Crédito bloqueado

Acendeu o sinal de alerta no Tribunal Superior Eleitoral. A cúpula da Corte convocou os diretores e presidentes de partidos para uma reunião importante na próxima quarta-feira, 18, para tratar de regras eleitorais, e principalmente da distribuição dos bilhões de reais do fundo eleitoral para bancar campanhas. O TSE só pode depositar o dinheiro na conta dos partidos com a apresentação do plano de cada um e critérios de distribuição do dinheiro aos seus pré-candidatos. Mas levantamento feito pela Coluna constatou que, até ontem, três das seis maiores legendas nem tocaram no tema.

Cada um..

O PT, PP e PR, três dos seis maiores, ainda não definiram seus critérios; e PSDB, DEM e MDB acabaram de desenhar a estrutura – que ainda será analisada pelos ministros.

..por si

Na reunião também será tratado o sistema de registro de candidaturas no portal do TSE. Os partidos terão de apresentar um responsável para cuidar dos cadastros.

Olho vivo

O Cadastro de registros de candidatos é essencial para o banco de dados do Tribunal. E para o cidadão. É por ele, por exemplo, que descobrimos quem aumentou patrimônio.

Limpa na rede

O Twitter no Brasil tem dado sua colaboração direta contra as fake news, maior preocupação hoje do TSE para as eleições. Cancelou mais de um milhão de contas no último mês. O resultado aparece devagar. Ontem, donos de contas no microblog perceberam a perda instantânea de centenas de seguidores.

Maldade online

Há especialistas em informática e hackers oferecendo serviços para – ou sendo demandados por – políticos e partidos. Não é para coisa boa na internet. A guerra é suja nos bastidores. A Polícia Federal tem interface com o TSE e reforça a equipe de fiscalização com agentes especializados.

Ensaios

Partidos que nunca lançam candidatos ao Planalto, MDB, DEM e PP surpreendem. Henrique Meirelles trabalha para valer. Mas Rodrigo Maia (DEM) está de olho na reeleição, assim como Ricardo Barros (PP), que colocou seu nome à disposição do partido. Assim querem se fortalecer nas bases com o discurso presidencial.

Padrinho forte

Como ministro da Saúde, Barros fez o PP pular da quinta para a terceira maior bancada da Câmara, com articulação de filiações na ‘janela’ que passou. PP hoje tem 49 federais – como o PSDB. PT é o líder, com 61, seguido do MDB com 51 deputados.

Meia dúzia

Grande corpo-a-corpo esperado pela REDE com presença da presidenciável Marina Silva em Contagem (MG) reuniu meia dúzia de apoiadores. E foi parar em escola para falar para crianças (pela lei hoje, ainda não votam). Resultado eleitoral zero.

Obras inacabadas

O deputado Alexandre Valle (PR-RJ)  protocolou projeto de lei que acrescenta parágrafo ao artigo 8º na Lei das Licitações, a 8.666/93: Obriga aos novos administradores a concluírem as obras dos antecessores. A conferir a receptividade.

Faltava essa

Um vídeo circula no whatsapp com registro de passagem de suposto OVNI pelo céu de Brasília ontem entre 14h55 e 15h05. O objeto brilhava muito e fazia rotações em torno do próprio eixo, subiu e sumiu. Consultado, o Departamento de Controle do Espaço Aéreo, da FAB informou que não houve registro nos radares. Veja vídeo no site.

Férias frustradas

O ministro do STF Gilmar Mendes perdeu a paz. Até em Portugal. Já reconhecido por lá, mesmo distante de Brasília, é cercado por críticos. Foi flagrado caminhando na Praça Marquês de Pombal, em Lisboa, por um cidadão revoltado.

Descaso no Poder

Um cidadão não identificado caiu de uma altura de 10 metros do viaduto da Rodoviária do Plano Piloto na tarde de quarta, a 1 km do Congresso. Não há registro de salvamento no Corpo de Bombeiros. Não se sabe se foi empurrado, ou passou mal e desequilibrou, ou se foi tentativa de suicídio. Fato é que o peitoril do viaduto, padrão no Plano, é muito baixo. Um risco constante para crianças e adultos.

(362Publicações)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *