29/9/2011 às 16h45 - Atualizado em 29/9/2011 às 16h45

Iriny pede suspensão da propaganda de lingerie com Gisele Bündchen

Folha Vitória
Redação Folha Vitória

Foto: Divulgação
A ministra da Secretaria Especial para as Mulheres, Iriny Lopes (PT), enviou ofício ao Conselho Nacional de Propaganda (Conar) solicitante a retirada do ar do comercial da marca Hope em que a modelo Gisele Bündchen aparece vestida apenas de calcinha e sutiã.

Na campanha publicitária, a Hope “ensina” com a sensualidade pode deixar qualquer homem derretido. Nela, a top model estimula as mulheres brasileiras a fazerem uso de seu charme para amenizar possíveis reações de seus companheiros frente a incidentes do cotidiano.

Segundo o documento enviado pela ministra ao Conar, Iriny justifica que a propaganda promove o reforço do esteriótipo equivocado da mulher como objeto sexual de seu marido e ignora os grande avanços que alcançado para desconstruir práticas e pensamentos sexistas.

Além disso, o ofício enviado também ao diretor na Hope Lingerie, Sylvio Korytowski, demostra o repúdio da Secretaria à campanha, já que apresenta conteúdo discriminatório contra a mulher, infringindo os arts. 1° e 5° da Constituição Federal.

De acordo com ministra, desde que foi ao ar, no último dia 20, a Ouvidoria, da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), recebeu reclamações de indignação a respeito da propaganda.

Em nota, a empresa esclareceu que não teve a intenção de transmitir uma imagem de dependência financeira da mulher. “Utilizamos a modelo Gisele Bündchen para evidenciar que todas as situações apresentadas na campanha são brincadeiras, piadas do dia a dia, e, em hipótese alguma, devem ser tomadas como depreciativas da figura feminina”, defende-se a empresa.

*Com informações do Correio Braziliense

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014