Vitória, 17 de Abril de 2014
18/2/2009 às 17h54 - Atualizado em 18/2/2009 às 18h32

Pai tira virgindade da filha e a ameaça com magia negra

Redação Folha Vitória
Redação Folha Vitória

Foto: Bruno Coelho
Mais um caso de pedofilia envolvendo uma menina de 14 anos e o próprio pai, um pedreiro de 36 anos, foi registrado no Estado nesta quarta-feira (18). Ameaças de morte e a possibilidade de preparar um trabalho de macumba para a filha, fizeram com que ela nunca denunciasse os abusos do pai, que aconteciam com frequência.

Após uma denúncia, a polícia decidiu verificar o caso e foi até a residência da família, localizada no município de Cariacica. A adolescente confirmou as informações e contou que era estuprada pelo pai há pelo menos um ano, mas que o assédio e a prática de atos libidinosos já aconteciam desde que ela tinha 7 anos.

“Ela disse que o pai sempre a ameaçou de morte ou que ia fazer trabalhos de macumba para ela. Contou também que perdeu a virgindade com ele e que nunca namorou ou beijou alguém. A mãe disse que ninguém gosta do pai da menina e que ele é realmente uma pessoa grossa”, comentou o titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), delegado Marcelo Nolasco.

Foto: Bruno Coelho
O homem foi procurado e preso enquanto trabalhava em uma construção. Ao pegar os documentos dentro de um armário, a polícia encontrou uma calcinha e um livro de magia negra. “Isso confirma as informações dadas pela adolescente”, disse ainda o delegado.

Após negar todas as denúncias, o pai acabou confessando o crime e falou “que quem conta a verdade não merece castigo”. “Ele confirmou que estuprava a menina mas que ela se insinuava para ele. Na noite de ontem ele acariciou as partes íntimas dela, mas alegou que fez isso porque a confundiu com a mãe, que dormia com a adolescente”, destacou.

O pai contou à polícia que tem outros três filhos, mas que nunca teve relações com nenhum deles. Disse ainda que pensava que a filha não era mais virgem por não ter sangrado na primeira relação sexual. “Alegou que fazia isso por fraqueza e loucura e que ama a menina como filha e não como mulher”, acrescentou o delegado.

Foto: Bruno Coelho
A adolescente reconheceu a calcinha encontrada no armário do pai como sendo sua. Porém, o pedreiro alega que achava que era da esposa e que o plano era fazer um trabalho de macumba para ela.

Outro caso de pedofilia envolvendo pai e filha

Uma adolescente de 15 anos também denunciou o pai, nesta quarta-feira (18), por assediá-la há dois anos. Segundo ela, carícias eram praticadas sem preservativo e com frequência na casa da família, localizada em Vila Velha. Porém, o ato sexual só aconteceu na tarde desta quarta e não pôde ser evitado pela adolescente porque sempre era ameaçada.

“A mãe trouxe a filha à delegacia para contar o caso e o pai veio logo atrás delas. Ele negou tudo e disse que se desentendeu com a filha porque não aprovava o namoro dela com um rapaz”, disse o delegado. 

Codigo de segurança
Digite o código de segurança no campo abaixo:

mais lidas

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014