CPI investiga acordos de Vale, Arcelor e Idaf

CPI ambiental

A CPI que investiga os acordos entre Vale, Arcelor Mittal e Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), na Assembleia Legislativa, vai ouvir nesta terça (16) o diretor do Idaf, Mário Stella Cassa Louzada, e o veterinário Fernando Augusto Costa do Nascimento. A comissão investiga se há ilegalidade nos Termos de Compromisso Ambiental (TCAs) firmados pelas empresas com o Poder Público em 2018.

CPI ambiental II

Os deputados querem saber detalhes sobre a emissão dos Documentos de Origem Florestal (DOF), por parte do Idaf. E desconfiam de que não houve fiscalização regular pelo órgão. A CPI é presidida pelo deputado Marcelo Santos (PDT), com Sergio Majeski (PSB) de vice e Euclério Sampaio (DC) na relatoria.

De olho no patrimônio suspeito

O deputado federal Felipe Rigoni (PSB/ES) propôs atualizar a Lei 8.429/1992 – Lei da Improbidade Administrativa -, invertendo a obrigatoriedade do ônus da prova. Atualmente, recai sobre o Ministério Público a obrigação de provar o enriquecimento ilícito do acusado. Rigoni quer que os políticos que sejam alvo de suspeita é que detalhem como adquiriram os bens, a fim de provar sua legalidade.

Aplicativo

A proposta, feita a partir de um aplicativo de celular disponibilizado pelo mandato do deputado, é de autoria de Gabriel Passos Gagno – advogado que atua em São Gabriel da Palha, no noroeste do ES.

PEC transfere recursos para reformar escolas

A PEC nº 007/2019, de autoria do deputado Sergio Majeski (PSB), transfere para a Secretaria de Educação (Sedu) todas as devoluções espontâneas dos orçamentos do Ministério Público, Tribunal de Contas, Assembleia e Tribunal de Justiça. E, ainda, as sobras orçamentárias dos órgãos do Poder Executivo. O objetivo, de acordo com a PEC, que já tramita na Ales, é o cumprimento da Meta 7.19 do Plano Estadual de Educação – investimentos em melhorias na infraestrutura das escolas públicas.

(258Publicações)

Alex Pandini é jornalista, tem 48 anos e mais de 25 de experiência em comunicação, com destaque para assessoria e consultoria política e telejornalismo. Atualmente, responde pelo quadro De Olho no Poder, no Jornal da TV Vitória/RecordTV, e desde julho assina a coluna Bastidores do Jornal Online Folha Vitória.

Comentários (1)

  1. Marcos Bilbao

    Não seria mais produtivo a CPI chamar pra uma conversa olho no olho no ex diretor presidente do IDAF, já que o Sr. Mário Louzada assumiu o órgão em 2019? O
    Sr. Mário Louzada é dos mais competentes técnicos ambiental que temos dentre os políticos em ascensão no Espirito Santo.

    Responder

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *