De olho na segurança

Inspeção prisional
Após inspecionar a Penitenciária Estadual de Vila Velha II (PEVV II), a Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa apresentou relatório pedindo concurso público para contratação de servidores e instalação de máquina de revista que faz escaneamento corporal – para evitar a necessidade de retirar a vestimenta durante o procedimento.

Escassez de pessoal e superlotação
A comissão, presidida pelo deputado Danilo Bahiense (PSL), constatou escassez de servidores para atendimento (um agente para cada 100 presos), e também superlotação, com nove presos dividindo celas que têm capacidade para quatro pessoas.

Tráfico
No relatório, também há denúncia de tráfico de drogas dentro do presídio. Com tabela de preço e tudo (três “buchas” de maconha custariam R$ 100).

Ações
O subsecretário estadual para Assuntos Prisionais, Alessandro Ferreira de Souza, participou da reunião em que o relatório foi apresentado na Ales. Ele diz que a Secretaria da Justiça (Sejus) vai fazer um concurso para efetivar 1.500 servidores que hoje trabalham em Designação Temporária (DT), e abrir mais 500 vagas. Ao todo, existem 3.400 servidores no sistema.

Ações II
Quanto à superlotação, o Governo do Estado reconhece o problema, diz que a culpa é da falta de investimentos nos últimos quatro anos, e esperar superá-la até 2022. A denúncia de tráfico será investigada.

DML
A próxima visita da Comissão de Segurança da Assembleia será no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, nesta quinta (15). O Sindicato dos Policiais Civis (Sindipol) já denunciou uma série de problemas no local.

Bancada do batom
A bancada feminina do Senado Federal se reuniu na última terça (12), e definiu as indicações para o diploma Bertha Lutz. A homenagem é para personalidades que tenham oferecido contribuição relevante à defesa dos direitos da mulher e questões do gênero no Brasil. Ao todo, 24 pessoas serão homenageadas.

Indicadas de Rose
A senadora Rose de Freitas (PODE), que organizou a reunião da “bancada do batom”, vai homenagear a juíza Hermínia Azoury, que coordena as ações do TJES contra a violência doméstica; e a professora de MG, Helley de Abreu Silva Batista, que morreu ao salvar a vida de 25 crianças no caso da creche de Janaúba, quando um homem incendiou o local, em outubro de 2017.

Mais mulher
A Câmara de Vitória também tem programação para o mês da mulher. Nesta semana, a convite do presidente Cleber Felix (PP), a delegada da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher (DIV/DEAM), Cláudia Dematté, fez uma palestra sobre violência e feminicídio.

Exploração infantil
Entrou em vigor em março, em Vitória, uma lei que permite cassar o Alvará de funcionamento de empresas que tenham sido flagradas cometendo crime de exploração sexual de crianças e adolescentes. A lei é de autoria do vereador Davi Esmael (PSB).

Foto da Coluna: reprodução internet.

(337Publicações)

Alex Pandini é jornalista, tem 48 anos e mais de 25 de experiência em comunicação, com destaque para assessoria e consultoria política e telejornalismo. Atualmente, responde pelo quadro De Olho no Poder, no Jornal da TV Vitória/RecordTV, e desde julho assina a coluna Bastidores do Jornal Online Folha Vitória.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *