29 out 2013

Luciano viaja e Waguinho assume PMV pela segunda vez

Publicado às 20:03 | Postado por Josué de Oliveira

Posse WaguinhoO prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS), embarca para mais uma viagem oficial nesta quarta-feira. Desta vez ele vai a Nova Iorque, nos Estados Unidos, para se reunir com representantes da Organização das Nações Unidas (ONU). No encontro, ele também terá uma reunião com a secretária de Transportes, Janette Sadik. Na pauta da reunião, troca de experiências para modelos de mobilidade urbana e que podem ser implementados na Capital, principalmente relacionados à construção de ciclovias. Na bagagem, Luciano leva ainda os projetos “Botão do Pânico”, “Vitória Alfabetizada” e “Onde anda Você”. Todos serão apresentados aos representantes da ONU.

Substituto
Durante os 10 dias que Luciano ficar fora do Estado, quem assume a prefeitura de Vitória é o vice-prefeito, Waguinho Ito (PPS). Essa é a segunda vez em menos de um mês que ele fica responsável pelo comando da Capital. Já deve estar tomando gosto pelo cargo…

Mídia internacional
Parece que a imprensa internacional está de olho em Vitória. Na viagem, há uma previsão de que o prefeito conceda uma entrevista para a rede de televisão CNN para falar sobre o “Botão do Pânico”, uma iniciativa para reduzir a violência contra as mulheres. Caso aconteça, será mais um teste para Luciano colocar seu inglês em prática.

Celebridade
O príncipe árabe Khaled bin Alwaleed, que pretende investir na construção de um porto em São Mateus,  chegou ao Estado com status de celebridade. Foi flagrado por “paparazzi” durante passeio pelo Triângulo das Bermudas, em Vitória, e foi recebido com moqueca no Palácio Anchieta. Esbanjou simpatia e ficou encantado com as belezas da cidade.

Sem Justiça
Embora tenha ameaçado ir à Justiça para brigar pelo direito de votar em si mesmo na disputa pela vaga de conselheiro do Tribunal de Contas, o deputado estadual Paulo Roberto (PMDB) voltou atrás e decidiu aceitar na boa a decisão da Mesa Diretora. O presidente da Casa, Theodorico Ferraço (DEM), anunciou que os quatro deputados que estão concorrendo não terão direito a voto no primeiro turno.

No Palácio
Está para acontecer a qualquer momento uma reunião da bancada do PMDB com o governador Renato Casagrande. Na pauta, além de reforçar a parceria com o Governo, há uma possibilidade de discutir a provável escolha do deputado Sérgio Borges (PMDB) ao Tribunal de Contas.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
28 out 2013

PMDB dividido entre Ferraço e Hartung para o Governo

Publicado às 19:32 | Postado por Josué de Oliveira

ricardo_ferraco_senador__b62afda593Embora a intenção oficial seja disputar o Senado, o PMDB capixaba não descarta lançar a candidatura do ex-governador Paulo Hartung ao Governo do Estado. O partido está dividido, já que o nome que já está à disposição é o do senador Ricardo Ferraço, que já começou a alfinetar a atual administração do Palácio Anchieta. O presidente da sigla, deputado federal, Lelo Coimbra, está em um dilema e ainda precisa acalmar os peemedebistas que ainda preferem manter a aliança com Casagrande. Lelo diz que a candidatura de Ferraço é a opção do partido, mas não descarta que Hartung pode entrar no páreo. “Se houver essa possibilidade os dois vão ter que sentar e conversar”, afirmou.

Filme repetido
Nos bastidores, conforme a Coluna já divulgou, a história que aconteceu nas eleições de 2010 pode se repetir. Na época, Ferraço era preparado pelo próprio Hartung para sucedê-lo, mas um arranjo político acabou conduzindo o peemedebista ao Senado e o grupo apoiou a chapa encabeçada por Casagrande.

Pacotão de obras
Durante o final de semana, o governador Renato Casagrande anunciou um pacotão de obras que serão feitas em curto prazo, entre elas, a construção de escolas na zona rural capixaba. Já tem gente dizendo que, caso consiga cumprir a promessa, Casagrande será conhecido como o Juscelino Kubitschek capixaba.

Aniversariante
O vice-governador do Estado, Givaldo Vieira, completou 44 anos nesta segunda-feira. A festa no gabinete, no entanto, teve que ser adiada. É que hoje foi ponto facultativo e todos os servidores tiveram folga para comemorar a data.

Renovação
Mesmo com menos de um ano de mandato, a maioria dos vereadores de Vitória já está pensando em disputar as próximas eleições para deputado estadual. Pelas contagens feitas nos corredores do Legislativo, dos 15 parlamentares, pelo menos 11 devem concorrer a uma das cadeiras na Assembleia Legislativa.

Constatação
Não convidem para a mesma festa o ex-prefeito de Vitória João Coser e a senadora Ana Rita, ambos do PT. Os dois disputam a presidência do partido no Estado e ainda terão que se enfrentar pela vaga da legenda no Senado. A petista já disse que não abre mão de concorrer ao cargo. A briga promete…

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
27 out 2013

Na Assembleia, temas importantes viram longas novelas

Publicado às 18:00 | Postado por Josué de Oliveira

assembleia_legislativa__55fa01a6e1É impressionante como assuntos importantes na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) acabam se transformando naquelas novelas que se arrastam por vários capítulos e com final nem sempre feliz para os personagens. Foi assim com o polêmico projeto do Plano de Cargos e Salários dos servidores da Casa. Após ser aprovada em plenário, a proposta foi vetada pelo Governo.

A partir daí o que se viu foi uma longa negociação para encontrar um consenso entre os deputados e Governo. Resumo da ópera: um novo documento foi redigido, mas nem todos ficaram satisfeitos. Passado esse drama, outro folhetim parece ser lançado nos próximos dias na Assembleia. O tema? A escolha do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Espírito Santo.

Pela primeira vez, personagens de fora do plenário puderam participar do processo seletivo. Com tantos atores, os autores responsáveis pela condução da história acabaram se perdendo e sem saber como agir para garantir seu desfecho.

Deputados estaduais que concorrem à vaga querem ter o direito de participar do processo de votação e poder ter a chance de votar neles mesmos. Pela regra, eles ficariam de fora sob a alegação que seriam favorecidos, já que os demais candidatos não poderiam ter o mesmo privilégio.

Por outro lado, a votação para escolher o novo conselheiro precisa da aprovação dos 30 deputados que compõem o plenário. Diante do impasse, a Justiça pode ser acionada para resolver o problema. A previsão é de que a Procuradoria da Casa divulgue seu parecer nesta semana sobre a polêmica.

O processo de escolha, que já se arrasta há meses, pode demorar ainda mais se a decisão for parar nos tribunais. Em meio às insatisfações, o favorito para ser indicado ao cargo mais cobiçado do momento voltou a ser o deputado Sérgio Borges (PMDB), mesmo com o processo de improbidade que responde e que também até hoje não foi concluído. Que venha a próxima novela. Ou não…

 

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
26 out 2013

Malta tenta apagar imagem de homofóbico para disputar Governo

Publicado às 18:30 | Postado por Josué de Oliveira

magno_malta__6ce762746fCom a candidatura ao governo cada vez mais evidente, inclusive com discursos como se já fosse chefe do Executivo, o senador Magno Malta (PR), ao que tudo indica, quer acabar com a fama de homofóbico conquistada ao não ser favorável a lei que criminaliza a discriminação contra homossexuais. Diante deste cenário, uma estratégia que pode ser utilizada pelo republicano é incluir na sua chapa como vice o nome do vereador transexual de Moa, de Nova Venécia, que também é vice-presidente do PR. Com essa tática, especulada por lideranças políticas, a expectativa é de que o senador consiga reduzir a rejeição com o público LGBT.

Tiro no pé
No entanto, a dobradinha pode não conseguir atingir os objetivos do senador Magno Malta, ou até aumentar a rejeição. É que o vereador Moa recentemente foi alvo de várias críticas do movimento gay capixaba por ter sido favorável à Marcha dos Evangélicos que levantou a bandeira contra o casamento homoafetivo. Polêmica…

Insatisfação I
O deputado estadual Marcelo Santos lidera o grupo dos insatisfeitos dentro do PMDB após a decisão do presidente do partido, Lelo Coimbra, de colocar os cargos à disposição do governador Renato Casagrande. Esse pode ser um sinal da base aliada do socialista na Assembleia de que a cúpula do PMDB esteja apostando mesmo no retorno do ex-governador Paulo Hartung ao Palácio Anchieta.

Insatisfação II
Nas últimas eleições em que o deputado concorreu a prefeitura de Cariacica, o peemedebista teria ficado sem o apoio de Hartung devido à sua proximidade com presidente do Tribunal de Justiça, Pedro Valls Feu Rosa. Pelo visto, nem membros do próprio partido estão acreditando que a candidatura do senador Ricardo Ferraço irá vingar.

Na bronca 
Na próxima segunda-feira (28) é comemorado o dia do Servidor Público. Mas em Vila Velha, o pessoal não anda muito satisfeito com a administração. Olheiro da Coluna esteve no Executivo canela-verde esses dias e percebeu que uma mudança na sala utilizada pelos servidores para almoçar está causando polêmica.

Sem mesa
As mesas que eram utilizadas pelos servidores foram retiradas sem aviso prévio e agora quem precisa almoçar no espaço tem que comer em pé ou então seguir as orientações deixadas em um cartaz na porta do local. A mensagem ainda mostra que, pelo visto, os funcionários não tem muito o que comemorar nesta data. A explicação para o fato foi de que as mesas foram retiradas para um café da manhã justamente para comemorar o dia do servidor, mas que voltaram para o lugar após o almoço.

PMVV

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
25 out 2013

Crescem rumores de que Hartung vai disputar Governo

Publicado às 19:00 | Postado por Josué de Oliveira

paulo_hartung__85fb2ea8d8Mesmo com o PMDB inicialmente apostando na candidatura do senador Ricardo Ferraço ao Governo do Estado em 2014, lideranças políticas acreditam que ele vai ter que adiar novamente o sonho de governar o Espírito Santo, assim como aconteceu nas eleições de 2010. E mais uma vez a decisão de tirá-lo do tabuleiro estaria sendo orquestrada pelo ex-governador Paulo Hartung. Na avaliação de interlocutores com livre acesso aos mais variados meios políticos, a candidatura de Hartung para retornar ao Palácio Anchieta já estaria sendo desenhada nos bastidores. Os rumores cresceram após o peemedebista ter se reunido com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de alguns sinais dados por importantes atores da política local.

Elogios
Para se ter uma ideia, o presidente da Assembleia Legislativa, Theodorico Ferraço (DEM), tem sido visto com frequencia nos eventos do Governo do Estado, principalmente nos municípios do interior. Atento ao que acontece nas cerimônias, fonte da Coluna percebeu que é cada vez mais comum o democrata rasgar elogios ao governador Renato Casagrande (PSB).

Estratégia
Ferraço, como se sabe, nunca foi muito de jogar confete no socialista. Muito pelo contrário. Os dois já tiveram vários desentendimentos, mas pelo visto o clima agora é de total lua de mel. A dúvida que fica é: será que ele faria questão de enaltecer um dos principais adversários do seu filho nas eleições do ano que vem? Reflitam…

Só para recordar
Vale lembrar que o Theodorico Ferraço também nunca teve uma relação muito boa com o ex-governador. O clima azedou de vez quando Hartung articulou a retirada do senador Ricardo Ferraço da disputa em 2010. O que circula nos bastidores é que até hoje o presidente da Assembleia não teria digerido esse arranjo político que acabou conduzindo Casagrande ao Governo. Coincidentemente, Hartung passou a ser visto circulando em vários eventos públicos com grande concentração de pessoas.

Chapa aliada I
Caso realmente a candidatura de Hartung se confirme, garantindo um forte palanque para a presidente Dilma Rousseff no Estado (como é o sonho dos petistas), há quem aposte que o vice da chapa poderia ser indicado pelo PSDB. O nome mais cotado seria o do ex-presidente do Bandes, Guerino Balestrassi, que sempre foi fiel escudeiro do ex-governador.

Chapa aliada II
Com isso, Guerino desistiria da sua candidatura e traria o PSDB para o lado de Hartung. A vaga do Senado ficaria mesmo para o PT, que tem o ex-prefeito de Vitória João Coser como favorito para a indicação. Pode parecer contraditório PSDB e PT juntos em uma mesma chapa, já que no cenário nacional os partidos vivem em pé de guerra. Mas em se tratando de política, tudo pode acontecer.

 

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
24 out 2013

O fogo amigo da bancada do PMDB contra o Palácio Anchieta

Publicado às 20:38 | Postado por Josué de Oliveira

jose_esmeraldo__170fb380d5Parlamentares da bancada do PMDB na Assembleia Legislativa ficaram em polvorosa com a decisão do presidente do partido, Lelo Coimbra, de colocar os cargos à disposição do Governo do Estado para articular, sem constrangimentos, a eventual candidatura do senador Ricardo Ferraço ao Governo do Estado, em 2014. No entanto, os peemedebistas logo se anteciparam para defender a aliança com o Governo, independente da posição adotada por Lelo. O curioso, nesse caso, é que, apesar dessa parceria declarada, os próprios deputados não poupam críticas ao Palácio Anchieta. Pelo visto, é mais um caso de fogo amigo entre os dois poderes.

Exaltado
Recém chegado no PMDB, o deputado José Esmeraldo faz parte do coro dos que garantem que não vão impedir as votações de projetos do governo. Vale lembrar, no entanto, que o ex-PR já fez vários discursos da tribuna do plenário para criticar, principalmente, os secretários aliados do governador Renato Casagrande.

Mais fogo amigo
Outro que também não perde a chance de disparar críticas a órgãos do Governo é o deputado Marcelo Santos (PMDB). Presidente da Comissão de Infraestrutura da Assembleia, era comum vê-lo reclamando das ações realizadas pela Cesan, presidida pelo ex-PMDB Neivaldo Bragato.

Oposição
A secretária de Saúde de Vitória, Sony Freitas Itho, esteve na Câmara nesta quinta-feira para prestar contas da administração. O vereador Reinaldo Bolão (PT), principal crítico da atual gestão no Legislativo, fez várias reclamações durante a sessão. Entre elas, a demora, segundo ele, no atendimento à população nas Unidades de Saúde. O petista também quer que os postos da periferia também funcionem em horários ampliados, assim como em Jardim da Penha e Jardim Camburi.

Pela fé
O vereador de Vitória Devanir Ferreira (PRB) recebe Consagração Pastoral no próximo (27) às 9 horas, na Igreja Universal do Reino de Deus. O culto acontece na sede da instituição, localizada na Reta da Penha, na Capital. “Sou grato a Deus por fazer parte do Seu Reino. Os desafios podem ser muitos, mas como diz as escrituras aquele que começou a boa obra em mim é Fiel para completá-la”.

Pela família
Em recente sessão na Assembleia, o deputado estadual Marcos Mansur (PSDB) chamou atenção pelo seu discurso em defesa da família. Segundo ele, por mais que a mídia tente mostrar modelo alternativo familiar, ele ainda acredita e defende aquele formado por homem e mulher. Mesmo sem fazer a citação claramemente, a declaração foi contra a formação de casais homossexuais.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
23 out 2013

Clima acirrado entre peemedebistas após saída do partido do Governo

Publicado às 21:27 | Postado por Josué de Oliveira

sergio_borges__2fedb9296aApós colocar os cargos que tem no Palácio Anchieta à disposição do governador Renato Casagrande (PSB), o presidente estadual da sigla, deputado federal Lelo Coimbra, provavelmente não sabia que ia causar um clima de insatisfação dentro da sigla. O assunto, que já virou uma novela e a cada dia ganha novo capítulo, continua rendendo pano para a manga. Desta vez, foi o líder do Governo na Assembleia e fiel escudeiro de Casagrande, Sérgio Borges (PMDB), que se manifestou contra o desembarque do partido. Em sua avaliação, o secretário de Transporte e Obras Públicas, Fábio Damasceno, faz um excelente trabalho e não há motivos para retirá-lo do posto.

Pé na porta
Ainda demonstrando total desconforto com a decisão de Lelo, o deputado Sérgio Borges também afirmou que vai continuar na liderança do Governo na Assembleia e defendendo a parceira com o Executivo. “Nós temos que dar apoio ao secretário. Se Lelo está insatisfeito, ele que resolva isso”. Desse jeito…

Bombeiro
Na próxima sexta-feira, o presidente nacional do PMDB e vice-presidente da República, Michel Temer, desembarca em Vitória para participar de um encontro empresarial na Região Serrana do Estado. A expectativa é que ele também se reúna com lideranças capixabas na tentativa de acalmar os ânimos internos entre os membros capixabas da sigla.

Esclarecimento
Sobre a nota divulgada na edição anterior referente à Superintendente Adjunto de Imprensa do Estado, Valéria Morgado, ela pede para esclarecer que não é filiada ao PMDB e que está na função, não por indicação partidária, mas por um convite do próprio governador. Ela, no entanto, preferiu não comentar sua saída do cargo.

Na paz
Para estreitar a relação com o Ministério Público do Espírito Santo, a Assembleia Legislativa entregou ao procurador-geral Eder Pontes a comenda Domingos Martins, a mais alta honraria concedida pela Casa. Para o homenageado, o título representa o alinhamento proposto pelo MPES com as demais instituições sem abrir mão da sua autonomia e do papel constitucional de fiscalização.

Inadimplente
A prefeitura de Vitória anunciou que vaivai incluir no SPC e Serasa o nome de pessoas, físicas ou jurídicas, quetem dívida com o Executivo, mas que está inadimplentes. Enquanto isso, os vereadores analisam projeto para que os munícipes devedores possam quitar o débito com o Executivo de forma mais facilitada. É que, como se sabe, não está fácil para ninguém…

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
22 out 2013

Saída do PMDB pode fazer Casagrande apoiar Eduardo Campos

Publicado às 19:45 | Postado por Josué de Oliveira

renato_casagrande__d48399f153Com o PMDB colocando os cargos que tem no Palácio Anchieta à disposição, o governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), pode ter que mudar a estratégica de neutralidade adotada para manter o PT como aliado. Em sua passagem por Vitória, o governador e presidenciável, Eduardo Campos (PSB), deu o aval para Casagrande ficar neutro no processo, evitando assim a implosão da base. No entanto, com a possibilidade cada vez mais evidente de lançar candidatura própria, o PMDB deve ter apoio dos petistas para manter o palanque da presidente Dilma Rousseff no Estado. Para eles é muito melhor um candidato que faça campa e peça votos para a presidente do que um indiferente à reeleição da petista.

Ele fica
Embora tenha desembarcado do Governo, o secretário de Transporte e Obras Públicas (Setop), Fábio Damasceno, bateu o pé e disse que fica no Governo, já que tem o aval de Casagrande para continuar na função. O Palácio Anchieta já tinha sinalizado que não gostaria de fazer alteração na pasta, já que há um projeto importante de mobilidade em andamento.

Segundo escalão
Não se sabe como vão ficar os outros cargos que o partido tem a partir do segundo escalão no Governo. Nos bastidores, há rumores de que o cargo da Superintendente Adjunta de Imprensa, Valéria Morgado, que seria uma indicação do PMDB, estaria com os dias contados. Conversas pelos corredores do Palácio apontam que ela deixaria o cargo, mas não ficaria desempregada. Seu nome é cotado para ocupar a secretaria de Comunicação da prefeitura de Aracruz.

Haja estresse
Durante o dia, o governador Renato Casagrande participou de pelo menos dois eventos públicos. O que chamou atenção de quem esteve nas solenidades, no entanto, foi a herpes labial que apareceu curiosamente após as últimas decisões políticas envolvendo o Palácio Anchieta. Estresse e fortes emoções não estão faltando para o socialista.

Confusão
Após deixar o PR, o secretário de Esporte, Vandinho Leite, e o deputado estadual, Glauber Coelho, ambos agora no PSB, levaram um susto nesta terça-feira. O nome dos dois, que vão disputar eleição para Câmara Federal e Assembleia, respectivamente, não constava na lista de filiados do partido, o que inviabilizaria a candidatura deles.

Explicação
Segundo informações do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), os dois estariam aptos a concorrer à eleição de 2014, pelo menos por enquanto. É que o nome deles está na lista do PSB, mas que o documento ainda não tinha sido repassado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O prazo para que a situação seja regularizada é até o próximo 30 de abril.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
21 out 2013

PMDB deixa Governo e dá pontapé para lançar candidatura

Publicado às 20:38 | Postado por Josué de Oliveira

fabio_damasceno__193c658ee5O PMDB capixaba atendeu à sugestão da deputada federal Rose de Freitas (PMDB) e colocou à disposição os cargos que tinham no Governo do Estado. A decisão, divulgada nesta segunda-feira, abriu caminho para que o partido inicie, agora oficialmente, o projeto de lançar candidatura própria para vaga no Palácio Anchieta, em 2014. O nome mais cotado para ser lançado é o do senador Ricardo Ferraço (PMDB). Embora os peemedebistas tenham colocado os cargos à disposição, para o Governo, a estrutura não será modificada, a menos que haja um pedido de demissão em massa. Uma das principais mudanças atinge a Secretaria de Transporte e Obras Públicas, (Setop).

Liberdade
Para o deputado Lelo Coimbra (PMDB), a relação de parceira com o Governo continua, pelo menos até o final do mandato do governador Renato Casagrande (PSB). Só que agora o partido fica mais à vontade, sem causar constrangimentos, para discutir o projeto de candidatura própria.

Retirada
A saída do secretário de Transportes, Fábio Damasceno, indicado pelo PMDB, é uma questão de tempo. No entanto, se depender do Governo, ele fica no cargo, já que ocupa uma das pastas mais importantes do Palácio e é responsável por conduzir o maior projeto de mobilidade urbana já visto no Espírito Santo.

Tudo no seu tempo
O secretário da Casa Civil, Tyago Hoffmann, escalado para conter o incêndio na base, fez questão de destacar que Casagrande está satisfeito com o trabalho de Damasceno e que pretende mantê-lo no cargo. “Nós estamos no tempo de colher e não mais no de lançar a semente”, disse em referência ao projeto de mobilidade já em andamento no Estado. Segundo ele, uma mudança poderia, inclusive, causar atrasos na entrega de obras importantes.

Entendimento
Apesar de entender a posição do PMDB, o governador Renato Casagrande não desistiu de manter o partido na base para disputar a reeleição. Segundo Hoffmann, o PMDB é sócio do Governo e que Casagrande não tem nenhum constrangimento em ter na sua equipe membros da legenda no Governo. Vale lembrar que a legenda possui cargos no primeiro e segundo escalão do Palácio Anchieta.

Despedida
Damasceno foi procurado para dizer se vai ou não pedir demissão, mas preferiu não comentar o assunto. Curiosamente, nesta terça-feira (22), o governo convocou a imprensa para uma coletiva para anunciar novas obras de mobilidade e novidades sobre o projeto do BRT. O evento pode ser uma despedida do secretário da pasta.

Compartilhe com seus amigos: Permalink:
20 out 2013

Mais gastos com dinheiro público para criar novos municípios

Publicado às 18:30 | Postado por Josué de Oliveira

grande_terra_vermelha__4d82c09016Durante a semana, o Senado aprovou o projeto que permite a criação de cerca de 400 municípios em todo o país. Só aqui no Espírito Santo são 12 querendo receber o aval para se emancipar. Para entrar em vigor, no entanto, a medida precisa ser sancionada pela presidente da República, Dilma Rousseff (PT). Embora ainda não tenha sido validade de fato, a proposta virou polêmica e um dos principais temas do meio político, dividindo atenção até mesmo com as alianças partidárias previstas para as próximas eleições.

No Espírito Santo, apenas quatro regiões poderiam conquistar a emancipação. São elas: Guriri, em São Mateus; Santa Cruz, em Aracruz; Campo Grande, em Cariacica e a Região 5, que engloba a Grande Terra Vermelha, em Vila Velha. Alguns, como é possível observar, conhecidos bolsões de pobreza no Estado.

A impressão que se tem é de que a medida vai ajudar aqueles que buscam se beneficiar da falta de conhecimento da população para conquistar seus objetivos políticos e transformar essas regiões emancipadas em seus currais eleitorais.

Na Região de Terra Vermelha, por exemplo, há precária estrutura de saúde e educação. Segurança pública, então… Basta conferir os índices de criminalidade para comprovar que os bairros são dominados por aqueles que comandam o tráfico de drogas.

Além disso, é preciso observar os gastos que a medida vai trazer para os cofres públicos. Caso passe pelo aval da presidente Dilma, será preciso criar toda estrutura necessária para a administração dos novos municípios, como prefeituras, câmaras, unidades de saúde, escolas, além da contratação de servidores e despesas com salários de prefeitos e vereadores. É difícil até de imaginar o tamanho dos gastos. Talvez seja a mesma dimensão do absurdo que é essa proposta. Alguma coisa precisa ser feita para barrar essa farra com dinheiro público.

 

 

Compartilhe com seus amigos: Permalink:

4Ps Agência Digital agência digital 2007 - FOLHA VITÓRIA - Todos os direitos reservados - Anuncie - Expediente - Cadastro - Fale Conosco - Política de Privacidade - RSS