1/2/2013 às 21h19 - Atualizado em 1/2/2013 às 21h19

Derrama: Procurador-geral de Justiça pede liberdade para ex-prefeitos

Folha Vitória
Redação Folha Vitória

O procurador-geral de Justiça, Eder Pontes, pediu para soltar os sete prefeitos presos na
Operação Derrama. A solitação foi encaminhada,no início da noite desta sexta-feira (01), parta o Tribunal de Justiça.

O pedido será avaliado pelo desembargador Ronaldo Gonçalves. O procurador também sugeriu que os ex-prefeitos entreguem o passaporte,sejam impedidos de exercer função pública e de comparecerem à sede da prefeitura que administram.

O caso

Mais de 25 pessoas foram detidas, no dia 15 de janeiro, durante um desdobramento da Operação Derrama, que foi desencadeada em dezembro do ano passado, que desarticulou um esquema de corrupção para cobrar multas milionárias de empresas multinacionais.

O esquema começava com a contratação sem licitação, da empresa CMS consultoria para a recuperação de dívidas de impostos. A partir daí, a empresa operava com a cobrança dessas dívidas em nome da prefeitura. Segundo a denúncia, os valores eram aumentados artificialmente. Do total arrecadado, cerca de 40% eram divididos entre os membros da quadrilha.

No município de Aracruz, a estimativa é de que tenham sido desviados cerca de R$ 13 milhões. Mas o esquema, que repetido em outros cinco municípios capixabas, pode ter rendido mais de R$ 200 milhões em fraudes na arrecadação.

Os primeiros indícios da fraude surgiram durante uma auditoria do Tribunal de Contas do Espírito Santo, em Aracruz. A denúncia foi encaminhada ao Nuroc e ao MPES, que aprofundaram a investigação e pediram a prisão dos envolvidos.

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014