3/11/2011 às 10h57 - Atualizado em 3/11/2011 às 17h37

Morre desembargador Josenider Varejão, um dos réus da Operação Naufrágio

Redação Folha Vitória
Redação Folha Vitória

Foto: Reprodução TV Vitória
O desembargador Josenider Varejão, um dos magistrados acusados de participar de um esquema de venda de sentenças no Tribunal de Justiça que culminou na Operação Naufrágio, morreu na madrugada desta quinta-feira (03). O velório começa às 11 horas e o enterro está previsto para acontecer às 17 horas, no cemitério de Santo Antônio, em Vitória.

Ainda não existem informações precisas sobre as causas da morte, mas o desembargador sofria de Mal de Parkinson e fazia tratamento neurológico há bastante tempo. Segundo dados preliminares, depois da Operação Naufrágio, seu estado de saúde piorou.

Em abril de 2010, Varejão foi condenado à aposentadoria compulsória em julgamento por desvio de conduta, após acusação do Ministério Público Federal (MPF) de participação no esquema de vendas de sentenças e fraude em concursos no Tribunal de Justiça do Estado. Essa é a pena máxima que pode ser aplicada no processo administrativo. Josenider continuou recebendo o salário de R$ 23 mil.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014