ES

O governador Paulo Hartung reuniu membros do Secretariado e dirigentes de Órgãos Públicos Estaduais para alertar sobre as condutas vedadas em ano eleitoral. O encontro foi realizado no gabinete do governador, no Palácio Anchieta, em Vitória. O governador destacou a necessidade de os gestores estarem atentos e orientados em relação às exigências. “Não vamos fazer nada fora do amparo legal. A orientação é clara, vamos respeitar a legislação eleitoral e de responsabilidade fiscal”, ponderou.

Conduta em período eleitoral
A Prefeitura de Vitória também reuniu servidores para dar orientações sobre a conduta no período eleitoral. A secretária da Controladoria Geral do Município, Raquel Ferreira Drummond de Aguiar foi a responsável por esclarecer dúvidas.

Aprovados
Diferente da semana passada, quando a segunda-feira teve a sessão ordinária derrubada por falta de quórum, ontem (12) a Assembleia Legislativa (Ales) aprovou seis matérias de iniciativa dos parlamentares. Entre eles, o projeto de autoria do deputado Doutor Hércules (MDB), que obriga pet shops, clínicas e hospitais veterinários a denunciarem maus-tratos à Polícia Civil quando constatarem indícios de violência contra animais atendidos.

Posse em Linhares
Aconteceu nessa segunda (12), a posse da suplente da vereadora de Linhares, Rosinha Guerreira, Pâmela Gonçalves Maia, na Câmara Municipal. A determinação do juiz de Direito Thiago Albani Oliveira foi cumprida, depois que Rosinha foi afastada do cargo, pela Justiça. Rosinha é acusada pelo Ministério Público Estadual, de cometer “rachid”. A vereadora afastada chegou a ficar presa por cinco dias, logo após a deflagração da Operação Salário Amigo. Rosinha confessou o crime em depoimento.

Surpresas para Malta
Magno Malta (PR), senador capixaba, que este ano tem a missão de se reeleger, com tantas opções “interessantes” para as cadeiras do Senado, e com um eleitorado muito mais politizado, está prestes a perder sua primeira batalha. Malta processou o padre de Boa Esperança, Romário Hastenreitter, por calúnia, injúria e difamação. O que o parlamentar não esperava, era a mobilização do município inteiro, além da convocação de moradores de outras cidades, para acompanharem o julgamento do padre, marcado para o dia 20.

Ofendido
Desde que deu início ao processo contra o padre Romário Hastenreitter, moradores de Boa Esperança vem movimentando as redes sociais e podem surpreender Magno Malta nas urnas, não só do município, como de outras localidades. Tudo começou depois que o padre chamou o senador de traidor do povo brasileiro, na votação da Reforma Trabalhista. Os senadores Rose de Freitas (MDB) e Ricardo Ferraço (PSDB) também votaram favoráveis á Reforma e foram citados pelo padre, mas, a reação inesperada partiu apenas de Malta, que se disse ofendido.

Empenho e parceria
O presidente da Associação Vidas, Etore Cavallieri, falou sobre o empenho do deputado federal Marcus Vicente (Progressista), em Brasília, para levar recursos para a Saúde de Aracruz e região. “Marcus Vicente tem sido referência de um cidadão que se dedica, que está comprometido com os objetivos sociais da nossa região. Um dos melhores parceiros da Associação do Hospital São Camilo”, disse Cavallieri.

CPI em ação
A CPI dos Maus-Tratos Contra os Animais da Assembleia Legislativa, presidida pela deputada Janete de Sá (PMN), ouve nesta terça-feira (13), o motorista da Prefeitura de Iúna, Wellington Teixeira Castelar, denunciado por ter arrastado um cachorro na moto que pilotava. O caso foi denunciado à CPI, no final do mês de fevereiro. “Nós convocamos esse senhor para apurar os fatos e se necessário for, tomar as providências necessárias que o caso requer. A CPI foi criada com esse objetivo, de não deixar que os casos comprovados de maus-tratos aos animais fiquem impunes” declarou Janete de Sá.

(477Publicações)

A jornalista Andréia Soares é editora de política da TV Vitória desde 2013 e acompanha o dia a dia dos agentes dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, no Espírito Santo e pelo Brasil. Responsabilidade na apuração dos fatos que movimentam a vida política.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *