Vereadores de Cariacica tentam explicar aumento de verba

Moradores de Cariacica tentaram fazer com que os vereadores revogassem o aumento da verba de gabinete de cada parlamentar, que subiu de R$ 20 mil para R$ 25 mil. O projeto que não estava no site da Câmara Municipal, nem foi distribuído entre os vereadores, foi aprovado em regime de urgência, em sessão extraordinária na última quarta-feira (09). Nesta segunda-feira (14), a Mesa Diretora publicou no site, uma nota oficial, explicando o projeto que aumentou a verba de gabinete.

Plenário lotado de assessores
Na sessão desta segunda (14), membros da Mesa Diretora da Câmara de Cariacica tentaram justificar o reajuste, prestando esclarecimentos, que deveriam ter sido feitos antes da votação. O projeto de autoria da Mesa não está disponível no site da Casa de Leis, e a Rede Vitória só teve acesso depois de muita insistência. Interlocutores disseram à Coluna, que ao saber que manifestantes lotariam o plenário da Câmara contra o reajuste, alguns parlamentares mandaram assessores e servidores da Casa ocuparem as cadeiras para impedir a entrada da população.

Vereador contra jornalistas
Ainda sobre a sessão desta segunda (14), da Câmara Municipal de Cariacica, o vereador Joel da Costa (MDB), fez um discurso culpando a imprensa pela má repercussão na aprovação do reajuste da verba de gabinete. Não satisfeito, o parlamentar disse que deu entrevista a um jornalista, mas que a verdade não foi colocada na matéria porque verdades não podem ser vendidas. A Coluna esclarece que sempre se pauta pela isenção e imparcialidade e que toda a sessão do dia 09 de maio, quando o texto foi votado “a toque de caixa” está disponível no canal da Câmara.

Hartung em Encontro da Fundação Lemann
O governador Paulo Hartung e um seleto grupo, de aproximadamente 30 pessoas, deram continuidade ao debate Encontro de Altas Autoridades Brazil Rising – Uma Nova Gestão Pública para um Novo Brasil. O evento organizado pela Fundação Lemann, aconteceu em Indaiatuba, São Paulo, nessa segunda (14). A Fundação Lemann, que desenvolve e apoia estudos, pesquisas e projetos inovadores em educação, em parceria com a Universidade Yale e a Escola de Governo Blavatnik da Universidade de Oxford, destaca em documento entregue aos participantes que todas as iniciativas criadas durante o Brazil Rising estão conectadas a uma grande visão de longo prazo para que o país tenha uma gestão pública mais efetiva.

Hartung inspirado
O governador Paulo Hartung explica que sua participação no Brazil Rising se deve a trajetória que o Espírito Santo vem trilhando. Além de Hartung, participaram membros de órgãos de controle da União, Fundações, governadores e ex-governadores reconhecidos por eficiência na gestão, principalmente na área da educação, além de membros do Congresso e lideranças empresariais nacionais. “É inspirador refletir em conjunto sobre o Brasil, seus desafios e oportunidades, com especial foco em projetos que haverão de oxigenar e modernizar a administração pública de nosso país, nos três níveis de governo”, analisou o governador, após participar do Brazil Rising.

Deputados em depoimento
Começou nessa segunda (14) a série de audiências de instrução sobre a paralisação da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES). Entre as testemunhas convocadas pela defesa estavam os deputados estaduais e uma federal. Chamou a atenção o fato de os deputados Theodorico Ferraço e a esposa dele, Norma Ayub, que participaram de reuniões com mulheres de militares, terem sido dispensados pela defesa. O casal de parlamentares não entendeu a dispensa e disse que contribuiriam muito para o processo.

Greve surpresa
Em compensação, o deputado Bruno Lamas, que não participou de reuniões com a comissão de mulheres, porque, segundo ele, não foi comunicado à tempo, disse em depoimento nessa segunda, que foi surpreendido com a greve, como todos os capixabas. O deputado Euclério Sampaio declarou que se reuniu poucas vezes com as acusadas e que pelo que soube, havia muita insatisfação entre os militares, mas, que o movimento não tinha um líder.

Fracasso
A deputada estadual Janete de Sá também foi ouvida na audiência de instrução, no caso da greve da PMES. Segundo a parlamentar, desde as primeiras reuniões no início do movimento, observou que teria sucesso, justamente por não haver entendimento entre as mulheres e liderança no grupo.

 

(439Publicações)

A jornalista Andréia Soares é editora de política da TV Vitória desde 2013 e acompanha o dia a dia dos agentes dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, no Espírito Santo e pelo Brasil. Responsabilidade na apuração dos fatos que movimentam a vida política.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *