Uma nova campanha

Ao vencedor…
De norte a sul e de leste a oeste destas Terras Continentais, um conceito político e sociológico que versa sobre a disputa nas urnas parece mais sólido a cada dia que passa. É uma espécie de aforismo, na linha do dito popular de “ao vencedor as batatas”. O conceito é o de que ganhar uma eleição pode ser mais fácil do que governar uma cidade, um estado ou a Nação.

…o abacaxi
É que a crise sistêmica do Poder Público levou o Brasil, Estados e Municípios à penúria financeira e aos beirais do caos. Governar exige mais do que uma equipe preparada e capacidade técnica. É necessário ter muitas doses extras de articulação política e de marketing também, este último para valorizar ações que, a priori, deveriam ser obrigação de todo governante. E as primeiras, a fim de garantir sustentação em todas as esferas de poder.

Em campanha permanente
É como se o chefe do Executivo permanecesse em campanha durante todo o mandato. Ciente dessa realidade, o governador do ES, Renato Casagrande (PSB), vem tratando de manter a boa articulação construída nos quatro anos em que esteve “na planície” e que lhe garantiu solidez para disputar mais um mandato.

No varejo
Na última semana, por exemplo, recebeu no Palácio Anchieta grupo de 16 vereadores de Vila Velha. O encontro abre uma série de reuniões que Casagrande fará com vereadores de todos os 78 municípios capixabas – como fizera na pré-campanha a partir de 2017. A ideia é estabelecer “canais” de interlocução e acolhimento de demandas. E, claro, usar muita saliva para valorizar investimentos e justificar os “nãos” que terá que dizer.

Contra a corrente
Desde dezembro do ano passado, um decreto de Michel Temer acabou com o subsídio dado aos moradores da zona rural na conta de energia elétrica. A deputada estadual Janete de Sá (PMN), presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, quer revogar a medida, e conta com o apoio da bancada federal para encampar a luta.

Contra a corrente II
Janete articula com representantes do campo e chama a população em geral para a reunião da comissão, na terça-feira, às 10h, na Ales, que vai traçar o caminho desse movimento de resistência.

Ou vai ou racha
A inadimplência deve estar alta entre os contribuintes do município de Guarapari. Em nota à imprensa, a prefeitura diz que está oferecendo descontos de até 100% nas multas e juros para quitação de dívidas, além de parcelamento em até 72 vezes, dentro do Refis municipal. A promoção é para pessoas físicas e jurídicas, inclusive aqueles já inscritos na dívida ativa.

Direto ao ponto
Ao assumir a função de corregedor da OAB/ES, o advogado Renan Salles Vanderlei não usou meias palavras. Ele afirmou que é “triste, porém necessário”, atuar na correção de desvios de conduta na profissão. Renan disse também que é comum ouvir de cidadãos que a OAB “sempre foi complacente com maus advogados”.

Direto ao ponto II
Lembrou que trata-se de “ínfima minoria” que atrapalha a imagem dos profissionais do Direito, promete isenção nos julgamentos, mas não vai aliviar para os que “se divorciarem de seus juramentos, da Constituição da República e das leis”.

Foto da Coluna: Ademir Ribeiro/Secom ES.

(194Publicações)

Alex Pandini é jornalista, tem 48 anos e mais de 25 de experiência em comunicação, com destaque para assessoria e consultoria política e telejornalismo. Atualmente, responde pelo quadro De Olho no Poder, no Jornal da TV Vitória/RecordTV, e desde julho assina a coluna Bastidores do Jornal Online Folha Vitória.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *