13/4/2012 às 18h52 - Atualizado em 13/4/2012 às 19h41

Falta de oposição dá mais popularidade para Casagrande, avalia especialista

Folha Vitória
Redação Folha Vitória

Bruno CoelhoFalta de oposição política favorece a popularidade do governador do Estado Renato Casagrande (PSB). Essa é a avaliação do cientista político André Pereira após divulgação da pesquisa em que o socialista aparece com o melhor saldo positivo de aprovação desde o início do seu mandato.

Segundo o cientista, a população capixaba não está satisfeita com serviços prestados pelo poder público, como saúde, educação e segurança. No entanto, falta uma liderança política de oposição que aponte que essas áreas são de responsabilidade do governo. 

"Falta uma crítica por parte de uma liderança. Isso não é novidade, acontece desde a época do ex-governador Paulo Hartung. Os dois não têm uma oposição, ninguém toca na ferida. O governo tem qualidades, mas também tem problemas". 

Pereira apontou ainda que a população não reconhece os transtornos causados por obras que são realizadas pelo Governo e acaba colocando a culpa na conta das prefeituras. "Os desgastes que essas obras causam e que atrapalham o trânsito vão parar na conta do prefeito, apesar de serem realizadas pela Cesan, que é uma empresa do governo", explicou.

A situação confortável de Casagrande, no entanto, pode estar com os dias contados, segundo avaliou o cientista. Pereira pontuou que a partir do ano que vem o índice de aprovação pode sofrer uma queda, que deve acontecer principalmente se for confirmada a queda de receitas provocada pelo fim do Fundap e da diminuição dos royalties de petróleo.

"O dinheiro para o governo do Estado e para as prefeituras vai cair. Esta será uma oportunidade para a oposição surgir e, a partir daí, começar a tocar na ferida".

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014