• Geral

Por trás das câmeras

Líder nas pesquisas de intenção de votos – e pode surgir hoje com forte índice dos votos válidos para a Presidência da República – Jair Bolsonaro (PSL) soube usar a onda a seu favor nos bastidores midiáticos. Em agosto reuniu-se com João Roberto Marinho, um dos donos do Grupo Globo, maior de mídia do País, levado pelo economista chefe de seu programa de Governo, Paulo Guedes. E há uma semana ganhou o ... leia mais
  • Geral

Clima de guerra

O aumento expressivo do apoio de forças federais na segurança dos Estados reflete o clima de beligerância nas eleições deste ano. No 1.º turno do pleito de 2014, as tropas federais atuaram em 279 cidades.  Para amanhã, o Tribunal Superior Eleitoral já autorizou, até o momento, o envio de militares para 497 localidades. Número que tende a aumentar. O Estado que pediu mais apoio foi o Piauí – onde as ... leia mais
  • Geral

Empacou

A dois meses do fim do Governo “tampão”, o presidente Michel Temer não irá cumprir a promessa feita quando tomou posse em 2016, após o impeachment da ex-presidente Dilma (PT). Ele prometera concluir mais de 7 mil obras paralisadas no País. Criou o programa Avançar baseado no modelo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), dos Governos Lula e Dilma. O último balanço do Avançar, elaborado pelo ... leia mais
  • Geral

Distância, por ora

Partiu da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba a ordem do ex-presidente Lula da Silva, detento condenado por corrupção, para que o presidenciável Fernando Haddad (PT) e coordenadores da campanha mantenham, por ora, distância de partidos do chamado Centrão. O próprio Haddad e parlamentares do PT iniciaram conversas para selar o apoio do PP, PR, PSD e PRB num eventual 2º turno. Lula, mentor ... leia mais
  • Geral

Clã Calheiros

O comando da campanha de Fernando Haddad (PT) traça estratégias para chegar ao final do 1º turno empatado ou à frente do adversário Jair Bolsonaro (PSL). Mapeou os locais onde o PT tem histórico de vitórias, como em Alagoas. Caciques petistas pediram ao clã Calheiros (Renan pai e filho) para reforçar a campanha, em especial nos rincões, para reverter o atual quadro de derrota de Haddad. Alagoas é o ... leia mais
  • Geral

Que é isso, doutor?

O juiz federal Sérgio Moro justificou que não vê prejudicadas as investigações com a retirada do sigilo da delação do ex-ministro Antonio Palocci. Um serviço à nação, sim, mas o magistrado tinha o conteúdo desde junho, quando a delação à PF foi homologada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Criminalistas se perguntam por que soltar a seis dias da eleição? O jurídico do PT e de Lula preparam ... leia mais
  • Geral

Regulação da mídia

Além da composição ministerial, em eventual vitória nas eleições, dirigentes do PT e do PCdoB já discutem um dos projetos que terá prioridade na gestão de Fernando Haddad / Manuela D´Ávila: a regulação da mídia. As conversas reservadas seguem na mesma linha de 2014, durante primeiro ano do Governo de Dilma Rousseff (PT): regulamentar o Parágrafo 5º do Artigo 220 da Constituição, do Capítulo V, que ... leia mais
  • Geral

E a Intervenção?

Prestes a ser suspensa para liberar a votação da Reforma da Previdência no Congresso, a intervenção federal no Rio de Janeiro suscitará um debate sobre o legado até novembro. Se por um lado os militares fazem operações de cerco a milícias e à banda podre da polícia e traficantes, por outro a burocracia emperrou o combate à violência em especial na capital e região metropolitana. Foram mais de 5 meses, ... leia mais
  • Geral

Tiro amigo

A coordenação da campanha presidencial do petista Fernando Haddad recebeu em clima de comemoração o tropeço – mais um – do candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), general da reserva Hamilton Mourão (PRTB), que definiu como “jabuticaba brasileira” o 13º salário e criticou o adicional de férias. A avaliação no PT é de que o novo revés da campanha do adversário amplia a ... leia mais
  • Geral

PT e o ‘Projeto Ciro’

Lideranças do PT e do PDT intensificam as conversas – em comitês de campanha e jantares – para azeitar a adesão de Ciro Gomes à campanha do Fernando Haddad logo após o 1º turno das eleições. Assim como ocorreu com Lula, em 2002, os petistas agora apostam na transferência de votos de Ciro – atualmente na faixa de 12% – para o petista. Discute-se até eventual composição ministerial de Haddad com ... leia mais